Saúde

Nutricionistas orientam sobre cuidados com delivery de alimentos durante pandemia de Covid-19

FOTO: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Com o avanço do novo coronavírus (Covid-19) no Rio Grande do Norte, uma série de cuidados está sendo adotada para minimizar a propagação da doença entre as pessoas. Por causa disso e, seguindo as mesmas precauções adotadas em outros locais do Brasil e do mundo, foi determinada a suspensão do atendimento ao público em diversos estabelecimentos do estado potiguar e recomenda-se que a população permaneça em casa. Diante desse cenário, os serviços de delivery ganharam força e estão sendo uma saída neste momento de crise – não só de saúde, mas também econômica.

Com o crescimento das entregas a domicílio, especialmente no ramo alimentício, um grupo de professores e pesquisadores do Departamento de Nutrição da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) decidiu produzir uma cartilha com várias orientações nutricionais e higiênicas tanto para os consumidores quanto para os entregadores e estabelecimentos.

“A pandemia de Covid-19 obrigou muitos estabelecimentos de serviços de alimentação a fecharem suas portas ao público externo. Para garantia da saúde pública, essa medida é extremamente necessária e baseada em evidência convincente de que evitar aglomerações é essencial para evitar a propagação do coronavírus. Para diminuir os impactos econômicos, os serviços de alimentação optaram por continuar a produção de refeições para o atendimento delivery. Essa modalidade de serviço deve seguir normas sanitárias de Boas Práticas de Manipulação de alimentos, de modo a não ocasionar riscos para o consumidor nem para o entregador”, explicou as professoras Priscilla Rolim e Larissa Seabra, que participaram do desenvolvimento da cartilha.

As pesquisadoras ainda ressaltaram o papel da UFRN em prestar esse tipo de serviço informativo à sociedade. “A Universidade, por ser uma instituição pública de ensino, pesquisa e extensão, tem essa responsabilidade de passar informações para população, sobretudo no cenário atual de pandemia por coronavírus (Covid-19). Como as dúvidas sobre alimentação e nutrição são muito frequentes, nós tivemos essa iniciativa de elaborar cartilhas para responder a esses questionamentos”, disseram.



Deixe um Comentário