Últimas do FM

Economia

Ministério da Infraestrutura inicia etapa de estudos para a concessão do Aluízio Alves

FOTO: ILUSTRAÇÃO

O Ministério da Infraestrutura iniciou a convocação de empresas para os estudos que irão balizar a concessão do Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante. As empresas interessadas terão 90 dias para apresentação dos projetos.

O anúncio da etapa de estudos foi feita pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria, que utilizou a rede social para informar sobre a convocação. As empresas terão apresentar projetos, levantamentos e estudos técnicos para subsidiar a modelagem para expansão, exploração e manutenção do terminal aéreo potiguar.

Segundo o Ministério da Infraestrutura, em nota enviada ao Agora RN, a previsão é de que o leilão para encontrar uma nova concessionária para o terminal aéreo potiguar ocorra no terceiro trimestre de 2021.

Em março deste ano, a Inframérica, atual administradora do terminal aérea, anunciou que pretende devolver a concessão à União. À época, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) informou, por meio de nota oficial, que prevê a extinção amigável dos contratos de parceria desde que assegurada a continuidade da prestação dos serviços.

Entre as alegações para entregar a concessão, a Inframérica diz que, em 2019, a expectativa era de o terminal potiguar movimentar 4,3 milhões de passageiros. Contudo, o fluxo registrado foi de 2,3 milhões, cerca da metade do que era previsto nos estudos de viabilidade. Ao longo dos últimos seis anos operando na aviação comercial no Rio Grande do Norte, o aeroporto já acumula R$ 895 milhões. O valor é cinco vezes maior do que o valor investido pela Inframérica para vencer o leilão da concessão do aeroporto, ocorrido em 2011. À época, o Consórcio Inframérica/Engevix venceu a disputa pelo terminal potiguar pelo valor total de R$ 170 milhões.

Agora RN

Comente aqui

Política

Deputados debatem educação e apontam ações que devem ser realizadas pelo governo do RN

FOTO: EDUARDO MAIA

No Dia do Estudante, os deputados da Assembleia Legislativa do RN destacaram a importância da educação de qualidade para garantir um futuro melhor aos jovens. O tema foi debatido, entre outros, durante sessão plenária remota na manhã desta terça-feira (11).

“O grande problema social do Brasil está na educação dos jovens que, sem uma escola de qualidade, ficam na periferia. Por isso venho destacar a importância de pedirmos aos candidatos a prefeito, e outros candidatos, uma educação de qualidade. Só teremos a solução para esse problema quando a educação oferecida para o filho do rico e do pobre, tiver qualidade”, destacou Vivaldo Costa (PSD).

Em sua fala durante o horário destinados aos deputados, José Dias (PSDB) lamentou a colocação do Brasil no Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa). “O PT colocou o Brasil em um dos últimos lugares do Pisa. Por isso que digo que alguma coisa deveria ter sido feita diferente. Sei que ainda está cedo, mas tenho certeza de que vamos sair desse campeonato negativo do Pisa”, afirmou.

Fazendo o contraponto, o deputado Francisco do PT afirmou ser “fácil comparar o legado do PT com o legado do atual governo na educação”, citando a alta alternância de nomes no comando da pasta. “Durante o Governo do PT, só aqui no RN foram implantados 21 campi do IFRN. No governo do presidente Bolsonaro, com 20 meses, nenhum até agora e o que vimos ano passado, foi corte de recursos para manutenção desses campi e dessas universidades que temos aqui”, elencou, entre outras realizações.

Fiscalização

Em consonância com as atribuições do Poder Legislativo, o deputado Gustavo Carvalho (PSDB) solicitou que a Comissão de Finanças e Fiscalização convoque a servidora da Secretaria Estadual de Saúde Pública cuja assinatura consta como responsável pelo contrato das ambulâncias alugadas ao Rio Grande do Norte, no valor de aproximadamente R$ 8,5 milhões. “Queremos ouvi-la sobre esse contrato”, disse o deputado.

Outros temas levantados pelos deputados durante a sessão desta terça-feira demandam ações do Governo do Estado, como a solicitação feita pelo Cel. Azevedo (PSC) para que o Governo do Estado promova os oficiais da Polícia Militar que estão no quadro da administração, a necessidade de amplo debate para realização da Reforma da Previdência do Estado, feita pelo deputado José Dias (PSDB) e a necessidade de investimento na divulgação do RN como destino turístico. “O Governo tem que investir na criatividade das lives para retomar o interesse no turismo potiguar, esse setor que gera tanto emprego”, sugeriu Nelter Queiroz (MDB).

Finalizando o horário dos deputados, Sandro Pimentel (PSOL) agradeceu as manifestações de solidariedade em relação a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que manteve a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e cassou o mandato do parlamentar. “A casa legislativa com essa pluralidade, tem me ensinado muito”, declarou. O deputado George Soares (PL) voltou a falar do Hospital Regional Dr. Nélson Inácio dos Santos, em Assu.

Comente aqui


Polícia

Polícia alerta sobre ‘golpe do Don Juan’ que quase vitimou idosa de 68 anos em Natal

FOTO: ILUSTRAÇÃO

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte emitiu um “alerta” sobre um golpe romântico virtual que está sendo aplicado por meio das redes sociais e quase vitimou uma idosa de 68 anos, moradora de Natal. De acordo com a corporação, o crime é conhecido como “Golpe do Don Juan” e vem sendo aplicado desde 2019, em vários estados brasileiros e em outros países do mundo.

Em um dos casos que chegou ao conhecimento da Polícia Civil no estado, a mulher de 68 anos manteve conversas por meio de uma rede social com uma pessoas que se passava por um homem de aproximadamente 75 anos que morava em Israel, era militar da reserva, divorciado, e que desejava iniciar um relacionamento sério.

Nas conversas, o golpista falava de sua suposta família e da vontade de viajar ao Brasil. Após desconfiança de familiares e diversos pedidos de videochamada negados, a mulher procurou a Polícia Civil, que verificou se tratar de um perfil falso.

De acordo com as investigações, os golpistas criam um perfil em sites/aplicativos de relacionamento ou redes sociais, com o objetivo de se aproximar das vítimas, demonstrando ser uma pessoa bem-sucedida que quer ter um relacionamento sério. Além disso, na maioria dos casos, eles se apresentam como um policial estrangeiro, militar ou empresário.

Após o contato inicial e, consequentemente, conquista da confiança da vítima, com declarações de amor, fotos e experiências pessoais, o golpista informa que precisará de dinheiro, pois alguém da família está em apuros ou que ele deseja viajar para encontrar a vítima.

Ainda segundo a polícia, os golpistas usam de alguma desculpa para pedir para a vítima depositar dinheiro em uma conta corrente. Logo depois que as mulheres realizam o depósito com o valor solicitado, eles param de manter contato com as vítimas.

Em caso de a pessoa ser vítima do golpe ou identificar que se trata de um perfil falso, deverá denunciar na rede social utilizada. A polícia ainda recomenda que se faça um boletim de ocorrência. É possível fazer registro por meio da Delegacia Virtual, no site da instituição.

Comente aqui


CORONAVÍRUS

Programa oferece terapias alternativas a profissionais da saúde

FOTO: DIVULGAÇÃO

Desde o início da pandemia do novo coronavírus em Natal, os profissionais que atuam na rede pública municipal de saúde têm sido muito exigidos. Para amenizar essa exaustão em virtude da intensidade necessária nos cuidados com os pacientes, a Prefeitura de Natal iniciou as atividades do programa “Acolhendo quem acolhe”. O projeto oferta serviços terapêuticos para profissionais de saúde que atuam no Hospital de Campanha de Natal, dentre eles auriculoterapia, massoterapia, relaxamento, reflexologia (trabalho com os pés), acupuntura, aromoterapia, massagem e ventosa.

O “Acolhendo quem Acolhe” promove um dia de relaxamento e de cuidados direcionados à saúde mental, bem-estar físico e emocional de servidores públicos da saúde. Nas primeiras 48 horas de implementação do projeto no Hospital de Campanha, foram atendidos 60 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, nutricionistas, maqueiros, auxiliares de cozinha. O serviço também será levado aos profissionais do Hospital Municipal Doutor Newton Azevedo.

Os trabalhos terapêuticos são executados pela equipe do Centro de Referência em Práticas Integrativas e Complementares da Prefeitura do Natal (Cerpic), vinculado à Secretaria Municipal de Saúde. A ideia do projeto é promover saúde e bem-estar com consciência e responsabilidade, valorizar a vida e incentivar o autocuidado.

As práticas integrativas e complementares (PIC) contemplam sistemas médicos complexos e recursos terapêuticos, todos eles reconhecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) de medicina tradicional e complementar/alternativa. “Trabalhando em um ambiente onde há muita tensão, risco, responsabilidade, zero possibilidade de erros, afastamento da família e amigos, muitos profissionais da saúde acabaram adquirindo algum tipo de transtorno físico e psíquico. O ‘Acolhendo quem acolhe’ oferece uma abordagem diferenciada, oferecendo tratamentos alternativos e neste primeiro momento foi muito bem aceito pelos profissionais do HCN”, destaca a diretora do Cerpic, Liene Medeiros.

Para o secretário municipal de Saúde, George Antunes, essa ação também vai gerar um ganho terapêutico para os pacientes que estão internados no Hospital de Campanha. “Com profissionais em melhores condições, também conseguimos oferecer um tratamento melhor aos nossos pacientes. Não à toa, no último mês atingimos uma taxa de cura de 75,77% no Hospital de Campanha. Ficamos felizes que todo o nosso trabalho esteja produzindo um resultado tão importante”, comemora o titular da SMS.

Comente aqui

Polícia

Polícia Civil fecha laboratório de drogas e prende duas pessoas em flagrante nas Quintas

FOTO: DIVULGAÇÃO

Policiais civis encontraram um laboratório de drogas e prenderam duas pessoas, um homem de 29 anos e uma mulher de 18, em flagrante, nesta segunda-feira (10), em Natal. O caso aconteceu no bairro das Quintas, na Zona Oeste da capital potiguar. Os presos deverão responder por tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse irregular de arma de fogo.

Segundo a Polícia Civil, as diligências foram iniciadas após o recebimento de denúncias anônimas, informando que existia um laboratório de fabricação de cocaína na Rua dos Pegas, no bairro das Quintas. No local indicado, os policiais confirmaram a veracidade da denúncia e, em seguida, fecharam o laboratório.

No imóvel, os policiais apreenderam, com os suspeitos, quatro quilos de insumos para fabricação de cocaína, uma balança de precisão, um microondas, dois cadernos de contabilidade, sacos plásticos para embalar drogas, porções de “crack”, além de uma pistola calibre .380 municiada, dois aparelhos celulares, três relógios, uma quantia em dinheiro fracionado e dois aparelhos de TV.

Os presos foram conduzidos até a delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

A matéria prima usada para fabricação da droga foi levada à delegacia e deverá ser periciada pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep).

Comente aqui

Cidades

Casa Durval Paiva é mais uma vez certificada pelo Selo Doar

FOTO: DIVULGAÇÃO

A Casa Durval Paiva, instituição que dá apoio ao tratamento oncológico e hematológico de crianças e adolescentes no Rio Grande do Norte, foi mais uma vez aprovada no processo de auditoria do Selo Doar, que qualificou a instituição com o Padrão A+ atestando a adequação ao Padrão de Gestão e Transparência do Terceiro Setor no Brasil. Isso significa que a organização faz parte de um seleto grupo de organizações brasileiras certificadas que alcançaram o padrão mínimo de qualidade definidos pelo Instituto Doar.

O Selo Doar tem como objetivos incentivar, legitimar e destacar o profissionalismo e a transparência nas organizações não-governamentais brasileiras, na forma de um atestado independente de sua adequação aos Padrões de Gestão Profissional e Transparência (PGT), também denominado Selo Doar. A certificação se fundamenta em critérios internacionais de órgãos certificadores de 15 países que pertencem ao ICFO (International Committee on Fundraising Organizations), para organizações da sociedade civil. No Brasil, o Instituto Doar incorpora ainda os elementos de governança do IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa) e do GIFE (Grupo de Instituições, Fundações e Empresas), além do código de ética da ABCR (Associação Brasileira de Captadores de Recursos).

O processo de auditoria do Selo Doar não constitui apenas a responder questões e enviar documentos, sendo realizada uma extensa e minuciosa pesquisa para comprovação e atestação das informações prestadas, tantos as que se referem aos dirigentes, quanto as pertinentes à instituição.

Vale ressaltar que a certificação esse ano foi mais rigorosa, compreendendo 50 questões, organizadas em 08 grandes áreas: causa e estratégia, governança, contabilidade e finanças, gestão, recursos humanos, estratégia de financiamento, comunicação e prestação de contas/ transparência.

A Casa Durval Paiva cumpre a missão de acolher à criança e ao adolescente com câncer e doenças hematológicas crônicas e seus familiares, durante e após o tratamento, buscando a cura, contribuindo para o resgate da cidadania, dignidade e a qualidade de vida dos mesmos. Já são 1.614 crianças e adolescentes atendidos desde a fundação. Dados de junho registram 250 pacientes em tratamento, vindos de 133 municípios do Rio Grande do Norte, também da Paraíba, Ceará, Sergipe e Piauí.

A instituição oferece acolhimento, hospedagem, alimentação, mediação do atendimento médico hospitalar; encaminhamentos e transporte para exames e consultas; além de promoção do bem-estar, com apoio multiprofissional – psicológico, social, nutricional, fisioterapêutico, odontológico, farmacêutico, pedagógico e terapêutico ocupacional.

Comente aqui

CORONAVÍRUS

Centro de Referência Covid-19 finalizará atendimentos esta semana

FOTO: DIVULGAÇÃO

Com a redução no número de  pacientes com sintomas suspeitos do novo Coronavírus  no Estado e especialmente no  Centro de Referência COVID-19, a Unimed Natal realiza, esta semana, o processo de desmobilização do serviço. Na unidade já chegaram a ser feitos mais de 150 atendimentos no dia 8 de junho, auge da pandemia. A partir do início de julho, no entanto, os números vem decrescendo significativamente.

Na sexta-feira (14) serão encerradas, dessa forma,  as atividades do Centro de Referência COVID-19, localizado no estacionamento do shopping Via Direta. Os atendimentos de casos suspeitos passarão a ser direcionados aos pronto atendimentos da rede credenciada  da Unimed Natal.

HISTÓRICO:

O Centro de Referência Covid-19 foi inaugurado no dia 1º de abril para dar suporte aos casos suspeitos do novo coronavírus. Durante o período de funcionamento fez mais de 5 mil e 700 atendimentos abrindo, inclusive aos fins de semana e feriados, quando houve o pico da pandemia do Rio Grande do Norte, no mês de junho. Isso ajudou a aliviar a sobrecarga nos Pronto Atendimentos da Rede Hospitalar no período crítico da pandemia.

“Entendemos que cumprimos nosso papel junto ao nosso cliente que teve o  melhor atendimento ao nosso alcance, nesta pandemia”, destaca o Superintendente de Serviços Próprios, Emerson Oliveira. Para o presidente da Unimed Natal, dr. Fernando Pinto, “este é o momento de agradecer a cada membro do corpo clínico e da equipe de apoio que, não obstante os riscos de lidar com um inimigo invisível, soube enfrentar tudo com profissionalismo para que pudéssemos superar os desafios impostos pela Covid-19.”

Comente aqui

Cidades

Triple Play Brasil Participações adquire Outcenter

FOTO: DIVULGAÇÃO

Outcenter se torna a nona empresa da plataforma da Triple Play, que amplia sua atuação nos mercados de banda larga de Minas Gerais, São Paulo e Bahia, além da presença já consolidada no Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba

A Triple Play Brasil Participações acaba de anunciar a aquisição da empresa Outcenter, que atua nos mercados de São Paulo, Minas Gerais e Bahia, operando nas áreas de internet banda larga.

Com mais de 400.000 assinantes incluindo essa aquisição, a Triple Play Brasil Participações avança em seu projeto de expansão em mercados regionais em todo território nacional. A Outcenter se une às outras empresas que compõem o grupo: Cabo Telecom (RN/PB), Conexão Telecom (SP/MG), Direta (MG), MEGA Sistemas (SP), Multiplay Telecom (CE) e Tecnet (CE), que ofertam serviços de internet banda larga, complementados por TV por assinatura e telefonia fixa.

“Com a chegada da Outcenter, conseguimos expandir a nossa presença em Minas Gerais, ampliamos o cluster de São Paulo e também abrimos mercado no território baiano, que é novo para a nossa companhia. Estamos felizes também com o envolvimento do fundador da Outcenter, que fará parte da nossa equipe e contribuirá para nosso esforço de expansão da Empresa”, pontua Gilbert Minionis, CEO da Triple Play Brasil Participações.

Agora Triple Play está presente em seis estados brasileiros – sendo quatro no Nordeste (BA, CE, PB e RN) e dois no Sudeste (SP e MG).  Ao todo, soma 8.000 Km de rede de fibra, com uma cobertura para atender 1.100.000 lares e empresas. No total, as empresas da Triple Play Brasil Participações contam com mais de 1.800 colaboradores diretos.

A Triple Play é um investimento da ACON Investments, gestora de fundos de “Private Equity” com mais de US$5,5B em ativos sob gestão na América Latina, EUA e Europa.

Comente aqui

Ambiental

Projeto sobre pesca artesanal na RDS Ponta do Tubarão é aprovado em edital

FOTO: DIVULGAÇÃO

O Projeto “Fortalecimento institucional da pesca artesanal no contexto do território da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Estadual Ponta do Tubarão/RN” foi um dos 10 trabalhos selecionados pelo Fundo Casa Socioambiental, que realizou, em julho, uma chamada pública para apoiar organizações estratégicas da Pesca Artesanal. Ao todo, o Fundo Casa Socioambiental recebeu 71 propostas.

O projeto foi elaborado pela Comissão de Justiça e Paz (CJP), de Macau, e teve a colaboração do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – Idema, por meio do Núcleo de Gestão de Unidades de Conservação (NUC). A pesca artesanal representa a principal atividade econômica que subsidia os cerca de 8.000 moradores dos distritos de Barreiras, Diogo Lopes e Sertãozinho, no município de Macau-RN.

Segundo o gestor da RDS, Ramiro Camacho, o projeto na Reserva Ponta do Tubarão tem como principal objetivo contribuir para o fortalecimento institucional da pesca artesanal na Reserva, dinamizando a cadeia produtiva das comunidades pesqueiras da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Estadual Ponta do Tubarão (RDSEPT) em possibilidades vivenciadas de geração de renda e oportunidade de trabalho. “O principal intuito é melhorar essa cadeia produtiva, que tem a pesca como uma das principais atividades econômicas das comunidades inseridas na Reserva, ao longo do nosso Rio Tubarão”, afirma Ramiro.

A Comissão de Justiça e Paz CJP/Macau, idealizadora do projeto, atua por meio da captação de recursos. Foi a ONG desencadeadora da união dos moradores tradicionais da região fundamental na criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Estadual Ponta do Tubarão e é membro eleito do Conselho Gestor.

“Apoiamos o encaminhamento desse projeto a um edital aberto, que foi a Fundação Casa, e colocamos nossas contribuições como órgão gestor. Estamos muito felizes com essa aprovação e agora vamos para a próxima etapa, que é a execução dos trabalhos, firmando mais um compromisso entre a Gestão de Unidades de Conservação em apoio às comunidades pesqueiras tradicionais que moram dentro da Reserva”, disse Ramiro.

Dentre as ações previstas com a viabilidade do projeto estão: elaborar um diagnóstico interno participativo da CJP; melhorar o processo de gestão interna na CJP aperfeiçoando o modelo de gestão; reativar o Grupo de Pesca do Conselho Gestor; capacitar os pescadores sobre o Plano de Manejo e o Zoneamento Ecológico Econômico da RDSEPT; montar uma estrutura para beneficiamento e comercialização de pescados do GT da Pesca, entre outros.

De acordo com dados do formulário de inscrição, cerca de 70 famílias serão beneficiadas diretamente com o projeto e 450 pessoas beneficiadas indiretamente.

O supervisor do Núcleo de Gestão de Unidades de Conservação (NUC) do Idema, Rafael Laia, parabeniza a CJP de Macau e afirma que “a aprovação deste projeto é um ótimo exemplo da parceria entre a população e instituições locais na realização de ações que contribuem para a preservação da biodiversidade e o desenvolvimento de atividades sustentáveis de exploração de recursos naturais por comunidades tradicionais”, finaliza.

Comente aqui

Cidades

Guarda apreende som e notifica infrator com base em lei que proíbe uso de paredão

FOTO: DIVULGAÇÃO

A utilização ilegal de paredão de som vem sendo combatida diariamente pelo Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN), que registrou durante a noite dessa segunda-feira (10), nova apreensão de equipamento de som automotivo. Dessa vez na Rua Serra Formosa, no bairro de Cidade Satélite, zona Sul da capital.

O equipamento sonoro estava ligado num veículo modelo Gol que permanecia estacionado na frente da residência do responsável pelo ato ilegal. Já passava das 23h30 quando os guardas municipais foram acionados pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) para atender a denúncia.

No local, os guardas municipais identificaram o infrator e o notificaram por meio de um auto de constatação. O equipamento apreendido foi direcionado a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) que será a encarregada de empregar as medidas administrativas, tendo o responsável de ir buscar na sede do Órgão o equipamento de som apreendido na ação dos guardas ambientais.

No caso dos paredões de som, além de Lei Federal que prevê crime ambiental, o artigo 3º da Lei municipal nº 6.246, sancionada em 20 de maio de 2011 em Natal, versa sobre a proibição do funcionamento dos paredões de som nas vias, praças, praias e demais logradouros públicos do município de Natal e define “paredão de som” como “todo e qualquer equipamento de som automotivo rebocado, instalado ou acoplado nos porta-malas ou sobre a carroceria dos veículos”.

Um alerta é que se for constatado que o responsável é reincidente nesse tipo de delito, ele terá o valor da multa ampliado e pode perde o equipamento de som que foi apreendido. O descumprimento da lei municipal 6.246/2011 é passível de multa que pode variar de 300 a 3.000 unidades fiscal de referência (Ufir). Outro agravante é que o proprietário de veículo flagrado perturbando o sossego público pode ser multado sem a necessidade de medição dos decibéis, com base em resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

O cidadão pode denunciar o uso irregular de paredões de som ligando para o número 190 do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) que as viaturas do Grupamento de Ação Ambiental da GMN serão acionadas para averiguar a denúncia.

Comente aqui