Últimas do FM

Cidades

Idema aponta pelo menos 40 imóveis em área de risco em falésia em Pipa onde família morreu soterrada em 2020

DOCUMENTO FOI ENVIADO AO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, QUE DETERMINOU QUE MUNICÍPIO REALIZE NOVAS INSPEÇÕES. FOTO: EMILLY VIRGÍLIO

Em um relatório enviado no final de março ao Ministério Público Federal, o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema) apontou que pelo menos 40 imóveis estão em área de risco próxima a falésias na praia de Pipa, em Tibau do Sul, no litoral potiguar. Até um cemitério público está na área que gera preocupação dos especialistas.

O relatório foi enviado dentro das ações que foram abertas para acompanhar a situação das falésias da região, após o desabamento que matou um casal e o filho de 7 meses em novembro de 2020. O estudo também levou em consideração um laudo feito pelo município sobre o processo de erosão.

Apesar da indicação de 40 imóveis em risco, apenas 11 foram vistoriados. De todos eles, apenas um possuía processo de licenciamento ambiental aberto. Três já tinham sido autuados por operarem sem licença válida e se instalarem em área de proteção ambiental.

Com base nas informações, o procurador da República Daniel Fontenele Sampaio Cunha despachou no dia 9 de abril uma série de recomendações para que o município faça a verificação e identificação em cada um dos estabelecimentos nas áreas com riscos de colapso e aponte medidas de contenção cabíveis, começando pelos estabelecimentos comerciais, com maior fluxo de pessoas.

O procurador ainda deu prazo de 30 dias para que o município se manifeste sobre a existência de um bueiro de águas pluviais em frente a uma loja e que conta com ligações clandestinas, o “que estaria comprometendo seriamente a higidez da falésia naquela área”.

O ofício também cobra uma manifestação do município sobre o cemitério municipal localizado na área de risco. Segundo o relatório do Idema, alguns dos jazigos estão há menos de 10 metros da borda da falésia. Por fim, procurador ainda determinou que a prefeitura preste informações sobre providências adotadas quanto à situação de um imóvel “com alto grau de desabamento”.

No relatório do Idema, os especialistas indicaram pelo menos cinco problemas mais graves constatados na área e apontou que as principais causas das “anomalias” encontradas estão relacionadas à ação humana:

  • Edificações muito próximas na encosta da falésia
  • Encostas íngremes e erodidas, muitas vezes com “cicatrizes” de escorregamento
  • Vegetação de grande porte com troncos inclinados na encosta da falésia, o que reforça indícios de instabilidade por possível rastejamento do solo
  • Escadarias de acesso às praias destruídas ou interditadas devido ao movimento gravitacional de massa da encosta e ausência ou ineficiência de calhas de drenagem das águas pluviais em todos os imóveis.

G1RN


Comente aqui

CORONAVÍRUS

RN confirma mais 820 casos de covid-19 e 36 óbitos, sendo 19 nas últimas 24 horas

FOTO: DIVULGAÇÃO

O Rio Grande do Norte chegou a 209.415 casos confirmados da covid-19, de acordo com boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap-RN) nesta quarta-feira (14). O aumento em relação ao dia anterior foi de 820 ocorrências.

Em relação aos óbitos, o RN acumula 4.983 vidas perdidas desde o início da pandemia. Os dados indicam 36 novas confirmações de mortes. Desse total, 19 aconteceram nas últimas 24 horas em Natal (5), Jucurutu (2), São Tomé (2), Parnamirim (1), Caicó (1), Apodi (1), Santa Cruz (1), Caraúbas (1), Jardim do Seridó (1), Areia Branca (1), João Câmara (1), Goianinha (1) e Extremoz (1).

De acordo com os dados da Sesap, o RN ainda tem 991 óbitos em investigação e outros 724 descartados. A secretaria investiga também 52.838 casos suspeitos enquanto 430.106 foram descartados.

Outros números divulgados pela Sesap indicam que são 131.958 casos de síndrome gripal não especificada. Além de 150.649 casos recuperados e outros 53.783 em acompanhamento.

Portal da Tropical


Comente aqui

CORONAVÍRUS

Municípios potiguares recebem refrigeradores para armazenar vacinas

FOTO: DIVULGAÇÃO

69 municípios potiguares, além do Governo do Estado, já receberam os refrigeradores científicos para armazenar vacinas doados pela Cosern. As entregas começaram nos primeiros dias de março e até o final de abril todos os equipamentos chegarão aos 95 municípios contemplados.

As duas câmaras doadas pela Cosern para o Governo do Estado já estão na II URSAP – Unidade Regional de Saúde Pública em Mossoró.

Ao todo, as distribuidoras da Neoenergia, empresa controladora da Cosern, estão doando 674 refrigeradores científicos para 651 municípios no Rio Grande do Norte (Cosern), Pernambuco (Celpe), Bahia (Coelba) e São Paulo/Mato Grosso do Sul (Elektro). A doação totalizou R$ 7,2 milhões em recursos que fazem parte dos Programas de Eficiência Energética (PEE) das distribuidoras, regulados pela Agência Nacional de Eficiência Energética (Aneel).

Como ação preventiva, a Cosern enviou um comunicado às prefeituras que serão beneficiadas com a doação no início de fevereiro ressaltando a importância da realização de uma revisão elétrica das instalações internas dos locais que receberão esses equipamentos.

Para Júlio Giraldi, Superintendente de Relacionamento com Clientes da Cosern, a vacinação é, nesse momento, a ação mais importante para combater à pandemia da Covid-19, aliado a outras medidas preventivas tais como uso de máscara e o distanciamento social.

“Em novembro, a Cosern doou 20 respiradores para os hospitais Giselda Trigueiro e João Machado, em Natal, e Tarcísio Maia, em Mossoró. Agora, estamos apoiando os municípios que mais necessitam dos refrigeradores adequados para o armazenamento da vacina”, lembra Júlio. “Todas essas inciativas reafirmam o compromisso social da Cosern com os potiguares”, complementa.

“O nosso objetivo é o de auxiliar a população dos municípios mais necessitados das nossas áreas de concessão a conter a pandemia. Os refrigeradores científicos doados são adequados para armazenar as vacinas que fazem parte das campanhas de imunização, por terem temperatura programável e constante entre 2ºC e 8ºC, sensores e bateria, para o armazenamento adequado das doses”, afirma a gerente de Eficiência Energética da Neoenergia, Ana Christina Mascarenhas.

Critérios para escolha dos municípios e contrapartidas

Foram contemplados pela doação da Cosern 95 municípios potiguares que têm IDHM até 0,61. Os refrigeradores científicos são de fabricação nacional e têm capacidade de 280 litros.

Para receber cada refrigerador novo, cada município contemplado deve entregar à Cosern, como contrapartida, dois refrigeradores ou freezers inadequados para vacinas.

Municípios potiguares contemplados com a doação de refrigeradores científicos feita pela Cosern:

Afonso Bezerra, Alexandria, Antônio Martins, Arês, Baía Formosa, Baraúna, Barcelona, Bento Fernandes, Bom Jesus, Brejinho, Caiçara do Norte, Caiçara do Rio do Vento, Canguaretama, Carnaubais, Cerro Corá, Coronel Ezequiel, Coronel João Pessoa, Espírito Santo, Fernando Pedroza, Francisco Dantas, Frutuoso Gomes, Galinhos, Governador Dix-Sept Rosado, Ielmo Marinho, Ipanguaçu, Jaçanã, Jandaíra, Januário Cicco, Japi, Jardim de Angicos, Jardim de Piranhas, João Câmara, João Dias, José da Penha, Jucurutu, Jundiá, Lagoa d’Anta, Lagoa de Pedras, Lagoa de Velhos, Lagoa Nova, Lagoa Salgada, Luís Gomes, Marcelino Vieira, Maxaranguape, Montanhas, Monte Alegre, Monte das Gameleiras, Olho-d’Água do Borges, Paraná, Paraú, Parazinho, Rio do Fogo, Passa e Fica, Passagem, Santa Maria, Pedra Grande, Pedra Preta, Pedro Avelino, Pedro Velho, Poço Branco, Porto do Mangue, Serra Caiada, Pureza, Rafael Fernandes, Riacho da Cruz, Riacho de Santana, Riachuelo, Rodolfo Fernandes, Ruy Barbosa, Santana do Matos, São Bento do Norte, São Bento do Trairí, São Fernando, São Miguel, São Miguel do Gostoso, São Pedro, São Tomé, Senador Elói de Souza, Senador Georgino Avelino, Serra de São Bento, Serra Negra do Norte, Serrinha, Serrinha dos Pintos, Severiano Melo, Sítio Novo, Taipu, Tangará, Tenente Ananias, Touros, Triunfo Potiguar, Upanema, Venha-Ver, Vera Cruz, Viçosa, Vila Flor.

Comente aqui

Cidades

Projeto “Chic é Ser Solidário” lança campanha Quem Tem Fome Tem Pressa com “Almoço Solidário”

FOTO: DIVULGAÇÃO

O Projeto “Chic é Ser Solidário”, coordenado pelo jornalista Elias Medeiros, lança nesta sexta-feira (16), uma nova campanha Quem tem Fome Tem Pressa com “Almoço Solidário”, que será realizada nesta sexta-feira (16), numa comunidade carente do Parque dos Coqueiros, zona Norte de Natal.

Os moradores da comunidade Helliny Ferreira serão atendidos com almoço e suco, cesta básica, roupas usadas e brinquedos para crianças.

Quinzenalmente vamos escolher uma comunidade para realizar a ação.

De acordo com o coordenador do Projeto Chic é Ser Solidário, o jornalista Elias Medeiros, o fator determinante para escolha do local foi a notícias no início do mês de abril sobre roubo na sede do projeto RN Invisível das cestas básicas que seriam distribuídas na comunidade. A partir dessas notícias mobilizamos os colaboradores do nosso projeto para realizar a ação.

“Fizemos uma visita ao local e sentimos as necessidades das pessoas que ali residem e decidimos que apenas um almoço com um suco não seria o suficiente para amenizar a dor delas e dessa forma resolvemos ampliar a ação”, completou Elias.

Sobre o projeto Chic é Ser Solidário:

O projeto Chic é Ser Solidário foi criado em 2015 pelo jornalista Elias Medeiros com o objetivo de apoiar as ações solidárias do Instituto Juvino Barreto e foi ampliada para outros abrigos da capital. Crianças comunidades carentes foram incluídas também no Dia da Criança e Natal Solidário.

Durante a pandemia do coronavírus passou a realizar distribuição de cestas básicas para famílias em vulnerabilidade social.

Para que as ações solidárias sejam realizadas, o “Chic é Ser Solidário” precisa de doações.

“O lema do projeto é fazer o bem sem olhar a quem. Quem ajuda o próximo não está apenas ajudando uma pessoa e sim, construindo um mundo melhor”,

Quem desejar ajudar o projeto, basta entrar em contato pelo WhatsApp: (84) 99950-5602 ou acessar o Instagram @chicesersolidarionatal.

Comente aqui

CORONAVÍRUS

Natal fecha parceria com a 99 e UBER em vacinação contra a covid-19

FOTO: MANOEL BARBOSA

A Prefeitura de Natal firmou uma parceria com as empresas 99 e Uber para auxiliar no processo de vacinação contra a covid-19 no Município. A Uber disponibilizou 5.000 vouchers no valor de R$ 25,00 que serão destinados aos idosos atendidos pelo serviço de convivência e fortalecimento de vínculos da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas). A 99, por sua vez, ofertou 5.000 vouchers para que os profissionais da gestão municipal que estão atuando nas ações de vacinação possam se deslocar aos seus postos de trabalho.

Atualmente, mais de 3.000 idosos são atendidos pelos programas coordenados pela Semtas. As equipes da Secretaria lotadas nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) de cada região da cidade vão mapear esse público-alvo com o objetivo de identificar as pessoas aptas a tomar a vacina seja a primeira ou segunda dose.

Ao confirmar a necessidade da imunização nesse trabalho de busca ativa, para aqueles idosos com mais familiaridade com a tecnologia, será disponibilizado o código para chamar a corrida. Já para os idosos com dificuldade no manuseio da ferramenta, os próprios servidores da Semtas farão a chamada. Os vouchers disponibilizados para os profissionais do Município que atuam nas ações de vacinação ficam sob a responsabilidade das respectivas Secretarias.

“Essa é uma iniciativa extremamente importante. As equipes da Semtas já fazem o acompanhamento dos mais de 3.000 idosos atendidos pelos programas da Prefeitura e desta forma vamos conseguir identificar aqueles que ainda não se vacinaram e encaminhá-los para a imunização. Também ofertamos os serviços aos profissionais que estão trabalhando diuturnamente na campanha de vacinação contra a Covid-19”, aponta o prefeito Álvaro Dias. “Estamos trabalhando em diversas frentes para otimizar, aperfeiçoar e gerar ainda mais eficiência à campanha de vacinação contra a Covid-19 para poder vencer essa pandemia”.

Comente aqui

Brasil

Após morte de deputado por Covid, Lira suspende sessões da Câmara

JOSÉ CARLOS SCHIAVINATO (PP-PR) FOI O PRIMEIRO DEPUTADO QUE MORREU PELA DOENÇA EM PLENO MANDATO, NA NOITE DE TERÇA. FOTO: DIVULGAÇÃO

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), decretou, nesta quarta-feira (14/4), luto e suspendeu os trabalhos em comissões e plenário da Casa hoje, após a morte do deputado José Carlos Schiavinato (PP-PR) por Covid-19, na noite de terça (13/4).

“Com pesar, recebo a informação do falecimento do deputado e colega de partido José Carlos Schiavinato”, escreveu Lira.

“Estou decretando luto oficial na Câmara dos Deputados.Estão suspensos hoje todos os trabalhos em plenário e nas comissões. Minhas condolências aos familiares neste difícil momento”, acrescentou.

Schiavinato, de 66 anos, foi o primeiro deputado federal em mandato a morrer por causa do vírus. Antes, três senadores haviam sido vítimas – Major Olimpio (PSL-SP), de 58 anos, José Maranhão (MDB-PB), 87, e Arolde de Oliveira (PSD-RJ), 83.

Metrópoles

Comente aqui

CORONAVÍRUS

Oiticica: Governo do RN intensifica medidas de segurança contra Covid 19

FOTO: DIVULGAÇÃO

O Governo do RN, por intermédio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), publicou hoje (14) a Portaria-SEI Nº 13, de 13 de abril de 2021 que dispõe sobre medidas temporárias para a mitigação da propagação do novo Coronavírus, assim como a proteção física da população local no Complexo da Barragem Oiticica. A portaria considerou que o cenário pandêmico atual exige cada vez mais cuidados, uma vez que o empreendimento tem trânsito permanente de pessoal e máquinas, e o início do período chuvoso na localidade pode acarretar o aumento do fluxo de pessoas para usar as imediações com o objetivo de lazer.

A portaria foi definida após diálogo em reunião com o Movimento dos Atingidos pela construção da Barragem de Oiticica, com a mediação do Juiz Uedson Uchôa, e traz a suspensão por tempo indeterminado das atividades coletivas, desportivas e congêneres, tal como banho, dentre outras práticas de lazer, sejam públicos ou privados, no âmbito do Complexo da Barragem. A reunião, realizada na última segunda-feira (12) contou com a participação da SEMARH, por meio de seu secretário de estado João Maria Cavalcanti, de representantes da Prefeitura de Jucurutu, incluindo seu prefeito Iago Queiroz, de representantes do consórcio EIT/ENCALSO e, por fim, de vários moradores e moradores da comunidade Barra de Santana e do Movimento dos Atingidos e Atingidas.

O Secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, João Maria Cavalcanti, lembra que o Decreto Estadual nº 30.458, de 1º de abril de 2021 traz obras como uma essencialidade e enfatiza a importância da portaria. “Sabemos a importância das obras no Complexo de Oiticica para a população e, por isso, continuamos trabalhando com responsabilidade na região. A portaria reforça as orientações preventivas à disseminação da COVID-19, com todas as orientações impostas pelas autoridades sanitárias do Estado e do Município desde o retorno das obras em maio do ano passado, fato verificado semanalmente durante as vistorias rigorosas de fiscalização e monitoramento das obras da EIT/Encalso, por parte da Semarh”, ressalta o titular da pasta.

Desta vez, a Semarh solicitou o apoio da Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social do Estado (Sesed) no sentido de auxiliar a realização de barreira sanitária para impedir o acesso à Oiticica para banho e qualquer outra atividade de lazer, especialmente, do Rio Piranhas, onde está terminantemente proibida qualquer aglomeração, banho e pesca. O Movimento dos Atingidos e a comunidade concordaram com os encaminhamentos e pediram início imediato da barreira sanitária. Uma nova reunião ficou marcada para daqui 15 dias (26/04) para avaliação dos efeitos das medidas deliberadas.

Comente aqui

Política

Deputado Coronel Azevedo destaca falta de apoio do Governo do RN à Polícia Militar

FOTO: JOÃO GILBERTO

Em pronunciamento no Grande Expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa, realizada na manhã desta quarta-feira (14), pelo Sistema de Deliberação Remota (SDR), o deputado Coronel Azevedo (PSC) destacou os atentados que estão acontecendo contra os policiais militares do Estado e lamentou a falta de ação do governo em defesa dos agentes do sistema de Segurança.

“Estamos enfrentando uma grande violência contra os policiais no Rio Grande do Norte. Foram seis atentados na última semana, com três vítimas fatais e sobre essa situação a governadora do Estado publicou a seguinte mensagem – mais um policial assassinado agora à noite. Mais um homicídio, dessa vez na Avenida Roberto Freire, o sexto atentado contra policiais com três vítimas fatais- no caso era um policial que estava em atividade extra quando foi atingido. É deplorável, é lamentável para nós operadores da Segurança Pública”, afirmou o parlamentar.

De acordo com a fala do deputado Coronel Azevedo, não é a primeira vez que a governadora Fátima age desse jeito, pois houve a morte do sargento Hélio Silva e foi um silêncio total da governante. Disse ainda que quando da entrega do Plano Estadual de Segurança Pública cobrou, como representante da Assembleia Legislativa, um gesto da governadora em relação ao sargento.

“Diferente da governadora, o então Ministro André Mendonça colou na galeria dos heróis do Brasil, no Ministério da Justiça”, disse. O deputado lembrou ainda que um dos primeiros atos da chefe do Executivo foi batizar o prédio do histórico quartel da Salgadeira, hoje sede da Casa do Estudante com o nome de um ex-estudante que deixou os estudos para se transformar em militante do Partido Comunista, numa desonra e humilhação para a Polícia Militar.

Ainda em seu pronunciamento ele disse que na reforma da Polícia Militar a governadora retirou a isenção previdenciária dos casos de doenças incapacitantes, o que considerou uma discriminação.

Comente aqui

Segurança

Grande parte dos suspeitos de mortes de policiais em 2021 no RN já está presa ou identificada, dizem forças de segurança

SECRETÁRIO FRANCISCO ARAÚJO SILVA DETERMINOU ADOÇÃO DE TODOS OS PROCEDIMENTOS NECESSÁRIOS PARA UMA RESPOSTA RÁPIDA E EFICAZ. FOTO: CANINDÉ SOARES

Grande parte dos suspeitos de envolvimento com as mortes de policiais ocorridas este ano no Rio Grande do Norte já foram presos ou identificados. A confirmação é da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED), do Comando Geral da Polícia Militar e também da Delegacia Geral da Polícia Civil. De janeiro até o dia 13 de março, quatro policiais militares do RN e um policial civil da Paraíba foram mortos, além de outros dois PMs potiguares que ficaram feridos, todos vítimas de assaltantes.

O caso mais recente aconteceu na noite desta terça-feira (13) no bairro Capim Macio, na Zona Sul de Natal. O cabo da PM Gustavo Pinheiro de Andrade, de 39 anos, estava em uma loja de aparelhos celulares quando foi abordado por um assaltante. O bandido percebeu que Gustavo estava armado e o agarrou. Houve luta e o policial acabou baleado.

Gustavo ainda foi socorrido ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Ele trabalhava no 5º BPM. A Polícia Militar informou que o criminoso foi identificado graças às imagens do circuito interno de vigilância do estabelecimento e ele continua sendo procurado.

Dois dias antes, um policial militar foi baleado de raspão na cabeça após reagir a um assalto no bairro de Lagoa Nova, também na Zona Sul da capital potiguar. O PM, que é lotado na Companhia Independente de Prevenção às Drogas (Cipred), foi socorrido, atendido e logo liberado. O bandido fugiu, mas também já foi identificado.

No final de semana passado, no sábado (10), a vítima foi um policial civil da Paraíba, morto em um assalto no bairro Pitimbu, que também fica na Zona Sul de Natal. Cleverson Luiz Fontes, de 45 anos, trabalhava há seis anos na Delegacia de Mulher em Mamanguape, mas morava na capital potiguar. Ele saía da casa de familiares quando foi abordado por assaltantes e baleado.

Dentro do carro do agente, os ladrões viram que havia uma arma e um distintivo policial. Foi quando os bandidos tiraram Cleverson do veículo e atiraram nele. Na fuga, os criminosos bateram o automóvel no bairro Cidade Nova, na Zona Oeste da cidade. Dois foram presos e autuados em flagrante.

Na sexta, dia 9, um sargento do Batalhão de Choque da PM foi baleado durante um assalto que aconteceu no cruzamento das avenidas Romualdo Galvão e Antônio Basílio, em Lagoa Nova, onde ele foi abordado. Os criminosos se aproximaram em uma moto e o renderam, sem saber que ele era policial. Ao perceberem que estava armado, atiraram contra ele. Um dos tiros transfixou o tórax do sargento, e outro tiro ficou alojado na parte de trás da cabeça.

O PM foi socorrido, medicado e se recupera bem dos ferimentos. Já os bandidos, fugiram com a moto e a arma do sargento. No início desta semana, a motocicleta e a arma do PM foram encontradas enterradas em uma área de dunas no bairro de Mãe Luíza. “Os criminosos também já foram identificados e presos”, destacou o comandante-geral da PM, coronel Alarico.

No dia anterior, em Mossoró, na região Oeste potiguar, a vítima foi o cabo da PM Francisco Marcolino Sobrinho, de 44 anos. Ele estava de carro, próximo da casa de um parente, quando foi abordado por dois assaltantes. O policial reagiu ao assalto, mas acabou baleado na cabeça. O cabo Marcolino foi socorrido, mas teve a morte cerebral confirmada dois dias após ser internado.

A Polícia Militar informou que um dos suspeitos de ter participado do latrocínio (roubo seguido de morte) do cabo Marcolino morreu em confronto armado com a PM na tarde desta terça-feira (13). Foi durante uma diligência na cidade de Itaú, também no Oeste do estado. Um segundo assaltante também morreu no confronto, mas ainda não há informações se ele também teria participação no crime que vitimou o policial. No local onde os dois bandidos estavam, os policiais apreenderam armas, drogas e celulares. Três mulheres também foram apreendidas na mesma operação.

Na noite de 4 de março, o sargento da PM aposentado Neuton Alves, de 56 anos, foi morto durante uma troca de tiros com assaltantes em um parque eólico de São Miguel do Gostoso, no litoral Norte potiguar. O PM trabalhava como vigilante do parque eólico, junto com outro policial, quando um grupo de assaltantes armados invadiu o local. O sargento aposentado reagiu e entrou em confronto com os bandidos, mas foi atingido e morreu. A PM confirma que pelo menos dois dos criminosos já foram identificados e são procurados pela polícia.

O primeiro agente de segurança vítima de assaltantes este ano foi o cabo reformado da Polícia Militar Haroldo Cavalcanti Gomes, de 52 anos, atingido por disparos de arma de fogo no dia 8 de janeiro em Maxaranguape, município do litoral Norte. Segundo a Polícia Militar, Haroldo foi reformado por ter problemas de coração. A Polícia Civil investiga o caso.

Núcleo de Investigação Policial de Mortes de Agentes de Segurança Pública está em ação

Titular da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o delegado Márcio Lemos ressaltou que as investigações estão bastante avançadas, mas que prefere não entrar em detalhes para não prejudicar o andamento dos trabalhos.

Na noite passada, o secretário da Segurança Pública e da Defesa Social, coronel Francisco Araújo Silva, determinou ao Núcleo de Investigação Policial de Mortes de Agentes de Segurança Pública (NIMAS) — que é vinculado à DHPP – a adoção de todos os procedimentos necessários para uma resposta rápida e eficaz, com a identificação, localização e prisão dos criminosos.

“Em tempo, e ainda perante a sociedade e as famílias dos agentes públicos envolvidos, externamos profundo pesar pelas vidas ceifadas de maneira cruel e covarde”, acrescentou o coronel Araújo.

Comente aqui

CORONAVÍRUS

Governadora do RN anuncia chegada de mais 89,4 mil doses de vacinas contra Covid-19

GESTORA CONFIRMOU INFORMAÇÃO RECEBIDA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE. SÃO 36.400 MIL IMUNIZANTES DA CORONAVAC E 53 MIL DE OXFORD/ASTRAZENECA. FOTO: SERGIO HENRIQUE SANTOS

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), anunciou nesta quarta (14), através de uma rede social, que o estado vai receber um novo lote com mais 89.400 doses da vacina contra Covid-19. Segundo a gestora, a confirmação foi dada pelo Ministério da Saúde.

A expectativa é que as vacinas cheguem ao estado nesta quinta (15).

 

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

A post shared by Fábio Faria (@fabiofariarn)

Ao todo, serão 36.400 imunizantes da CoronaVac e 53 mil de Oxford/AstraZeneca. Fátima Bezerra afirmou que “deste lote, são 54.752 vacinas para primeira dose e 26.470 para segunda dose, entre doses de CoronaVac e AstraZeneca”.

O lote mais recente recebido no estado foi no dia 8 de abril com 69 mil doses.

O Rio Grande do Norte já recebeu 604.040 doses de CoronaVac e 150.650 da Oxford/Asrazeneca desde o início da vacinação.

Natal sem segunda dose

Em Natal a aplicação da segunda dose da CoronaVac foi suspensa na última segunda-feira (12) porque as vacinas acabaram. Na ocasião, a SMS informou que assim que chegarem novas doses a vacinação será retomada.

G1RN

Comente aqui