Últimas do FM

Natal

Em Natal, parte de teto desaba em escola; aulas são suspensas e rua fechada

TETO CAIU NESTA QUARTA (3) NA ESCOLA MUNICIPAL PROFESSOR ZUZA, EM NATAL. NINGUÉM FICOU FERIDO, MAS CORPO DE BOMBEIROS INTERDITOU O PRÉDIO.

TETO CAIU NESTA QUARTA (3) NA ESCOLA MUNICIPAL PROFESSOR ZUZA, EM NATAL,NO BAIRRO NAZARÉ. (FOTO: REPRODUÇÃO/INTERTV CABUGI)

Parte do teto de uma quadra de esportes desabou nesta quarta-feira (2) na Escola Municipal Professor Zuza, no bairro do Alecrim, Zona Leste de Natal. Ninguém ficou ferido, mas o Corpo de Bombeiros interditou o prédio. As aulas desta quinta-feira (3) foram suspensas e uma rua fechada.

A escola fica na Avenida Coronel Estevam, uma das mais movimentas do bairro. Para evitar acidentes, a passagem de veículos foi interrompida entre as avenidas Miguel Castro e Amintas Barros. Em razão do feriado, não havia alunos ou funcionários no colégio. A Secretaria Municipal de Educação não deu previsão para o retorno das atividades na escola.

Segundo relatos da vizinhança, o desabamento foi causado por ventos fortes. Folhas de alumínio que revestem o teto estão caindo aos poucos.

G1 RN

Comente aqui


Polícia

Homem é executado com tiros na cabeça em São Gonçalo do Amarante

 A VÍTIMA SAIU DE CASA PARA COMPRAR CERVEJA QUANDO FOI ATINGIDA E MORTA. (FOTO:CEDIDA/PORTAL BO)

A VÍTIMA SAIU DE CASA PARA COMPRAR CERVEJA QUANDO FOI ATINGIDA E MORTA. (FOTO:CEDIDA/PORTAL BO)

Um homem ainda não identificado foi executado na noite desta quarta-feira (03), no bairro Amarante, no município de São Gonçalo do Amarante, região metropolitana de Natal. A vítima saiu de casa para comprar cerveja em uma conveniência quando foi atingida e morta por um desconhecido.

De acordo com informações prestadas pela polícia local o crime pode ter sido testemunhado, mas ninguém se pronunciou para relatar detalhes do ocorrido. O delegado de plantão da DHPP esteve no cenário do assassinato, juntamente com a equipe de agentes para dar início as investigações.

Portal BO

Comente aqui


Cidades

Brasil teve 5 estupros por hora e um roubo a carro por minuto em 2015

 NO ANO PASSADO, O PAÍS REGISTROU 45.460 CASOS DE ESTUPRO, SENDO 24% DELES NAS CAPITAIS E NO DISTRITO FEDERAL.

NO ANO PASSADO, O PAÍS REGISTROU 45.460 CASOS DE ESTUPRO, SENDO 24% DELES NAS CAPITAIS E NO DISTRITO FEDERAL.

No Brasil, mais de cinco pessoas foram estupradas por hora e um veículo foi roubado a cada minuto em 2015. Os dados fazem parte do 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, e divulgados nesta quinta-feira (3).

No ano passado, o país registrou 45.460 casos de estupro, sendo 24% deles nas capitais e no Distrito Federal.

Considerando somente os boletins de ocorrência registrados, em 2015 uma pessoa foi estuprada a cada 11 minutos e 33 segundos no Brasil, ou seja, 5 casos por hora.

São Paulo foi o estado com maior índice de violência sexual, representando 20,4% dos estupros no país: 9.265 casos.

Os dados de 2015 apresentam uma redução de 761 casos (7,6%) em relação a 2014, quando foram registrados 10.026 estupros no estado.

Já Roraima foi o estado com o menor número de estupros registrados, 180. O que representa 98 (35,3%) a menos do que no ano anterior.

Pesquisa Datafolha encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) aponta que 85% das mulheres brasileiras têm medo de ser vítima de agressão sexual.

Subnotificação
Apesar de o número representar uma retração de 4.978 casos registrados no país em relação ao ano anterior, ou queda de 9,9%, o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) aponta que não é possível afirmar que realmente houve uma redução do número de estupros no Brasil, já que a subnotificação deste tipo de crime é extremamente elevada.

O FBSP estima que ocorreram entre 129,9 mil e 454,6 mil estupros no Brasil em 2015. A projeção mais “otimista” se baseia em estudos internacionais, como o “National Crime Victimization Survey (NCVS)”, que apontam que apenas 35% das vítimas desse tipo de crime costumam prestar queixas.

A pior previsão, e provavelmente mais próxima da realidade, se apoia no estudo “Estupro no Brasil: uma radiografia segundo os dados da Saúde”, do Ipea, e aponta que, no Brasil, apenas 10% dos casos de estupro chegam ao conhecimento da polícia.

Roubos e furtos
Apesar do resultado, no caso dos roubos a veículos, houve uma queda de 0,6% na comparação com 2014, ou 3.045 veículos a menos. Somando os casos de 2014 e 2015, foram roubados ou furtados 1,023 milhão de veículos.

São Paulo é o Estado brasileiro com o maior número absoluto de roubos e furtos: foram 189,4 mil veículos perdidos ao longo de 2015. Contudo, o montante é 14,5% inferior ao do ano anterior, quando haviam sido roubados ou furtados 221,5 mil veículos. O que equivale a 1 veículo perdido a cada 2 minutos e 46 segundos, 21,6 veículos por hora ou 518,8 por dia. O Estado tem uma taxa de 711,7 roubos ou furtos a cada grupo de 100 mil veículos

Maranhão foi o Estado em que os crimes desse tipo mais cresceram. No total, foram 6.305 veículos roubados ou furtados no Estado em 2015, um aumento de 24,1% ou 1.223 veículos a mais que em 2014. O que significa 1 veículo a cada 1 hora e 23 minutos. Taxa de 431,8 roubos ou furtos a cada 100 mil veículos.

Em seguida, aparece Goiás com 28.294 veículos roubados ou furtados no Estado em 2015. O que significa 1 veículo a cada 18 minutos e 34 segundos. Um aumento de 22% ou 5.099 veículos a mais que em 2014. Apesar da diferença no número absoluto, Goiás tem uma taxa mais elevada do que São Paulo, com 798 roubos ou furtos a cada 100 mil veículos.

Já o Distrito Federal foi a unidade da federação em que o total de veículos roubados ou furtados mais caiu entre 2014 e 2015. No ano passado, foram 11.298 crimes desse tipo. Queda de 27% em relação a 2014, quando houve 15.477 desses crimes.

A capital contou com 1 veículo roubado ou furtado a cada 46 minutos e 36 segundos. A taxa de roubo e furtos a cada grupo de 100 mil veículos é de 684,9 no Distrito Federal.

G1 SP

Comente aqui

Política

Fábio Faria comemora aprovação de projeto que torna vaquejada manifestação cultural

 PARA O DEPUTADO , O RESULTADO REFLETE A IMPORTÂNCIA QUE A ATIVIDADE TEM NA VIDA DE MILHARES DE NORDESTINOS. (DIVULGAÇÃO)

PARA O DEPUTADO , O RESULTADO REFLETE A IMPORTÂNCIA QUE A ATIVIDADE TEM NA VIDA DE MILHARES DE NORDESTINOS. (DIVULGAÇÃO)

O deputado federal Fábio Faria (PSD-RN) acredita que a luta pela regulamentação das vaquejadas ganhou força nesta terça-feira (1) com a aprovação, na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado, do relatório favorável a um projeto de lei que considera as vaquejadas e rodeios uma manifestação cultural nacional e de patrimônio cultural imaterial. O texto é do senador Otto Alencar (PSD-BA). 

Para Faria, o resultado reflete a importância que a atividade tem na vida de milhares de nordestinos, e considera esta uma etapa determinante na busca da legalização da prática. “É um passo que damos para fundamentar a regulamentação e assim manter o esporte, a tradição, o sustento de famílias, a economia de pequenas cidades e, principalmente, as raízes do povo do sertão”, afirmou. 

A proposta já foi aprovada na Câmara Federal e agora precisa passar pelo plenário do Senado. A comissão aprovou requerimento, nesta terça-feira (1), para que a proposta tramite em regime de urgência na casa.

Comente aqui

Economia

Multinacional gera mais de 3 mil novos empregos no RN

A EXPECTATIVA É GERAR MAIS DE 3 MIL VAGAS DE TRABALHO NA UNIDADE ATÉ 2017.

A EXPECTATIVA É GERAR MAIS DE 3 MIL VAGAS DE TRABALHO NA UNIDADE ATÉ 2017.

O governador Robinson Faria recebeu na manhã desta terça-feira (01), a diretora de Capital Humano da Teleperformance, Simone Nunes, para falar sobre a abertura de novos empregos no Rio Grande do Norte. A multinacional já possui uma unidade no município de São Gonçalo do Amarante e acaba de instalar uma nova em Parnamirim. A expectativa é gerar mais de 3 mil vagas de trabalho na unidade até 2017.

“É muito importante a abertura de novos empregos para a população nesse momento de recessão econômica. Enquanto algumas empresas estão fechando as portas, a Teleperformance resolveu apostar e confiar no Rio Grande do Norte. Estaremos sempre de portas abertas para o diálogo e queremos colaborar da melhor forma possível para efetivar a instalação de empresas e criar oportunidades no Estado”, explicou o chefe do executivo estadual.

O Rio Grande do Norte é o segundo Estado do Brasil a receber a instalação da empresa. De acordo com Simone Nunes, durante as pesquisas foi decidido que o estado potiguar era o que oferecia mais vantagens. “Quando decidimos expandir o mercado para fora de São Paulo, procuramos um estado favorável para crescimento, com equilíbrio econômico e pessoas comprometidas e cordiais. E foi justamente isso que encontramos no Rio Grande do Norte”, disse a diretora. Ela ainda afirmou que a empresa tem expectativas de continuar crescendo no RN e futuramente abrir uma nova unidade.

Também participaram da audiência o secretário de Desenvolvimento Econômico, Flávio Azevedo e o de Relações Institucionais, Getúlio Ribeiro.

A Teleperformance
A empresa francesa é líder mundial em relacionamento multicanal e está presente em 65 países. A Teleperformance chegou ao Brasil em 1998 e possui 10 unidades, sendo oito em São Paulo e duas no Rio Grande do Norte, empregando mais de 18 mil colaboradores.

No Rio Grande do Norte, abriu a primeira unidade no município de São Gonçalo do Amarante em 2014, com cerca de 3.200 vagas de emprego. Em Parnamirim, a empresa começou a funcionar este ano e até 2017, vai empregar mais de 3 mil pessoas.

Entre os principais serviços prestados estão: soluções digitais (mídias sociais, chat, e-mail), SAC, suporte técnico, centrais de vendas B2B, televendas (ativo e receptivo), pesquisas e cobrança.

Em 2015, a Teleperformance apresentou uma receita consolidada de €3.4 bilhões.

Comente aqui

Tecnologia

Aplicativo oferece desconto de 40% em multas e informações para condutores

 O APLICATIVO SISTEMA DE NOTIFICAÇÃO ELETRÔNICA (SNE), DO DENATRAN, VAI BARATEAR A NOTIFICAÇÃO DE MULTAS. (DIVULGAÇÃO/SERPRO)

O APLICATIVO SISTEMA DE NOTIFICAÇÃO ELETRÔNICA (SNE), DO DENATRAN, VAI BARATEAR A NOTIFICAÇÃO DE MULTAS. (DIVULGAÇÃO/SERPRO)

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) lançou hoje (1º) o Sistema de Notificação Eletrônica (SNE) para facilitar a comunicação de infrações de trânsito pelos órgãos de autuação e para identificar o perfil dos infratores. Os condutores de veículos poderão fazer o download do aplicativo no celular e terão a opção de pagar a multa com 40% de desconto.

“Além de nós termos a certeza de que as infrações serão comunicadas, vamos ter um canal confiável para fazer chegar as campanhas educativas voltadas para os perfis específicos de condutores. Àquele que tem o hábito de cometer infrações muito específicas, como de velocidade ou mexer no celular enquanto dirige, vamos mostrar quais as reais consequências deste tipo de infração”, disse o coordenador geral de Qualidade do Fator Humano no Trânsito do Denatran, Francisco Garonce.

Segundo Garonce, o objetivo do aplicativo é levar o condutor a repensar sua infração e mudar de comportamento no trânsito. Apesar de a tendência de reduzir a arrecadação na medida em que houver mudança de postura, a receita com a multas vai chegar rápido aos órgãos autuadores.

O desconto será concedido apenas para aqueles que reconhecerem a infração assim que receber a notificação no aplicativo, sem apresentar defesa prévia e recurso. O sistema gerará um código de barras para pagamento no próprio aplicativo.

O coordenador do Denatran alerta aos condutores que o departamento não fará comunicação por e-mails, mensagens SMS e outros mecanismos de comunicação via internet e que os usuários precisam estar atentos para evitar tentativas de fraudes.

Órgãos participantes

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), que registra multas em rodovias federais, e o Departamento de Trânsito (Detran) de Santa Catarina já estão integrados ao sistema. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), que aplica multas por excesso de peso e ou de velocidade por meio dos postos de pesagem e lombadas eletrônicas, está em finalização. Outros Departamentos de Trânsito (Detran) locais já manifestaram o interesse em aderir.

O SNE está integrado à base única do Registro Nacional de Infrações de Trânsito (Renainf), onde já ficam registradas as multas interestaduais. Segundo o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), que desenvolveu o aplicativo, todos os órgãos do Sistema Nacional de Trânsito podem aderir ao SNE voluntariamente e as ocorrências locais passarão a ser computadas. Nesta primeira etapa do SNE, estão aptos a aderir ao sistema mais de 1,6 mil órgãos autuadores em todo o Brasil integrados ao Renainf, que registram 16 milhões de multas ao ano.

Redução de custos

Além de acelerar a entrega e garantir que o condutor seja notificado, o SNE vai reduzir os custos de envio e de impressão de notificações e multas. O custo anual da PRF com o envio de multas é em torno de R$ 50 milhões. Já o Dnit gastou só este ano quase R$ 70 milhões com o pagamento dos Correios para envio dos documentos.

“Nós também temos as questões de controle do processamento, equipe para fazer guarda de documentos e recursos, essa redução é bastante significativa. Quanto mais a sociedade aderir, mais fácil vai ficar para o usuário e para os órgãos”, disse o representante do Dnit, Leonardo Rodrigues.

Até 45 dias após a adesão ao sistema, o condutor receberá tanto a notificação eletrônica quanto a impressa; após esse prazo, apenas a eletrônica. Quem não aderir ao sistema continuará recebendo as notificações em papel em 30 dias e poderá fazer o pagamento da multa com 20% de desconto até o vencimento.

O sistema para celular já está disponível para pessoas físicas no sistema Android e, a partir do dia 7 de novembro, também no iOS. A partir de 15 de novembro, pessoas jurídicas, como frotas de aluguel de carros e transportadoras, poderão utilizar a ferramenta pelo computador. O sistema para computador estará disponível para o cidadão a partir do dia 22 deste mês.

Após se cadastrar no aplicativo, o usuário pode inserir os dados de um ou mais veículos e receber infrações aplicadas pelos órgãos que aderiram ao sistema. O aplicativo oferece ainda a possibilidade de visualizar detalhes de cada multa e fazer o download do formulário de indicação do condutor responsável pela infração.  Segundo o Denatran, o SNE é um sistema em construção e será aprimorado para receber novas funções, como a indicação do condutor no próprio aplicativo.

Nova lei de trânsito

O desenvolvimento do aplicativo foi possível com a edição da Lei n.º 13.281, sancionada em maio deste ano, que alterou as regras do Código de Trânsito Brasileiro.

Com a nova lei, as multas por infração de trânsito ficam mais caras a partir de hoje. “É importante que as multas tenham um peso que o infrator sinta-se penalizado. Agora, o Sistema de Notificação Eletrônica vem para amenizar esse aumento do valor dando esse desconto de 40%”, afirmou Garone. A nova legislação prevê sanções para quem conduzir ciclomotores – a chamada “cinquentinha” – sem habilitação ou permissão na categoria A ou Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC).

Comente aqui

Economia

Venda de veículos cai 0,57% em outubro ante setembro, diz Fenabrave

NA COMPARAÇÃO COM OUTUBRO DO ANO PASSADO O MERCADO TEM RETRAÇÃO MAIS INTENSA, DE 17,22%

NA COMPARAÇÃO COM OUTUBRO DO ANO PASSADO O MERCADO TEM RETRAÇÃO MAIS INTENSA, DE 17,22%

A venda de veículos novos no Brasil teve queda de 0,57% em outubro ante setembro, para 159.049 unidades, informou nesta terça-feira, 1º de novembro, a Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). O mês de outubro, no entanto, contou com um dia útil a menos (20). Na média diária, portanto, houve crescimento de 4,4%, para 7,9 mil unidades, em levantamento que considera os segmentos de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

Na comparação com outubro do ano passado o mercado tem retração mais intensa, de 17,22%. Mas como também há um dia útil a menos em outubro deste ano, a média diária tem recuo menor, de 13,1%. No acumulado do ano, a venda de veículos novos alcança 1,667 milhão de unidades, baixa de 22,28% ante o resultado registrado em igual período de 2015.

Por segmento, automóveis e comerciais, juntos, somam 154.875 unidades vendidas em outubro, praticamente estável em relação a setembro, com queda de 0,06%. Na comparação com outubro do ano passado, o recuo é de 16,4%. De janeiro a outubro, os emplacamentos dos dois segmentos totalizam 1,613 milhão de unidades, declínio de 21,92% sobre o volume alcançado em igual intervalo do ano passado.

No mercado de caminhões, foram emplacadas 3.417 unidades em outubro, baixa de 17,74% ante o volume de outubro e recuo de 40,92% em relação a setembro do ano passado. Nos primeiros dez meses, os licenciamentos chegaram a 42.067 caminhões, retração de 31,55% ante igual período de 2015.

Entre os ônibus, foram vendidas 757 unidades, queda de 8,57% em comparação com o número de emplacamentos em setembro. Em relação a outubro de 2015, o volume comercializado representa recuo de 30,61%. De janeiro a outubro, foram emplacados 11.913 ônibus, recuo de 32,56% sobre o nível de igual período do ano passado.

As quedas no mercado de veículos no Brasil ainda refletem a alta continuada do desemprego e o crédito restrito por parte das instituições financeiras. Representantes de associações do setor automotivo, como a Anfavea e a Fenabrave, acreditam que o quarto e último trimestre de 2016 deve marcar a retomada das vendas. Para o ano inteiro, no entanto, a projeção da Anfavea é de queda de 19%, considerando todos os segmentos.

 

Agencia Estado

Comente aqui

Natal

Segunda edição do projeto “Nossa Orla” vai movimentar as praias do Meio e Redinha

A PRIMEIRA EDIÇÃO DO PROJETO ACONTECEU DE DEZEMBRO DE 2015 A JANEIRO DE 2016 NA PRAIA DO MEIO

A PRIMEIRA EDIÇÃO DO PROJETO ACONTECEU DE DEZEMBRO DE 2015 A JANEIRO DE 2016 NA PRAIA DO MEIO

Música, esporte, lazer, educação ambiental, Festival Gastronômico de Ginga, saúde e qualidade de vida estarão reunidos na Praia do Meio e Redinha a partir do dia 19 de novembro, na segunda edição do projeto “Nossa Orla”, que se estenderá até 17 de dezembro, sempre aos sábados. Nesta edição, o projeto da Prefeitura do Natal executado pela Secretaria Municipal de Turismo (Setur), terá uma parceria com o Departamento de Turismo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e contará com o apoio de várias secretarias municipais.

Durante os cinco sábado de execução do projeto serão abordados cinco temas: educação ambiental; cultura e lazer; turismo, ocupação e renda; saúde e cidadania; esporte e qualidade de vida. Uma das novidades dessa edição será a participação das Escolas Municipais Professora Laura Maia, Santos Reis, Nossa Senhora dos Navegantes e Professora Noilde Ramalho. Os alunos participarão de oficinas educativas com as temáticas “Meio Ambiente”, “Exploração do Turismo Sexual” e “Informações Turísticas”, ministradas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), UFRN e Setur.
Outra novidade do projeto será o “Festival Gastronômico da Ginga”, que abrirá espaço para uma variedade de pratos que terá a ginga como carro chefe (escondidinho de ginga, bolinho de ginga, dentre outros), além de uma exposição fotográfica também contemplando a ginga. As atividades que serão realizadas envolvem gincana, mutirão, danças folclóricas e modernas, campeonato de vôlei, Beach Soccer (campeonato de areia) e treino funcional.

A primeira edição do projeto aconteceu de dezembro de 2015 a janeiro de 2016 na Praia do Meio. A segunda edição traz algumas alterações e novidades: o projeto acontecerá apenas aos sábados, das 8h às 12h e contemplará também a praia da Redinha. O local de concentração este ano será em frente ao Hotel Reis Magos, já na Redinha o local escolhido foi o largo João Alfredo.

O projeto “Nossa Orla” conta com o apoio das secretarias de Educação (SME), Segurança e Defesa Social (Semdes) Companhia de Serviços Urbanos de Natal (Urbana), Administração (Semad), Esportes e Lazer (SEL), Comunicação Social (Secom), Serviços Urbanos (Semsur), Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte), Trabalho e Assistência Social (Semtas), Planejamento (Sempla), Procon Natal e Saúde (SMS), Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), Ministério do Trabalho, Procon e Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Comente aqui

Turismo

Região serrana de Pernambuco será destino de excursão promovida pelo Sesc

 O VERDE DAS PAISAGENS E O CLIMA DE MONTANHA FAZEM A CIDADE DE GARANHUNS SER RECONHECIDA COMO “A SUÍÇA PERNAMBUCANA”

O VERDE DAS PAISAGENS E O CLIMA DE MONTANHA FAZEM A CIDADE DE GARANHUNS SER RECONHECIDA COMO “A SUÍÇA PERNAMBUCANA”

Situada entre sete colinas, a cidade de Garanhuns, no estado de Pernambuco, é conhecida pelo seu clima de montanha e paisagem exuberante cercada de verde e flores em suas diversas praças. É nesse clima que o Sistema Fecomércio RN, por meio do Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN), convida a todos para participar de mais uma excursão do Turismo Social, com vendas abertas a partir de segunda-feira (05) na Central de Atendimento do Sesc Cidade Alta, em Natal.
A excursão Garanhuns, a Suíça pernambucana será realizada entre os dias 18 e 21 de novembro, e foi pensada para quem quer aproveitar o feriadão gastando pouco. No roteiro, estão previstas visitações à Casa do Licor, Fábrica da Cocada, Casa do Chocolate, Casa do Artesão, Galeria Galpão e Tapiocaria, além de um city tour pelos principais pontos turísticos da cidade.
O pacote Garanhuns, a Suíça pernambucana oferece ao turista todos os almoços, hospedagem no Centro de Turismo e Lazer Sesc Garanhuns com café da manhã, visitas guiadas, city tour, ônibus executivo, serviço de bordo e seguro viagem. Os valores variam conforme a categoria de associado Sesc e o tipo de apartamento, sendo possível dividir em até 10X nos cartões Hiper, Visa e Master. O número de vagas é limitado.
Turismo Social
O Sesc promove passeios pelo RN e outros estados por meio do seu Turismo Social, retomado em 2016. Já foram realizadas excursões para João Pessoa, Festival Literário Sesc Infantojuvenil em São Miguel do Gostoso, Riquezas Minerais (Currais Novos, Santa Cruz e Sítio Novo), Serras do Meu RN (Martins e Portalegre), além de estarem previstos os passeios Caminhos do Frio (Alagoa Grande, Areia e Bananeiras, na Paraíba) e Pipa das Letras (FliPipa).
O Turismo Social visa proporcionar novas oportunidades de lazer, integração e enriquecimento cultural por meio de passeios a custos acessíveis. A missão do Sesc na área é de criar possibilidades para que as pessoas conheçam o Brasil, democratizando o acesso a viagens, passeios e hospedagens.
Serviço:
  • O quê? Sesc promove passeio para região serrana de Pernambuco
  • Quando? 18 a 21/11 | Saída do Sesc Potilândia às 5h
  • Quando e onde comprar? A partir do dia 25/07 | Central de Atendimento do Sesc Cidade Alta (Rua: Cel. Bezerra, 33) | Segunda a sexta-feira, das 7h às 19h
  • Valor por pessoa?
  • Apto duplo: 10X R$74 (comerciário) | 10X R$ 89 (conveniado) | 10X R$ 97 (usuário)
  • Apto triplo: 10X R$ 73 (comerciário) | 10X R$ 81 (conveniado) | 10X R$ 95 (usuário)
  • Tarifas para crianças?
  • •0 a 1 ano e 11 meses não pagam
  • •2 anos a 5 anos e 11 meses será cobrado 50% do valor de cada categoria
  • •6 aos 10 anos e 11 meses pagam 70% do valor de cada categoria
  • •A partir dos 11 anos, o valor cobrado será integral
  • Mais informações: (84) 3133-0360
  • VAGAS LIMITADAS

Comente aqui

Política

George Soares se pronuncia em defesa da UERN

GEORGE SOARES CITOU A LUTA DE SEU MANDATO EM REFORÇAR AS AÇÕES DA UERN.

GEORGE SOARES CITOU A LUTA DE SEU MANDATO EM REFORÇAR AS AÇÕES DA UERN.

A discussão sobre a federalização ou privatização da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) motivou o pronunciamento na sessão desta terça-feira (1) do deputado George Soares (PR). Ele pediu mais respeito para a instituição e defendeu que os rumos da universidade sejam discutidos internamente.

“A UERN dá a oportunidade, através da educação, de um homem do campo se tornar um médico, são poucas as universidades que dão essa oportunidade. E não falo aqui apenas do Campus de Assu, da minha região, mas de todos os campis no Estado. A UERN merece ser respeitada. Qualquer discussão externa não renderá bons frutos. Essa discussão sobre federalização da instituição precisa ser interna, com seus docentes, funcionários e alunos”, disse o parlamentar.

George Soares citou a luta de seu mandato em reforçar as ações da UERN. Através de emendas individuais o campus de Assu foi climatizado e beneficiado com um ônibus. “Também indicamos recursos para a reforma do campus através do projeto de empréstimo do Banco do Brasil”, concluiu.

Comente aqui