Política

Natália chama hotel Reis Magos de ‘símbolo do turismo potiguar’ e segue na defesa do tombamento

DEPUTADA FEDERAL NATÁLIA BONAVIDES SEGUE NA CONTRAMÃO DO DESENVOLVIMENTO. FOTO: TWITTER

Na contramão do desenvolvimento turístico, sobretudo da pujança econômica, a deputada federal Natália Bonavides (PT), insiste em defender o tombamento das ruínas do antigo hotel Reis Magos, construído em 1965, na Praia do Meio, onde o classifica como ‘símbolo do turismo potiguar’.

Em sua conta pessoal, no Twitter, a parlamentar lembra que “Pouca gente sabe, mas sua construção se deu com dinheiro público, por meio de uma ação conjunta da Sudene e da Embratur. A construção também é um exemplo da Arquitetura Moderna Brasileira”.

Segundo Natália, “tendo o reconhecimento da Procuradoria Estadual do Patrimônio, da Defesa Ambiental e dos Departamentos de Arquitetura e Urbanismo e de História, ambos da UFRN, não podemos deixar que esse símbolo seja demolido e desapareça das páginas de nossa história”.

“Atualmente, o prédio encontra-se em estado de abandono, por isso a necessidade de tombamento para sua preservação histórica. Além do tombamento, defendemos que o prédio seja assumido pelo poder público, restaurado e seu uso destinado a uma finalidade social”.


1 Comentário

  • Além de tombar, seria necessário desapropriar e reconstruir este escombro e aí achar o destino para um prédio de alto custo de manutenção.
    Nos resta uma pergunta.
    Com que dinheiro ?
    Se este pobre estado deve 3 meses de salário, não tem dinheiro para recuperar o Forte nem o Teatro.

Deixe um Comentário