Mundo

Novos confrontos deixam centenas de feridos em Jerusalém

MANIFESTANTES PALESTINOS E POLICIAIS ISRAELENSES SE ENFRENTARAM DE NOVO NA ESPLANADA DAS MESQUITAS. FOTO: REUTERS

Novos confrontos entre palestinos e policiais israelenses na Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém, deixaram centenas de feridos nesta segunda-feira (10) no “Dia de Jerusalém”.

A data do calendário hebraico celebra o dia em que Israel conquistou Jerusalém Oriental e a Cidade Velha, que abriga lugares sagrados muçulmanos, judeus e cristãos, em 1967.

Os confrontos têm ocorrido na Cidade Velha de Jerusalém, no complexo da mesquita de Al-Aqsa, que é conhecida pelos muçulmanos como Santuário Nobre e pelos judeus como Monte do Templo.

Manifestantes atiraram pedras e a polícia respondeu com bombas de efeito moral e balas de borracha do lado de fora da mesquita de al-Aqsa, que é o terceiro local mais sagrado do Islã.

Mais de 500 feridos

Ao menos 180 pessoas ficaram feridas e 80 foram hospitalizadas, segundo médicos palestinos. Desde o início dos confrontos, na sexta-feira (7), mais de 500 se feriram.

Mais de 200 pessoas ficaram feridas em confrontos na sexta-feira (7) na Esplanada das Mesquitas, onde milhares de fiéis palestinos se reuniram para a última oração antes do fim do Ramadã, o mês do jejum muçulmano.

No sábado (8) e no domingo (9) a calma voltou à praça, mas os confrontos entre palestinos e a polícia israelense se espalharam para outras áreas de Jerusalém Oriental.

G1



Comente aqui