Segurança

Operação Verão 2017/2018 é encerrada no Rio Grande do Norte; Capitania dos Portos inspecionou quase 2 mil embarcações

A Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte (CPRN) inspecionou quase 2 mil embarcações durante a Operação Verão 2017/2018, iniciada no dia 22 de dezembro e encerrada na última segunda-feira (19). No período, a CPRN intensificou sua atuação no litoral, rios e lagoas potiguares. O objetivo da operação foi de zelar pela segurança das atividades náuticas no Estado, especialmente em um período de natural aumento do uso de embarcações para atividades recreativas e turísticas.

No total, a Capitania dos Portos emitiu 137 notificações, que se reverteram em 57 autos de infração. Além disso, foram realizadas oito apreensões de embarcações. Para executar a Operação Verão, a CPRN contou com um efetivo de 138 militares, com o apoio de nove embarcações, incluindo lanchas e motos aquáticas, além de nove viaturas.

As ações ocorreram em toda área de jurisdição da CPRN, incluindo a Agência da Capitania dos Portos em Areia Branca, priorizando pontos com maior movimento de embarcações, como as localidades de Ponta Negra, Pirangi, Maracajaú, Pipa, Lagoa do Bonfim, Lagoa de Extremoz, Barra do Cunhaú, Tibau do Sul, Porto do Mangue, Tibau, entre outras.

Com o conceito “Segurança da Navegação: quem valoriza a vida respeita”, a Operação Verão 2017/2018 teve como lema a valorização da vida e a responsabilidade do proprietário e do condutor da embarcação, especialmente durante as atividades de lazer.

Além disso, uma das novidades da operação foi a Campanha “Travessia Segura I”, realizada de 15 a 31 de janeiro, com foco nas embarcações de transporte de passageiros e turismo náutico. Durante o período, a CPRN registrou 270 embarcações inspecionadas, emitindo 25 notificações, que se reverteram em seis autos de infração.


Deixe um Comentário