TV

Na CNN, Crivella diz ‘Globo lixo’ e recebe puxão de orelha de Monalisa Perrone

FOTO: REPRODUÇÃO

O debate entre os candidatos à prefeitura do Rio de Janeiro não aconteceu como a CNN Brasil imaginava. Isso porque Eduardo Paes (Democratas), que está em primeiro lugar nas pesquisas, deu um cano na emissora e faltou. E Crivella, o único candidato do segundo turno presente, citou a Globo em dois momentos, levando um puxão de orelha da apresentadora e ex-Globo Monalisa Perrone.

Com mais tempo para exibir suas propostas, Crivella decidiu atacar a emissora concorrente depois que Perrone questionou o atual prefeito do Rio sobre o sistema de saúde da cidade. Durante a resposta, o bispo da Igreja Universal do Reino de Deus desviou e criticou a cobertura jornalística da emissora carioca.

“O Rio de Janeiro tem uma rede municipal que tratou agora 130 mil doentes de Covid. E nós tivemos apenas, não vou dizer apenas, porque se fosse uma morte também seria trágico, mas 0,1% da nossa população morreu enquanto a Globo lixo dizia que iríamos perder 3% da população. Essas coisas são meramente, eu diria a vocês, factoides”, disse Crivella.

“Tudo que você vê na Globo lixo, pode ter certeza que, se for olhar com a lupa, vai ver que é factoide, sobretudo quando repercute pesquisas do Ibope”, prosseguiu o bispo e prefeito. Ele ainda chamou o concorrente de “candidato da Globo” e criticou as pesquisas do Ibope.

Perrone, em seguida, teve de reiterar que o espaço era para ele falar de propostas, não atacar emissoras, pessoas ou instituições. “Candidato, para reiterar, esse é um momento propositivo. Então, qualquer tipo de ataque a qualquer pessoa ou a qualquer instituição não é bem-vindo, para pontuar. De fato, o momento e o espaço são importantes para que as pessoas escutem a suas propostas”, disse a apresentadora, que teve a sua fala repercutida no Twitter.

Meia Hora


Comente aqui