Últimas do FM

Natal

Corpo de Bombeiros desencalha filhote de baleia na praia de Areia Preta em Natal

ANIMAL APRESENTAVA FERIMENTOS SUPERFICIAIS NA CABEÇA E NA NADADEIRA ESQUERDA (FOTO: DIVULGAÇÃO/CORPO DE BOMBEIROS)

ANIMAL APRESENTAVA FERIMENTOS SUPERFICIAIS NA CABEÇA E NA NADADEIRA ESQUERDA (FOTO: DIVULGAÇÃO/CORPO DE BOMBEIROS)

O Grupamento de Busca e Salvamento (GBS) do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN) foi acionado na noite deste domingo (15) para desencalhar um filhote de baleia que se encontrava na praia de Areia Preta, em Natal. Três salva-vidas da instituição, com apoio de populares, conduziram o animal, conseguindo devolver o mamífero ao mar.

Além de resgatar o animal, os guarda-vidas também controlaram os populares que queriam ajudar sem os cuidados de segurança necessários e que corriam o risco de se afogar. O animal media cerca de três metros de comprimento e apresentava ferimentos superficiais na cabeça e na nadadeira esquerda.

Deixe um Comentário

Geral

Cantor Cauby Peixoto morre aos 85 anos

O CANTOR ESTAVA HOSPITALIZADO EM SP.(FOTO: THIAGO DURAN/AGNEWS)

O CANTOR ESTAVA HOSPITALIZADO EM SP.(FOTO: THIAGO DURAN/AGNEWS)

Cauby Peixoto morreu por volta das 23h50 deste domingo (15), em São Paulo. O cantor estava internado no hospital Sancta Maggiore, no Itaim Bibi.

Na companhia de Angela Maria, Cauby estava em turnê pelo Brasil com o espetáculo 120 anos de Música. O repertório do show era baseado no disco Reencontro, mas também contemplava faixas de outras parcerias dos dois.

Em setembro do ano passado, o cantor chegou a cancelar uma apresentação por conta de uma gripe. Em março de 2015, ele chegou a ser internado em estado grave no hospital Santa Isabel em São Paulo, mas o motivo da internação foi mantido em sigilo pela família.

Trajetória

Cauby Peixoto nasceu no bairro de Santa Rosa, em Niterói (Rio de Janeiro), em 10 de fevereiro de 1931, e pertence a uma família cheia de músicos. O cantor era filho do violinista conhecido como Cadete, sobrinho de Nonô (Romualdo Peixoto), que popularizou o samba no piano, e primo de Ciro Monteiro.

Começou a carreira na música em 1949 quando abandonou o trabalho no comércio para participar de programas de calouros de rádio. Antes disso, chegou a cantar no coro da escola e também no coro da igreja que frequentava.

Cauby, conhecido pelo timbre grave e aveludado, gravou seu primeiro álbum (Saia Branca) em 1951. Cinco anos mais tarde, o cantor gravou três LPS, incluindo Você, a música e Cauby, quando lançou sua interpretação mais famosa: Conceição.

O sucesso do samba-canção já aconteceu em parceria com Edson Collaço Veras, o Di Veras, que foi o responsável por promover a carreira de Cauby. Foi o empresário que moldou o jeito do cantor  de falar, se vestir e agir com o público, conseguindo com que ele sempre estivesse nas páginas dos jornais com boas histórias.

Conceição, Blue Gardênia, A pérola e o rubi, Tarde fria, Lábios que eu beijei, Solidão, A noiva, Molambo, É tão sublime o amor são algumas das canções de maiores destaque de Cauby, que lançou 49 álbuns ao longa da carreira.

Em 1957, o cantor se torna o primeiro brasileiro a gravar uma canção de rock em português com Rock and Roll, de autoria de Miguel Gustavo.

A fama internacional chegou dois anos mais tarde quando foi chamado de “Elvis Presley brasileiro” pela revista Time. Com o nome artístico de Ron Coby, gravou um álbum em inglês.

Ao lado de dos irmãos, abriu a famosa boate Drink, no Rio de Janeiro, em 1964, e se apresentou no local por quatro anos.

A cantora Ângela Maria foi a grande amiga e parceira de Cauby. Juntos, eles gravaram três discos: Ângela e Cauby, Ângela e Cauby ao vivo, e Reencontro.

O último trabalho de Cauby foi um comemorativo pelos 80 anos de vida e 60 de carreira, quando lançou o box Cauby, o Mito com 3 CD´s (um com músicas dos Beatles, um em parceria com o violinista Ronaldo Rayol e outro com registros de show com as participações de Ângela Maria, Fafá de Belém, Agnaldo Rayol, Emílio Santiago, Agnaldo Timoteo e Vânia Bastos).

Band

Deixe um Comentário

Geral

Plataforma online ajuda homossexuais expulsos de casa a encontrar um lar

O MONA MIGS – PLATAFORMA QUE PRETENDE UNIR HOMOSSEXUAIS DESABRIGADOS A PESSOAS DISPOSTAS A CEDER UM ESPAÇO TEMPORÁRIO.(DIVULGAÇÃO FACEBOOK)

O MONA MIGS – PLATAFORMA QUE PRETENDE UNIR HOMOSSEXUAIS DESABRIGADOS .(DIVULGAÇÃO FACEBOOK)

A ideia surgiu em uma competição promovida pela universidade no fim de abril. Grupos de estudantes precisavam montar uma startup (ideia inicial de negócio que pode vir a gerar lucro) em 54 horas. “Alguns dos integrantes passaram pela situação de querer ajudar uma pessoa que havia sido expulsa de casa por ser LGBT [sigla para Lésbica, Gay, Bissexual, Travesti e Transexual]. E na competição aconteceu que este integrante pensou em conectar os dois lados”, conta Wallace Soares, desenvolvedor da plataforma online.

Um grupo de oito estudantes da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) criou o Mona Migs, uma plataforma que pretende unir homossexuais desabrigados a pessoas dispostas a ceder um espaço temporário.

Disponível no Facebook e com site em fase de testes, o Mona Migs deve ser inspirado num projeto de hospedagem solidária. “No geral, funcionará mais ou menos como o Couchsurfing [surfando no sofá, em português]”, compara Bárbara Lapa, responsável pela área de negócios da startup, ao mencionar um site em que as pessoas oferecem hospedagem de graça e podem usufruir da mesma hospitalidade.

Por enquanto, o projeto está pré-cadastrando pessoas interessadas em fornecer abrigo. Já são 15 candidatos. É preciso informar dados pessoais e o tempo disponível para acolhimento. Mas vários detalhes ainda precisam ser determinados, principalmente questões de segurança, para assegurar que nenhum dos dois lados possa se aproveitar da plataforma de má-fé. “A pessoa vai poder conversar com a outra antes e decidir se pode confiar”, diz Bárbara.

Nesta primeira fase, o Mona Migs é voltado somente para Pernambuco, mas os estudantes pretendem expandir a ideia. Por enquanto, além de formatar o projeto jurídica e administrativamente, a busca é por financiamento. Segundo os idealizadores, algumas organizações não governamentais já estão interessadas em fazer parcerias.

Pesquisas

Para verificar se havia, de fato, demanda para o serviço, os criadores do Mona Migs fizeram pesquisas pela internet e em pontos do Recife que reúnem público LGBT. Foram mais de 500 respostas online. Eles identificaram que 75% dos homossexuais tinham medo de ser expulsos de casa e 60% disseram conhecer alguém que já ficou sem abrigo. Por outro lado, 55% dos consultados afirmaram que acolheriam uma pessoa LGBT em situação urgente.

Nas ruas, foram 23 depoimentos qualitativos com resultados semelhantes. Alguns foram publicados na página do projeto.

Agência Brasil

Deixe um Comentário

Internacional

Polícia da Colômbia apreende maior quantidade de cocaína da história do país

Pelo menos oito toneladas de cocaína foram aprendidas neste domingo (15) pela polícia colombiana no Noroeste do país, o que representa a maior quantidade na história do país, afirmou o presidente colombiano, Juan Manuel Santos.

A droga pertencia a um grupo criminoso conhecido por Clan Úsuga, o maior da Colômbia, e foi encontrada em Turbo, município do departamento de Antioquia, na região de Urabá, informou o Ministério da Defesa colombiano.

“Felicitamos a polícia da Colômbia. A operação em Turbo permitiu apreender a maior quantidade de droga na história”, disse Santos em sua conta da rede social Twitter.

Esconderijo

De acordo com a polícia, os traficantes esconderam a cocaína num depósito subterrâneo (6,5 metros de comprimento, 3,5 metros de largura e 2,5 metros de profundidade), cujo interior estava forrado a madeira e o acesso coberto com uma tampa em cimento.

A operação começou ontem (14) à tarde e terminou hoje, contando com apoio da aviação policial, que encontrou o esconderijo. Um grupo de 50 comandos da polícia nacional colombiana, apoiados por helicópteros Black Hawk, entrou na quinta e procedeu à apreensão.

A droga pertencia ao “número dois” do Clan Úsuga, Roberto Vargas Gutiérrez, conhecido por “Gavilán”. O governo colombiano oferece 500 milhões de pesos de recompensa pela captura de “Gavilán”, indicou o mesmo comunicado.

De acordo com a polícia, a cocaína estava pronta para ser transportada, pelo mar das Caraíbas, para a América Central, de onde deveria seguir para os Estados Unidos.

Na operação policial foram detidas três pessoas, cujos antecedentes criminais estão sendo investigados.

Agência Lusa

Deixe um Comentário

Política

Cidades registram panelaço durante entrevista de Temer à TV

 PANELAÇO NO RIO DURANTE A ENTREVISTA DO PRESIDENTE MICHEL TEMER AO FANTASTICO.( MARCELO CARNAVAL/O GLOBO)


PANELAÇO NO RIO DURANTE A ENTREVISTA DO PRESIDENTE MICHEL TEMER AO FANTASTICO.( MARCELO CARNAVAL/O GLOBO)

Enquanto uma entrevista com o presidente interino Michel Temer era veiculada pelo Fantástico da “TV Globo” na noite deste domingo(15), foram registrados ‘panelaços’ e ‘gritos de ordem’ contra o governo do peemedebista em cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Salvador, Belo Horizonte, Brasília e Niterói. Em várias cidades, foram ouvidos também gritos de “fora, Temer” e “golpista” e músicas de Chico Buarque foram usadas como forma de protesto.

No Rio, as manifestações ocorreram em Botafogo, Copacabana, Glória, Santa Teresa, Flamengo, Laranjeiras, Catete, Leblon, Ipanema, Leme e Humaitá; na Zona Sul da cidade; na Lapa e no Bairro de Fátima, no Centro; em Vila Isabel, Tijuca e Grajaú, na Zona Norte; e na Barra da Tijuca, na Zona Oeste. Na vizinha Niterói, houve ‘panelaço’ em Icaraí. També houve manifestação em Belford Roxo, na Baixada Fluminense.

Na capital paulista, o protesto ocorreu no Centro e nos bairros de Vila Madalena, Bixiga, Consolação, Pompeia, Higienopolis, Vila Buarque e Pinheiros. Em Porto Alegre, houve ‘panelaço’ no Centro histórico da cidade, Petrópolis, Bom Fim, Bela Vista e Santa Cecília. Em Brasília, houve protesto na Asa Norte.

Os protestos com panelas se tornaram comuns durante pronunciamentos da presidente afastada Dilma Rousseff.

O Globo

Deixe um Comentário

Política

Em entrevista,Temer diz que não será candidato à reeleição em 2018

 

O VICE-PRESIDENTE MICHEL TEMER REBATEU ACUSAÇÕES DE DILMA NA MANHÃ DESTE SÁBADO (16)

O VICE-PRESIDENTE MICHEL ADMITIU SUA IMPOPULARIDADE. (ARQUIVO)

 

O presidente interino, Michel Temer (PMDB), disse em entrevista ao programa “Fantástico”, da TV Globo, na noite deste domingo (15) que não será candidato à reeleição em 2018. Temer disse que a pergunta era “complicada”, mas ao final negou a candidatura. Segundo ele, esta decisão permite que ele não pratique gestos e atos focados em uma nova eleição. “Posso ser até impopular, desde que produza benefícios para o país”, afirmou.

Temer admitiu sua impopularidade, mas ressaltou a sua legitimidade constitucional e a sua longa trajetória política. “Fui eleito com ela. Os votos que Dilma recebeu, recebi também”, disse o presidente interino, referindo-se à sua colega de chapa na reeleição de 2014. “O PMDB também trouxe muitos votos a Dilma”.

“Reconheço que não tenho inserção popular. Só terei se produzir efeitos benéficos para o país”, disse ele.

Na entrevista, concedida no Palácio do Jaburu, em Brasília, Temer reforçou o seu discurso de que pretende fazer com que o Brasil se equilibre economicamente, politicamente e eticamente. Em um recado ao PT, que disse que fará oposição forte ao governo liderado pelo presidente interino, Temer afirmou que o país precisa de pacificação, unificação, e isso inclui todos os partidos políticos, empregadores e trabalhadores. Ele chegou a dizer que vê como possível a possibilidade de esta pacificação incluir o PT, e citou a presidente afastada, Dilma Rousseff. “Uma coisa é o impedimento, outra é o não-reconhecimento de alguém que presidiu o país”, disse.

Temer falou ainda sobre a nomeação de ministros citados na Operação Lava Jato e em outras investigações, e ressaltou que se forem encontradas irregularidades administrativas, qualquer ministro pode ser demitido. Segundo ele, sua primeira resposta à sociedade foi a redução do número de ministérios, e que a composição de natureza política de seu gabinete de ministros é inevitável. “Os partidos trouxeram nomes e escolhi os melhores neste sentido”. Segundo o presidente interino, seus escolhidos são “notáveis politicamente e administrativamente”.

Questionado sobre a situação de Romero Jucá, investigado na Lava Jato, Temer afirmou que seu ministro do Planejamento não é réu, e trata-se de uma pessoa com “competência administrativa extraordinária” com capacidade de articulação política e que o está ajudando na tarefa de governar o país. “Não temos que pensar que o investigado vive uma espécie de morte civil”. Temer disse somente que vai examinar o afastamento de Jucá se ele se tornar réu.

Mulheres fora do governo

Perguntado sobre a ausência de mulheres em seu ministério, Temer rebateu afirmando que a chefe de gabinete de seu governo interino é uma mulher e, segundo ele, este é um dos principais cargos e Nara de Deus já participou de reuniões desde quinta-feira, quando ele assumiu o governo.

Temer afirmou ainda que pretende nomear mais três mulheres para cargos em seu governo, nas secretarias de Cultura, Ciência e Tecnologia e de Igualdade Racial e da Mulher.

Michel Temer assumiu como presidente interino na quinta-feira (12), depois que o Senado deu aval à abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, afastada do cargo desde então. No mesmo dia, Temer anunciou o seu gabinete de ministros, sem a nomeação de nenhuma mulher, nenhum negro e com ao menos 3 citados na operação Lava Jato.

Acusada de crime de responsabilidade por maquiar contas públicas, Dilma foi afastada do poder após votação do Senado, que terá até 180 dias para julgá-la. Se for considerada culpada, Temer terminará seu mandato.

Dilma afirma que não fez nada errado e que o movimento do impeachment significa a derrubada de um governo eleito democraticamente. Dilma tem acusado Temer, um antigo aliado, de conspirar com os inimigos políticos dela para tomar o comando do País.

UOL

Deixe um Comentário

Internacional

Barack Obama critica populismo de Donald Trump

OBAMA CRITICA TRUMP EM UNIVERSIDADE DE NOVA YORK. (FOTO:JASON SZENEN/AGÊNCIA LUSA)

OBAMA CRITICA TRUMP EM UNIVERSIDADE DE NOVA YORK. (FOTO:JASON SZENEN/AGÊNCIA LUSA)

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, criticou hoje (15), sem nomeá-lo, o populismo do candidato republicano à sua sucessão Donald Trump, durante uma cerimônia de entrega de diplomas na universidade Rutgers, perto de Nova York.

Obama convidou os estudantes a não pensar numa hipotética idade de ouro norte-americana. Ele considerou que os “bons velhos tempos não tinham sido assim tão bons”, citando a discriminação racial, a pobreza ou o lugar das mulheres na sociedade.

“O mundo nunca esteve tão interligado (…) construir muros não mudará nada”, declarou Obama, numa referência à proposta de Trump de construir um muro na fronteira com o México.

Sem nunca nomear o nome do republicano, o presidente norte-americano acrescentou que nenhum muro poderá deter as epidemias de Zika ou Ébola, ou resolver os problemas de competitividade relacionados com a globalização.

“Isso não vai melhorar nossa economia ou nossa segurança. Isolar ou denegrir muçulmanos, ou sugerir que sejam tratados de forma diferente nas fronteiras é contrário não só aos nossos valores, mas também aquilo que somos”, afirmou.

Diplomas

“Isso contradiz o fato de nosso crescimento, nossas inovações, nosso dinamismo terem sido sempre alimentados pela nossa capacidade de atrair os melhores dos quatro cantos do planeta”, acrescentou.

Barack Obama denunciou os políticos que rejeitam, em nome do politicamente correto, a ciência e a razão. “Na polícia, como na vida, a ignorância não é uma virtude”, afirmou.

O presidente norte-americano participou da cerimónia de entrega de diplomas da Universidade Rutgers, onde, em 2014 e após um protesto de estudantes, foi cancelada a presença da republicana Condoleezza Rice, ex-secretária de Estado do presidente George W. Bush, devido a seu papel no início da guerra do Iraque.

“Na minha opinião parece-me errado pensar que esta comunidade ou este país nada podem aprender com sua intervenção e que seja benéfico não lhe dar a palavra”, criticou o presidente democrata.

Agência Lusa

Deixe um Comentário

Cidades Cultura Emprego Geral Governo Natal Política Social

“Portas Fechadas”: Nova legislação e crise levam empresas de Natal à falência

153266

Quem passa pelos principais corredores comerciais de Natal percebe que está cada vez mais visível o número de estabelecimentos comerciais que deixaram de funcionar nos últimos tempos. De acordo com a Junta Comercial do Rio Grande do Norte (Jucern), neste ano, até abril, 1044 unidades encerraram suas atividades no estado, enquanto que no mesmo período do ano passado foram 667.

O aumento no fechamento de empresas já era esperado pela Jucern, segundo a presidente do órgão, Samya Linhares Bastos. “Entrou em vigor em janeiro de 2015 nova legislação que desburocratiza o fechamento de empresas. Antes não podiam dar baixa com dívidas. Agora podem. Havia uma demanda reprimida que, devido a entraves burocráticos que não existem mais, evitava dar baixa, mesmo com a empresa parando a atividade”, explica.

Apesar disso, a Jucern registra um número de abertura de empresas maior do que o de fechamento. No primeiro quadrimestre deste ano, 2.211 empreendimentos formalizaram a abertura de firmas.

Os empresários explicam que a crise econômica tem obrigado muitas unidades a fecharem as portas e, nesse cenário de incertezas, as entidades que representam setores como o de comércio e serviços estão buscando encontrar alternativas para superar a difícil situação, estimulando novos negócios a quem perde o emprego.

Uns fecham e preferem esperar mais um tempo para possivelmente voltar com o negócio. Outros encerram as atividades definitivamente e até mudam de ramo. Alguns aproveitam a crise para executar reforma estruturais e há aqueles que fecharam para transferir o ponto. Todas essas são situações relatadas pelas entidades representativas como a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Jucern.

Nas últimas semanas uma lista com nomes de pelo menos onze estabelecimentos tem sido compartilhadas em grupos de redes sociais, apontando o aumento de pontos que deixaram de funcionar atribuindo o fenômeno à crise financeira. Entre estes, a Abrasel confirmou o fechamento de restaurantes como o Restaurante dos Mares, Galo do Alto, Filet, Cook & Luxo, Café Trieste, Pizzaria Domino’s, Gourmet Burger e Empório Gourmet.

“A gente vinha nos ultimos dois anos amargando uma queda de faturamento de 20% e a crise vem numa crescente, piorando no segundo semestre do ano passado. A queda chega a 40%. Em dezembro do ano passado, eu tive uma queda de 58% no faturamento”, relata o presidente da Abrasel, Max Fonseca, que fechou seu restaurante, o Galo do Alto, em Ponta Negra.

A justificativa para os fechamentos é clara, segundo Max. Com menos poder de compra da população, há menos dinheiro para consumo. Nos caso de bares e restaurantes, há o consumo fixo de trabalhadores que fazem refeições fora de casa e o consumo de lazer. “Este de lazer sofre mais. Aliado a isso tem o aumento nos últimos anos na mão de obra superior à inflação e alguns ítens de insumo”, conta Max Fonseca. A lucratividade no setor teve queda superior a 50%, relata.

Levantamento da Abrasel apontou que um a cada seis empresários avaliam encerrar o negócio ou repassá-lo nos próximos meses. Isso pode chegar a 150 mil em todo o país, segundo o estudo. Em 84% dos casos, o motivo apresentado é o prejuízo acumulado. Levantamento da Abrasel apontou que um a cada seis empresários avaliam encerrar o negócio ou repassá-lo nos próximos meses. Isso pode chegar a 150 mil em todo o país, segundo o estudo. Em 84% dos casos, o motivo apresentado é o prejuízo acumulado.

Imagens: Reprodução

Imagens: Reprodução

98444

Reportagem: Novo Jornal

Deixe um Comentário

Cidades Economia Emprego Geral Governo Mundo Política Senado Federal Social

Temor: TCU pode cortar 13% do salário de servidores federais

(Foto: Caroline Ferraz/Sul21)

(Foto: Caroline Ferraz/Sul21)

O Tribunal de Contas da União (TCU) pode suspender a qualquer momento o pagamento do equivalente a 13,23% dos salários de milhares de servidores federais. A quantia é referente à Vantagem Pecuniária Individual (VPI), instituída em agosto de 2003 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, por meio da Lei 10.698/03.

O objetivo da lei era promover uma revisão nos salários dos funcionários públicos da União, mediante um reajuste de R$ 59,87 nos vencimentos. Ocorre que muitos órgãos fizeram uma interpretação controversa da Constituição, adotando um critério pelo qual a revisão deveria ser convertida em um percentual específico. O valor foi, então, comparado à menor remuneração do serviço público naquela época, chegando-se aos 13,23%.

De acordo com o ministro do TCU Bruno Dantas, vários órgãos federais aplicaram esse reajuste aos salários, ao custo de dezenas de bilhões de reais aos cofres públicos. Estão nessa lista o Superior Tribunal de Justiça (STJ), o Superior Tribunal Militar (STM), o Tribunal Superior do Trabalho (TST), o Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJ-DF), o Conselho da Justiça Federal e o Conselho Nacional do Ministério Público (CNPM).

No caso dos conselheiros do Ministério Público, o pagamento foi vetado por uma liminar do Supremo Tribunal Federal (STF). Na época, a ministra Carmen Lúcia alegou em sua decisão que o reconhecimento de parcela dessa natureza “depende de sua caracterização como simples correção administrativa, devendo ser afastada quando evidenciar aumento de remuneração ou deferimento de vantagem pecuniária indevida”.

Em uma comunicação aos colegas de plenário, o ministro do TCU alertou que os demais órgãos continuam pagando os valores. Por esse motivo, Bruno Dantas determinou ontem a instauração de um processo de fiscalização sobre os desembolsos com o VPI. Devido à urgência que, na sua visão, o caso requer, ele não descarta a possibilidade de uma cautelar tenha que ser emitida pelo tribunal de contas para suspender os pagamentos.

“Considero no mínimo temerário que um verdadeiro aumento salarial, travestido de reconhecimento de parcela remuneratória pretérita, cuja implementação custaria aos cofres públicos algumas dezenas de bilhões de reais, seja administrativamente reconhecido pelo poder público”, afirmou ao Valor o ministro.

Quando for aberto, o processo será sorteado e o relator é que decidirá se emite ou não uma cautelar.

O Ministro do TCU Bruno Dantas, no entanto, se esquece de que o reconhecimento da diferença de 13,23% já está fartamente fundamentada e reconhecida judicialmente como sendo um ajuste decorrente da distorção verificada entre o que foi concedido de reposição as diversas categorias de servidores por meio de uma verdadeira revisão geral disfarçada e o percentual único que deveria ter sido concedido pela lei em 2013. O Sinjufego pontua que não se trata, de maneira alguma, de aumento salarial e nem de longe se aproxima de gastos na ordem de dezenas de bilhões de reais, pois não há estudo técnico elaborado com profundidade sobre esse custo.

Deixe um Comentário

Cidades Esporte Geral Natal Segurança

Passagem da Tocha: Jogo entre América-RN x Fortaleza tem data alterada na Série C

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

A Confederação Brasileira de Futebol modificou a data do confronto entre América-RN e Fortaleza, pela terceira rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. O jogo sai do sábado, dia 4 de junho, às 16h, e passa para a segunda-feira, dia 6, às 20h, na Arena das Dunas.

Segundo comunicado publicado no site da CBF, a alteração é devido à passagem da Tocha Olímpica em Natal no dia 4. O revezamento da tocha passará nos arredores do estádio.

Antes do duelo com o Fortaleza, o América-RN enfrenta o ABC, no dia 22 de maio, e o River-PI, no dia 29 do mesmo mês, nas primeiras rodadas do campeonato. O Tricolor cearense encara o River, no dia 23, e ainda o Confiança, no dia 29.

Deixe um Comentário