Internacional

No Japão, loja usa crachás para identificar funcionárias menstruadas

A DECISÃO DE EXPOR O PERÍODO MENSTRUAL DAS FUNCIONÁRIAS FOI ALVO DE CRÍTICAS NO PAÍS ASIÁTICO. FOTO: WWD JAPÃO

A loja de varejo japonesa Daimaru distribuiu crachás para que suas funcionárias usem quando estão menstruadas. Cada identificação traz um desenho apelidado de “Miss Period”, ou “senhora menstruação”. A ideia por trás da política, segundo a empresa, é que funcionárias tenham ajuda adicional ou pausas mais longas durante a jornada de trabalho.

No entanto, a decisão de expor o período menstrual das funcionárias foi alvo de críticas no país asiático, principalmente por dar abertura a assédios. Ainda, muitos clientes reclamaram da iniciativa, fazendo com que a empresa repensasse sua política interna.

A loja decidiu implementar as identificações após uma de suas filiais em Umeda, importante distrito comercial e de entretenimento na cidade Osaka, criar os crachás para cerca de 500 funcionárias da seção de roupas femininas. A ideia, disse a porta-voz da empresa, Yoko Higuch, era “melhorar o ambiente de trabalho”.

Ela apontou ainda que alguns membros da equipe “não entendiam” o objetivo dos crachás ou estavam “relutantes” em usá-los. “Mas outros funcionários disseram que a identificação era positiva”, continuou. “Se você perceber que uma colega está menstruada, pode oferecer serviços menos pesados para ela ou sugerir que ela faça intervalos mais longos, e esse apoio seria mútuo”, afirma.

BBC


Deixe um Comentário