Brasil

Mulher de Moro classifica decisão do STF como ‘retrocesso’ e cobra Congresso

ROSÂNGELA MORO DISSE CONSIDERAR DECISÃO UM “RETROCESSO”. FOTO: SÉRGIO LIMA/PODER 360

Rosângela Moro, mulher do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, publicou em seu perfil no Instagram críticas à decisão do STF que proibiu prisões após condenação em 2ª Instância. Na postagem, a advogada diz que “como cidadã de um Estado democrático de Direito, respeita a decisão da Corte”, apesar de discordar da tese vencedora.

No texto, Rosângela afirma que como “operadora de Direito”, classifica a decisão como um retrocesso. Ainda, comenta que “como parte de quem viveu os impactos da Lava Jato por 5 anos, no dia a dia da família achincalhada e sob escolta“, se sente descrente.

Leia a íntegra do post


Deixe um Comentário