Internacional

Obama critica lei que permite acesso fácil a armas nos EUA

OBAMA CRITICA LEI QUE PERMITE ACESSO FÁCIL A ARMAS NOS EUA

OBAMA CRITICA LEI QUE PERMITE ACESSO FÁCIL A ARMAS NOS EUA

Obama critica lei que permite acesso fácil a armas nos EUA

O presidente dos EUA, Barack Obama, criticou nesta segunda-feira (13) as leis que permitem fácil acesso a armas em seu país. “Leis fracas sobre armas tornam fácil que indivíduos perturbados consigam armas poderosas”, afirmou, em entrevista na Casa Branca.

Ele disse que, aparentemente, as armas usadas no ataque foram compradas legalmente pelo atirador e observou que os EUA precisam refletir sobre os riscos de serem permissivos em relação ao acesso a armas.

Segundo Obama, o caso está sendo tratado como uma investigação de terrorismo e estão sendo investigadas “todas as motivações” do assassino.

Obama disse que aparentemente o assassino foi influenciado por extremistas, mas que não há “provas claras” de que o ataque foi dirigido por extremistas nem que o atirador seja parte de um “plano maior”.

Ele afirmou que parece se tratar de um caso de extremismo “feito em casa” — Mateen teria sido “inspirado por várias informações de extremistas disseminadas na internet”.

Para o presidente, o massacre foi um ataque a “todos os americanos”. “Nossos corações estão com as famílias das vítimas”, completou.

G1


Deixe um Comentário