Esporte

Morre no Rio primeira mulher a cobrir futebol no Brasil, conhecida como “moça do Flamengo”

MARILENE AO LADO DE ZICO. FOTO: ARQUIVO PESSOAL

Faleceu na manhã desta sexta-feira, 17, no Rio de Janeiro, a jornalista Marilene Dabus, primeira mulher a cobrir futebol no Brasil. Ela lutava contra um câncer. Marilene despontou em sua carreira jornalística no fim da década de 1960 e ficou conhecida por seus conhecimentos sobre o Flamengo, que lhe renderam o apelido de “A moça do Flamengo“. Ela foi setorista do clube no período em que esteve no jornal “Última Hora”.

A JORNALISTA FOI, INCLUSIVE, A RESPONSÁVEL PELA IDEIA DE BATIZAR O CENTRO DE TREINAMENTO DE NINHO DO URUBU. FOTO: REPRODUÇÃO

A ligação de Marilene com o Flamengo aumentou ainda mais no meio da década de 70, quando integrou a chapa “Frente Ampla pelo Flamengo“, ao lado de Márcio Braga, e assumiu o cargo de Vice-Presidente de Comunicações do clube. A jornalista foi, inclusive, a responsável pela ideia de batizar o centro de treinamento de Ninho do Urubu.

Na estreia do Flamengo na Taça Guanabra, no próximo sábado, contra o Macaé, será respeitado um minuto de silêncio em homenagem à Marilene.

Saiba mais sobre Marilene Dabus nesta entrevista que ela concedeu à FLA TV no ano passado:

Com informações: O Dia


Deixe um Comentário