Cidades

Operação vedará nesta quinta-feira ligações clandestinas no bairro de Nossa Sra. da Apresentação

FOTO: DIVULGAÇÃO

Para acabar com o lançamento de água servida em via publica e ligações clandestinas de esgoto no sistema de drenagem,  em Nossa Senhora da Apresentação, na zona Norte, a secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) vai iniciar a vedação das tubulações irregulares a partir desta quinta-feira (16). O trabalho ocorre depois da identificação do atual quadro de poluição ambiental em algumas ruas da localidade.

A ação consiste na vedação do cano que lança o efluente para a via pública. “Continuamos a nossa operação na zona Norte de Natal para verificar as ligações clandestinas e lançamento de água servida nas ruas. Estivemos in loco pela segunda vez para vistoriar o problema oriundo de extravasamentos nas bocas de lobo. E a partir desta quinta vamos intensificar e começar os tamponamentos”, disse o titular da Semurb, Thiago Mesquita.

Mesquita esteve em vistoria no bairro, na manhã desta quarta-feira (15), acompanhado de técnicos da Semurb, da Agência Reguladora de Saneamento Básico (Arsban) e da secretaria de Obras Públicas e Infraestrutura (Semov).

O acúmulo de água servida gera diversos transtornos à população do bairro, pois a destinação inadequada dos efluentes que saem das pias, lavatórios e máquinas de lavar acaba formando poças nas ruas que provocam buracos no asfalto, impedem a circulação de veículos, além de contribuir para a proliferação de doenças.

“Essas ligações clandestinas têm provocado também a sobrecarga do sistema de drenagem. E causado o escoamento superficial nas ruas, o que é um quadro de poluição ambiental sério”, acrescenta Mesquita. A multa simples para quem  jogar água devida na rua pode chegar até R$ 2.066 reais. E se houver reincidência pode chegar a mais de de R$ 8 mil reais.

A vistoria foi realizada em pelo menos 16 pontos do bairro e verificou alguns casos de poços de visita e bocas de lobo expulsando água entre outros problemas. Qualquer pessoa que presenciar situação similar pode denunciar na Ouvidoria da Semurb pelos telefone (84) 3616-9829, de segunda a sexta, das 8h às 16h. Lembrando que as denúncias podem ser feitas de forma anônima.



Comente aqui