Últimas do FM

Cidades Política

Projeto prevê instalação de bicicletários em prédios públicos de Natal

INICIATIVA É DA VEREADORA EUDIANE MACEDO

Por unanimidade, a Câmara Municipal de Natal aprovou em segunda discussão, durante a sessão ordinária da quarta-feira (24), o Projeto de Lei nº 110/2016 de autoria da vereadora Eudiane Macedo (SD), subscrito pelos vereadores Raniere Barbosa (PDT), presidente da Casa, e Sandro Pimentel (PSOL), que dispõe sobre a instalação de bicicletários nos prédios públicos da capital potiguar.

O texto foi elaborado com o objetivo de criar condições para o uso da bicicleta como meio de transporte alternativo, valorizar a mobilidade urbana sustentável e incentivar hábitos saudáveis na população, começando pelos servidores públicos municipais.

“Acredito que a instalação de bicicletários como peças de mobiliário urbano, no maior número de estabelecimentos públicos, vai contribuir para o uso de bicicletas, sem causar transtornos e contribuindo para o meio ambiente”, explicou a vereadora Eudiane Macedo. “O que se pretende é assegurar um local adequado e seguro para o estacionamento das bikes”, concluiu.

De acordo com o presidente Raniere Barbosa, a colocação de bicicletários gratuitos é uma estratégia para melhorar a qualidade de vida na cidade. “Muitas pessoas já me disseram que gostam de andar de bicicleta, mas acabam desistindo porque não tem um lugar para deixar a “magrela”. A partir de agora, pelo menos nos espaços públicos pertencentes ao Município, esta demanda será atendida”.

Também em segunda discussão, foi acatada uma matéria encaminhada pelo vereador Franklin Capistrano (PSB), que institui o Dia do Jogador de Futebol, a ser comemorado no dia 28 de setembro, data que marca a realização, em 1928, da primeira partida profissional de futebol no Estádio Juvenal Lamartine. “Trata-se de valorizar a história do nosso esporte e dessa paixão nacional chamada futebol”, destacou.

Em seguida o plenário rejeitou o parecer contrário da Comissão de Justiça ao Projeto de Lei nº 127/2015 apresentado pelo vereador Fernando Lucena (PT) determinando que as unidades que integram a frota do Sistema de Transportes Coletivos só poderão ser emplacadas mediante quitação das multas.

“Vejam, se o cidadão comum não pagar suas multas, fica sem o certificado de quitação do Detran, podendo ser parado em qualquer blitz. Já os empresários que controlam os ônibus urbanos não pagam multas de trânsito nem de transporte e podem andar normalmente. E não é justo cobrar tributos apenas dos pobres para garantir regalias aos ricos. Então, queremos que as empresas paguem o que devem e que o dinheiro das multas seja aplicado na educação e saúde”, defendeu Fernando Lucena.

Ao final da sessão, os edis criaram e regulamentaram, por iniciativa do vereador Sueldo Medeiros (PHS), a Frente Parlamentar de Engenharia, Arquitetura, Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano. “Será um fórum permanente para debater o desenvolvimento urbano de Natal. Pensamos em fazer reuniões itinerantes, para conhecer de perto a situação de cada região”, concluiu o autor da proposição.

Comente aqui


Cultura

Pinacoteca recebe exposição fotográfica “Oriente-se”

A exposição “Oriente-se” é uma viagem ao continente asiático conduzida pelo fotógrafo Lucas Viegas. A mostra será na Pinacoteca do Estado, com vernissage no dia 1º de junho (quinta-feira), das 18h30 às 21h30. A entrada é gratuita.

Lucas Viegas passou dois anos na Ásia e trouxe de imagens de lugares como Cingapura, Malásia, Filipinas, China, Indonésia, Tailândia, Vietnã e Camboja.

Comente aqui


Jurídico

Tribunais ampliam quadro de pessoal da justiça de primeiro grau

DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA. Gil Ferreira/Agência CNJ

Diversos Tribunais já adotaram as medidas para redistribuição de servidores e as respectivas dotações orçamentárias com objetivo de priorizar a força de trabalho do primeiro grau da Justiça, em cumprimento à Resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) n. 219/2016, cujo prazo para implementação se encerra dia 1º de julho.

No Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), por exemplo, após uma reforma na estrutura dos cargos, feita em março, a distribuição de recursos com a remuneração de servidores comissionados passou a ser de 75% no primeiro grau e 25% no segundo – até então, havia 54,81% dos recursos no primeiro grau e 45,19% no segundo. Outros projetos de reestruturação de cargos estão em curso no Tribunal de Justiça do Piauí (TJPI), Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais (TRT-MG) e no Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDFT).

A priorização do primeiro grau de Justiça é uma das mais importantes políticas do CNJ. De acordo com o Relatório Justiça em Números, do CNJ, 92% dos processos que tramitam na justiça estão em primeira instância. O Primeiro Grau de jurisdição concentra 86% dos processos que ingressaram nos últimos três anos no Judiciário brasileiro e 83% dos servidores do Judiciário. Conforme o relatório, um juiz de primeiro grau tem uma carga de trabalho duas vezes maior que um magistrado de segunda instância.

Dessa forma, os dados retratam que a primeira instância tem maior quantitativo de casos novos e carga de trabalho. A produtividade por magistrado é a mais elevada quando comparada com outros servidores da área judiciária, fatores que indicaram a necessidade de migração de pessoal do segundo para o primeiro grau, conforme prevê a Resolução 219/2016.

Há pouco mais de um mês para o término do prazo de cumprimento da resolução, que determina a distribuição adequada de servidores ao volume de processos recebidos, os tribunais já se movimentaram para tirá-la do papel.

Em março, o TJDFT transferiu 400 funções comissionadas do segundo para o primeiro grau para dar maior agilidade no julgamento dos processos judiciais, por meio da Portaria do TJDFT n. 302 de 23 de fevereiro de 2017.

A estratégia do tribunal foi aumentar o número de servidores na área-fim do tribunal, ou seja, na atuação junto aos processos. “O que houve foi uma transferência de 35% do orçamento gastos com funções comissionadas para o primeiro grau e manteve-se um funcionamento adequado e mais otimizado das áreas administrativas, que são muito importantes”, diz o juiz assistente da presidência do TJDFT Carlos Alberto Martins Filho.

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Minas Gerais, que conta com 158 varas, está realizando a equalização da força de trabalho pela redistribuição voluntária de servidores, obedecendo às regras de editais lançados pelo tribunal.

Atualmente o tribunal conta com 2.537 servidores na primeira instância e 609 em segunda grau. De acordo com Ricardo Marques, diretor geral do TRT-MG, o tribunal está muito próximo de atingir o percentual ideal na distribuição orçamentária. “Atualmente 72% do orçamento vão para o primeiro grau e 28% para o segundo, quando o correto seria 80% e 20%, respectivamente”, disse Marques.

Para realizar a redistribuição dos servidores e do orçamento, o tribunal instituiu um grupo multidisciplinar de 17 membros – com representantes de juízes e servidores -, para definir as medidas para aplicação da resolução CNJ 219.

“É fundamental debate entre servidores e magistrados, a aplicação desta resolução não é um trabalho que possa ser discutido nem gabinete de portas fechadas”, afirma Marques.

Assistência ao magistrado

O Tribunal de Justiça cearense também conseguiu equalizar a força de trabalho, rompendo com a histórica concentração de pessoal no segundo grau de Justiça. No dia 3 de abril, o governo do Ceará sancionou a Lei Estadual nº 16.208, resultado de projeto de lei elaborado pelo Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), que reformou a estrutura dos cargos comissionados do Poder Judiciário cearense.

Na prática, a lei permitiu a redução de 81 cargos no segundo grau e 398 novos cargos na estrutura do 1º grau. “Com essa medida, todas as 398 unidades da Justiça de 1º Grau ganharam um cargo de assistência direta ao magistrado, medida que impactará positivamente a atividade-fim, com incremento da produtividade das Varas e Juizados”, disse o juiz Marcelo Roseno, auxiliar da presidência do TJCE.

De acordo com ele, os assistentes trabalharão diretamente com a elaboração de minutas de despachos, decisões e sentenças, sob a orientação do magistrado, possibilitando um ganho considerável de agilidade no andamento dos processos.

“Como a demanda de casos novos no Poder Judiciário do Ceará revela, em média, que 90% deles têm início no primeiro grau, é lá que devem estar concentrados, proporcionalmente, os recursos gastos com a remuneração dos comissionados e a força de trabalho”, afirma o juiz Roseno.

Agregar comarcas e aumentar a eficiência

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJPI) adotou diversas estratégias para reequilibrar a força de trabalho, a começar por agregar comarcas que tinham pouca demanda – menos de 300 processos distribuídos por ano -, permitindo o deslocamento de servidores para locais com mais demanda do Judiciário.

De acordo com o desembargador Erivan Lopes, presidente do TJPI, um exemplo foi a migração de 12 servidores de duas comarcas vizinhas, nas cidades de Francisco Santos e Bocaina, para a comarca de Picos.

Outra medida do tribunal piauiense foi a restrição das despesas do segundo grau, por meio de um plano de aposentadoria voluntária que permitiu que 120 servidores do tribunal que não se adaptavam ao Processo judicial-Eletrônico (PJ-e) se aposentassem. Além disso, foram criados 110 novos cargos de assessor de juiz para atuar nas 65 comarcas, além da nomeação de 76 analistas judiciários e oficiais de justiça para atuação exclusiva no primeiro grau de Justiça.

O desembargador Erivan Lopes disse que hoje todo juiz do Piauí pode contar com um assessor jurídico em cargo comissionado. Aqueles que têm mais de 600 processos distribuídos por ano podem contar com dois assessores e, os que têm mais de 1200 processos por ano, possuem agora um terceiro assessor.

O TJPI possui 2600 servidores – atualmente 55% deles estão no primeiro grau e 45% no segundo. De acordo com Erivan Lopes, a proposta para reestruturar os cargos, que será enviada em junho para aprovação no plenário da corte, eleva essa proporção para 70% dos servidores no primeiro grau e 30% no segundo.

“O objetivo é remanejar os servidores de modo a atender à proporcionalidade da quantidade de processos. Com as mudanças já feitas, a produtividade do primeiro grau já começou a melhorar”, disse o desembargador Lopes.

 

Agência CNJ de Notícias

Comente aqui

Cidades

Detran e Projeto Vida no Trânsito promovem curso gratuito para motocilistas

AULA SERÁ NO ESTACIONAMENTO DO ESTÁDIO ARENA DAS DUNAS

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran), juntamente com as instituições envolvidas no projeto Vida no Trânsito, organiza no próximo sábado (27) o curso de Pilotagem Consciente intitulado “Eu levo a consciência sobre duas rodas”, que será realizado das 8h às 14h no estacionamento do estádio Arena das Dunas, situado no bairro de Lagoa Nova. O curso faz parte das ações do movimento Maio Amarelo.

Serão abordados conteúdos como direção defensiva, equipamentos de segurança, noções de mecânica e pilotagem preventiva.

Estão disponíveis 100 vagas com inscrições gratuitas que poderão ser feitas através do telefone (84) 9.9922.2136, bastando o interessado enviar uma foto com a CNH comprovando estar apto nas categorias A ou ACC, as demais orientações serão repassadas assim que a inscrição for feita.

Os primeiros 80 inscritos que chegarem ao local no dia do curso serão presenteados com kits educativos. No início do mês esse mesmo curso foi realizado na Avenida Itapetinga, na zona Norte da capital, e contou com a participação de 60 motociclistas. O diferencial do curso a ser realizado no próximo sábado é que o mesmo também vai orientar condutores com motocicleta de alta cilindrada.

Dados do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel apontam que no ano de 2016 foram registradas 8.902 vítimas de acidentes de moto. Desse total, 70% usavam capacete de forma inadequada ou não o utilizavam e 80% possuíam sinais de ingestão de bebida alcoólica.

Além do Detran, participam do projeto Vida no Trânsito a Polícia Rodoviária Estadual (CPRE); Polícia Rodoviária Federal (PRF);Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU); Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU); Secretaria Municipal de Saúde (SMS); Sest/Senat; Ministério Público do RN (MP); Corpo de Bombeiros Militar (CBM); Secretaria de Saúde do Estado (Sesed); UFRN; Ong Trânsito Consciente; e a Associação dos Ciclistas do Rio Grande do Norte (Acirn).

Assessoria de Comunicação Detran/RN

Comente aqui

LAVA JATO Ministério Público

Operação investiga irregularidades em obras da Ferrovia Norte-Sul


EMPRESAS PÓLIS CONSTRUÇÕES E NOROESTE IMÓVEIS, BEM COMO A SEDE DA IMOBILIÁRIA ÁGUA BOA TIVERAM BUSCAS E APREENSÕES

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO) deflagram na manhã de hoje a Operação De Volta aos Trilhos, que investiga crimes de lavagem de dinheiro decorrente do recebimento de propina nas obras da Ferrovia Norte-Sul.

A operação, que é um desdobramento da Lava Jato e uma nova etapa das operações O Recebedor e Tabela Periódica, cumpre dois mandados de prisão preventiva, sete de busca e apreensão e quatro de condução coercitiva em Goiás e no Mato Grosso.

A operação baseia-se em acordos de colaboração premiada assinados com o MPF/GO pelos executivos das construtoras Camargo Corrêa e da Andrade Gutierrez, que confessaram o pagamento de propina ao então presidente da Valec, José Francisco das Neves, o Juquinha, bem como em investigações da Polícia Federal em Goiás, que levaram à identificação e à localização de parte do patrimônio ilícito mantido oculto em nome de terceiros (laranjas).

Os principais alvos da operação são Juquinha, seu filho Jader Ferreira das Neves e o advogado Leandro de Melo Ribeiro. Os dois primeiros são suspeitos de continuarem a lavar dinheiro oriundo de propina, mantendo oculto parte do patrimônio. O advogado Melo Ribeiro é suspeito de ser laranja de Juquinha e seu filho e de auxiliá-los na ocultação do patrimônio.

A pedido do Ministério Público, a Justiça de Goiás determinou as prisões preventivas de Jader e de Leandro, além das conduções coercitivas de Juquinha, do advogado Mauro Césio Ribeiro (sócio e pai de Leandro), de Jeovano Barbosa Caetano e de Fábio Junio dos Santos Pereira, suspeitos de prestarem auxílio para a execução de atos de lavagem.

As buscas e apreensões têm como alvo as casas dos investigados, a sede das empresas Pólis Construções e Noroeste Imóveis, que funcionariam no escritório de advocacia de Mauro Césio e Leandro Ribeiro, bem como a sede da Imobiliária Água Boa.

Condenação

Juquinha e seu filho já foram condenados na operação Trem Pagador (Ação Penal nº 18.114-41.2013.4.01.3500) a, respectivamente, 10 e 7 anos de reclusão por formação de quadrilha e lavagem de aproximadamente R$ 20 milhões provenientes da prática de crimes de cartel, fraudes em licitações, peculato e corrupção nas obras de construção da Ferrovia Norte-Sul, praticados por Juquinha quando presidiu a empresa pública Valec. Ambos aguardavam o julgamento de seus recursos em liberdade.

As prisões foram pedidas porque se apurou que os investigados, mesmo depois de condenados, continuavam a cometer crimes de lavagem de dinheiro. De acordo com nota do MPF/GO, ambos estão “em plena atividade criminosa”, além de estarem produzindo provas falsas no processo para ludibriar o juízo e assegurar impunidade. Eles são acusados também de custearem parte de sua defesa técnica com dinheiro de propina.

Um dos objetivos da Operação é o sequestro e apreensão de bens que, de acordo com o Ministério Público estão em nome de terceiros como forma de ocultar a real propriedade e a origem dos recursos usados para a sua aquisição.

 

Da Agência Brasil

Comente aqui

Polícia

Confirmada fuga de presos da Penitenciária de Parnamirim, na madrugada desta quinta-feira

Segundo PM, detentos escaparam por um túnel  (Foto: Divulgação/PM )

SEGUNDO PM, DETENTOS ESCAPARAM POR UM TÚNEL (FOTO: DIVULGAÇÃO/PM ) 

O diretor da Penitenciária Estadual de Parnamirim confirmou na manhã desta quinta-feira (25) a fuga de detentos através de um túnel. Ainda não se sabe a quantidade de presos que conseguiram escapar. Oito foram recapturados.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 4h e faz a segurança ao redor da unidade. Um túnel foi descoberto. Segundo Adailton Pessoa, diretor da PEP, somente após a recontagem será possível afirmar o número de detentos que conseguiram escapar.

Segundo a PM, pelo menos dois veículos deram apoio resgatando os detentos. Os fugitivos também trocaram de roupa para dificultar a identificação.

Fonte: G1/RN

Comente aqui

Jurídico

OAB protocola pedido de impeachment de Temer nesta quinta

 

Uma semana após o início da maior crise do governo Temer, a pressão continua sobre o presidente e a turbulência política deve ter um novo capítulo hoje. A OAB prometeu entregar à tarde o pedido de impeachment do presidente. A formalização do documento na Câmara ocorre no dia seguinte à chegada do Exército às ruas de Brasília. Uma resposta de Temer às manifestações, que acabaram em confronto, quebra-quebra e depredação de prédios públicos.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, marcou para hoje a entrega da denúncia com o pedido formal de impeachment contra o presidente Michel Temer.

O documento, endossado por representantes da entidade em 24 estados e o DF, será juntado a outros 16 pedidos de impeachment que já foram protocolados na Câmara.

A OAB identificou crime de responsabilidade ‘indiscutível’ em dois trechos da conversa entre Temer e o dono da JBS, Joesley Batista.

Caberá ao presidente da Câmara decidir se aceita ou não os pedidos para abrir o processo que pode tirar Temer do poder. Ontem, Rodrigo Maia afirmou que é preciso ter paciência e que a decisão não será tomada ‘da noite para o dia’

Comente aqui

Política

FHC, Lula e Sarney: três ex-presidentes articulam o pós-Temer

BRASÍLIA, DF, BRASIL, 16-05-2012, 12h00: Presidente do STF, ministro Ayres Britto, presidente da Camara, Marco Maia, presidente do Senado, e ex-presidente Jose Sarney, ex-presidente Lula, presidente Dilma Rousseff, vice-presidente Michel Temer, ex-presidente FHC, ministro do STJ, Gilson Dipp e o ex-presidente e senador Fernando Collor, o membroda Comissao Jose Carlos Dias falando participam no palácio do Planalto, da cerimonia de Instalacao da Comissao Nacional da Verdade. (Foto: Lula Marques/Folhapress, PODER)

EM 2012, EX-PRESIDENTES JOSÉ SARNEY, LULA E FHC SE REUNIAM COM A ENTÃO MANDATÁRIA DILMA ROUSSEFF E SEU VICE, MICHEL TEMER

As articulações para a substituição do presidente Michel Temer evoluíram nas três principais forças políticas do país –PMDB, PSDB e PT– e agora envolvem diretamente três ex-presidentes da República: Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e José Sarney.

Desde a última quinta (18), quando foram divulgados os detalhes da delação da JBS que envolvem Temer, eles têm liderado conversas suprapartidárias em busca de um consenso para a formação de um novo governo, caso o peemedebista seja cassado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Os três caciques, pontos de contato nos diálogos que acontecem reservadamente em Brasília e São Paulo, cuidam para que os debates não ganhem caráter partidário.

As conversas estão pulverizadas, uma vez que, por ora, cada sigla traça caminhos diferentes para o desfecho da crise.

Do lado do PSDB, fiel da balança do governo, FHC se tornou referência e, segundo relatos de tucanos, já abriu contato com parlamentares do PT. Além disso, é o mais importante interlocutor do presidente do TSE, Gilmar Mendes, considerado “peça-chave” para viabilizar a saída institucional de Temer.

“O Brasil exige o que temos de melhor e não o que temos de pior”, disse à Folha o senador Jorge Viana (PT-AC), um dos emissários petistas nas conversas com integrantes do PSDB e do PMDB.

Nesta semana, Viana esteve em dois jantares na casa da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) para discutir soluções com aliados do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), líder peemedebista no Senado e opositor de Temer.

Na terça-feira (23), o senador petista se encontrou com Lula. O ex-presidente disse que o partido precisa insistir na defesa das eleições diretas. Até aqui, Lula não acredita que um perfil “de centro” será incluído pela base de Temer no processo de eleições indiretas e diz que a ventilação do nome do ex-ministro Nelson Jobim, que tem sua simpatia, tem o objetivo de “adoçar a boca do PT”.

Apesar da determinação dada à cúpula petista, Lula se mantém disposto a conversar com as lideranças políticas que trabalham exclusivamente com a alternativa de eleições indiretas para escolher o sucessor ao Planalto.

Na avaliação de aliados de Temer, a escalada da crise, com os primeiros protestos violentos contra o governo, nesta quarta-feira (24), precipita uma concertação que envolve o trio de ex-presidentes.

Eles acreditam que a articulação suprapartidária pode reduzir a tensão do ambiente político e permitir uma transição suave a partir do julgamento do TSE, que começa no dia 6 de junho e pode tirar Temer do poder.

Nesse cenário, Lula tem sido estimulado a procurar FHC em busca de entendimento. Aliados de Temer consideram essa conversa fundamental porque o petista tem pontes com movimentos sindicais e sociais à frente dos protestos, e o tucano é o principal conselheiro do pilar de sustentação de Temer.

O ex-presidente José Sarney, por sua vez, esteve com Temer na segunda (22) e, no dia seguinte, recebeu parlamentares do PMDB e dirigentes tucanos.

Fonte: Folha de São Paulo

Comente aqui

Variedades

Do pequeno açougue ao luxo: 11 curiosidades sobre a JBS e os irmãos Batista

A apresentadora Ticiana Villas Bôas e seu marido, o empresário Joesley Batista

A APRESENTADORA TICIANA VILLAS BÔAS E SEU MARIDO, O EMPRESÁRIO JOESLEY BATISTA

A crise política envolvendo o presidente Michel Temer trouxe para o centro das atenções o empresário Joesley Batista que, junto com sua família, comanda a J&F, grupo que controla a JBS, entre outras marcas.

A história da família com a venda de carne começa com o pai de Joesley Batista, nos anos 1950, em Anápolis (GO), mas foi neste século que a empresa da família se tornou uma gigante, impulsionada por investimentos de R$ 8,1 bilhões do BNDES.

Nos últimos anos, a influência do grupo e da família que o controla, assim como a vida de luxo de seus membros, foram notícia em vários momentos.

Veja 11 curiosidades sobre a família Batista e suas empresas.

Reprodução/Youube/JBS

Origem da Friboi

O pai de Joesley e Wesley, José Batista Sobrinho, abriu em 1953 um açougue, chamado Casa de Carne Mineira, em Anápolis (GO). O frigorífico Friboi, porém, só seria fundado nos anos 1970. O nome é uma junção das palavras “frigorífico” e “boi”.

Compartilhe

Reprodução
Reprodução

Roberto Carlos carnívoro

O ator Tony Ramos é o principal garoto-propaganda da Friboi e apareceu em inúmeros comerciais da empresa. Em 2014, a JBS contratou o cantor Roberto Carlos a peso de ouro para estrelar seus comerciais, mas apenas uma peça foi ao ar. Nela, o cantor –conhecido vegetariano- contava que tinha voltado a comer carne. No comercial, porém, ele não aparece comendo, o que gerou muitas piadas em redes sociais. A JBS acabou rescindindo o contrato.

Compartilhe

Reprodução/Youtube/JBS
Reprodução/Youtube/JBS

Helicóptero de presente

O nome JBS foi dado em homenagem a José Batista Sobrinho (foto). Quando completou 80 anos, ele ganhou de presente dos filhos um helicóptero, segundo a revista “Piauí”. “É muito mais prático do que jatinho: o piloto aterrissa onde eu quero, não precisa de aeroporto”, disse.
Manuela Scarpa/Foto Rio News
Manuela Scarpa/Foto Rio News

Casamento badalado

Joesley Batista é casado com a apresentadora Ticiana Villas Bôas desde 2012. A festa teve cerca de mil convidados, entre eles o presidente Michel Temer e o ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, e foi decorada com 50.000 orquídeas brancas, segundo publicou a revista “Caras”. Ivete Sangalo e a dupla sertaneja Bruno e Marrone se apresentaram na festa.
Reprodução
Reprodução

Festa com Sean Penn

No ano passado, uma capa da revista “Caras” com Joesley Batista e Ticiana Villas Bôas gerou piadas nas redes sociais. A imagem era uma montagem com ao menos três fotos e não ficou perfeita, digamos assim. O casal estava nos EUA e foi a uma festa promovida pelo ator Sean Penn.
Raquel Cunha/Divulgação/TV Globo
Raquel Cunha/Divulgação/TV Globo

Ilha de Luciano Huck

Ticiana Villas Boas ganhou de presente de Joesley Batista uma casa em uma ilha de Angra dos Reis (RJ), segundo reportagem da revista “Piauí”. Ela foi comprada do apresentador Luciano Huck. Alvo de especulações sobre uma possível candidatura à Presidência, Huck foi criticado nas redes sociais por causa de fotos antigas em que aparece com Joesley.
Rodrigo Fonseca/AFP Photo
Rodrigo Fonseca/AFP Photo

Números astronômicos

Segundo o site da empresa, a JBS vende para mais de 150 países e tem operações em cinco continentes, com cerca de 230 mil colaboradores no mundo todo. Em 2015, faturou R$ 163 bilhões. É a líder global na produção de carne bovina, de frango, de carneiro e de processamento de couro.
Zanone Fraissat /Monica Bergamo
Zanone Fraissat /Monica Bergamo

Irmãos em lista da Forbes

Cinco irmãos Batista apareceram empatados na 66ª posição na lista dos 70 maiores bilionários brasileiros da revista Forbes Brasil em 2016. Além de Joesley e Wesley, Vivianne Mendonça Batista, Vanessa Mendonça Batista e Valére Mendonça Batista Ramos estão lá. Todos tinham patrimônio de R$ 3,1 bilhões, segundo a revista.
José Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo
José Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo

Investigações da PF

As gravações de Joesley com Michel Temer e o acordo de delação premiada de executivos da JBS tiveram grande repercussão e agravaram a crise política brasileira. Mas empresas do grupo J&F e os irmãos Batista já foram alvos de cinco operações da Polícia Federal desde julho de 2016.
Paulo Liebert/AE
Paulo Liebert/AE

Irmão tentou ser político

O irmão mais velho de Joesley e Wesley, José Batista Júnior, é conhecido como Júnior Friboi. Ganhou o apelido por comandar a empresa durante mais de 20 anos, mas vendeu suas ações da J&F em 2013. Ele foi pré-candidato ao governo de Goiás pelo PMDB em 2014, mas largou a disputa. Outra curiosidade: Naquelas eleições, o filho de Joesley, Munir, foi convocado para trabalhar como mesário.
Divulgação
Divulgação

Donos da Havaianas

A JBS é conhecida por suas marcas de carne, principalmente a Friboi. Mas a J&F, grupo do qual faz parte e que é comandado pela família Batista, tem muitas marcas famosas, como Havaianas e Vigor. Também é dona de um banco (Orignal) e do Canal Rural.
Fonte: UOL

Comente aqui

Política

Coluna Painel revela que ministros do TSE admitem que clima hoje é pela cassação de Temer

PRESIDENTE TEMER PODERÁ EM BREVE PERDER APOIO DE ALIADOS NO CONGRESSO

O abalo sísmico que rachou a base do presidente Michel Temer também fez tremer o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que julga a partir de 6 de junho processo que pode levar à cassação do peemedebista. No Congresso, partidos que ainda dão sustentação a Temer contam com uma decisão da corte para abandonar de vez o barco. Pressionados, ministros admitem que, se há duas semanas a sensação era de que o presidente teria uma vitória, hoje a balança dos votos pende para a cassação.

Na última quinta-feira (18), dia em que foi deflagrada operação da PF com base na delação da JBS, ministros do TSE discutiram nos bastidores da corte.

Um integrante do tribunal questionou os colegas se aquele seria “o melhor momento” para julgamento de tal repercussão. Foi repreendido por um ministro que disse que quem tivesse dúvida deveria pedir vista.

Os ministros também afirmam que a sensação de imprevisibilidade do resultado se agravou diante do silêncio de Gilmar Mendes. O presidente da corte eleitoral não tem conversado sobre a ação nem com colegas.

Fonte: Folha de São Paulo

 

Comente aqui