Internacional

Operações antiterroristas já prenderam 11 na Europa

POLICIAL FAZ SEGURANÇA DE ÁREA ONDE ACONTECEM BUSCAS NA CIDADE DE SCHAERBEEK, EM BRUXELAS, NA BÉLGICA, NO INÍCIO DA MANHÃ DESTA SEXTA-FEIRA (25) (FOTO: ALASTAIR GRANT/AP)

POLICIAL FAZ SEGURANÇA DE ÁREA ONDE ACONTECEM BUSCAS NA CIDADE DE SCHAERBEEK, EM BRUXELAS, NA BÉLGICA, NO INÍCIO DA MANHÃ DESTA SEXTA-FEIRA (25) (FOTO: ALASTAIR GRANT/AP)

Operações antiterroristas já detiveram oito pessoas na Bélgica, duas na Alemanha e uma na França, segundo as agências internacionais. Em Bruxelas, seis prisões aconteceram na quinta-feira (24) e duas nesta sexta-feira (25). As ações são respostas aos atentados que atingiram o aeroporto e a estação de metrô na terça-feira (22), deixando ao menos 31 pessoas mortas e 270 feridas.

 Na França, a prisão de um suspeito na quinta-feira levou a polícia belga a prender mais um suspeito em Bruxelas nesta sexta. A operação aconteceu no bairro de Schaerbeek – que foi o bairro de onde saíram os jihadistas para provocar o atentado no aeroporto de Zaventem, na terça-feira.

Nesta manhã, as unidades especiais da polícia federal entraram em uma residência em Schaerbeek, onde uma explosão foi ouvida, segundo a agência de notícias Belga.

Os arredores da praça Meiser foram completamente bloqueados e um grande perímetro de segurança foi estabelecido, constatou um jornalista da AFP.

No endereço onde um motorista de táxi buscou os extremistas, a polícia encontrou 15 kg de explosivo tipo TATP, 150 litros de acetona, detonadores e uma mala cheia de pregos e parafusos, assim como vários ingredientes para o fabrico de explosivos.

Também foi no bairro de Schaerbeek, que o autor do ataque ao aeroporto Zaventem, Ibrahim El Bakraoui, deixou um testamento em um computador abandonado. Nele, foi encontrado um testamento em que o jihadista dizia que “não saber mais o que fazer” porque é “procurado em todos os lugares”.

Fonte: G1


Deixe um Comentário