Mundo

Mulher é expulsa de avião por tripulação considerar sua blusa inapropriada

A britânica Harriett Osborne, 31, relatou ao portal britânico The Sun um incidente ocorrido durante um voo da empresa aérea easyJet. Harriet, contou que foi expulsa de um voo que partiria de Málaga, na Espanha, porque a tripulação julgou a sua blusa “inapropriada para o voo.”  As informações são da Revista Glamour.

A mulher teve que dormir no chão do aeroporto de Málaga, enquanto esperava pelo próximo avião que só sairia no dia seguinte.

Segundo relato de Harriet, uma aeromoça a confrontou e disse que ela não era permitida no avião usando aquela blusa e ofereceu um casaco para que ela se cobrisse. “A aeromoça me confrontou na frente de todos os passageiros e disse que eu não poderia viajar vestida daquela maneira. Tentou me cobrir com as mãos e me disse para deixar a aeronave.”

Ao sair do avião, Harriett, que é mãe de dois filhos e estava de férias com uma amiga na Espanha, se disse chocada. “Eu fui escoltada para fora do avião. Chocada. Foi muito machista. Eu comecei a chorar. Tivemos que voltar ao terminal onde a polícia espanhola nos parou para fazer perguntas. Eles ficaram perplexos quando ouviram o que tinha ocorrido”, contou.

A mulher ainda teve que pagar 150 libras, algo em torno de 730 reais, por um novo voo.

A empresa aérea falou em comunicado: “Confirmamos que a passageira viajando de Malaga para Stansted no dia 23 de Junho foi impedida de viajar por causa de comportamento disruptivo. Por causa de reclamações sobre sua vestimenta, a tripulação educadamente pediu para que a cliente vestisse uma blusa adicional, ao que ela concordou. Porém, ela então procedeu a se comportar de forma disruptiva para com os membros da equipe.”

Glamour


Deixe um Comentário