Política

“Não aceito esse tipo de censura”, Coronel Azevedo reage à provocação e mantém protesto contra Governo de Fátima

DEPUTADOS DA BASE DO GOVERNO TENTARAM IMPEDIR AZEVEDO DE FALAR SOBRE O ASSUNTO EM SEU PRONUNCIAMENTO

Durante pronunciamento feito na sessão desta quarta-feira, 13, na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Coronel Azevedo (PSC) tentou veicular o vídeo em que o vereador Fernando Guilherme, da cidade de João Câmara, fez críticas ao governo estadual e foi agredido por deputados da base do governo que tentaram calar seu pronunciamento. “Não aceito esse tipo de censura. Ainda mais numa casa plural e democrática como essa. Não podemos esconder a verdade da população”, afirmou.

Nesse vídeo, o vereador denunciava o caso de uma criança que teria se ferido, e ao procurar atendimento no Hospital Regional de João Câmara, teria sido informada que não seria feita a sutura do ferimento por falta de insumos. “O cabaré de Maria Boa em Natal era mais organizado do que o governo Fátima”, diz o vereador em um trecho do vídeo.

Assista:

No plenário, criou-se uma polêmica com outros parlamentares questionando a veiculação de vídeos durante a sessão no plenário da Casa Legislativa. “Mais um vez tentaram me impedir de expressar minha opinião dentro da Casa. “Vivemos em um país livre e democrático. Assim também se espera da Assembleia Legislativa”, declarou.

O parlamentar lamentou a situação ocorrida e ressaltou que não é de hoje que tem sofrido com esse tipo de comportamento dentro da Assembleia Legislativa e reafirma seu papel de oposição ao Governo. “Vou continuar meu trabalho no Parlamento e manterei a vigilância e cobrança daquilo que estiver errado dentro do Governo estadual”, disse.


Deixe um Comentário