Luto

Morre aos 83 anos, o potiguar José Augusto Delgado, ministro aposentado do STJ

FOTO: DIVULGAÇÃO

Faleceu, nessa quarta-feira (8), o potiguar José Augusto Delgado, ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça (STJ), aos 83 anos. Ele foi empossado em dezembro de 1995 e atuou no STJ até junho de 2008.

Ele deixa a mulher, Maria José Costa Delgado, e 3 filhos. O STJ confirmou o falecimento, mas não informou a causa da morte. Ele estava internado em Brasília há cerca de 10 dias.

Nascido em São José de Campestre (RN), em 7 de junho de 1938, Delgado formou-se pela UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte).  Fez especialização em Direito Civil e Comercial na mesma instituição. Foi juiz de Direito no Rio Grande do Norte, juiz eleitoral e juiz federal substituto do Rio Grande do Norte.

No STJ, foi membro da 1ª Turma e da 1ª Seção. Também foi membro da Corte Especial, presidente da Comissão de Regimento Interno do STJ e integrou a Comissão Temporária para Acompanhamento da Reforma do Poder Judiciário. Foi diretor do Gabinete da Revista do STJ e vice-diretor da Enfam (Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados).

O ministro ainda ocupou o cargo de corregedor-geral do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) no biênio 2006-2008.

NOTA DE PESAR

A Justiça Federal no Rio Grande do Norte externa todo seu luto pelo falecimento do inesquecível ministro José Augusto Delgado. Um jurista que marcou a história do Judiciário Federal potiguar, de onde foi um dos primeiros juízes.

O ministro Delgado, como era carinhosamente chamado por todos, sempre esteve presente no nosso dia a dia, mesmo após ter alçado os voos ímpares na carreira de judicatura, como desembargador e depois como ministro do Superior Tribunal de Justiça.

Foi um professor na forma mais completa do termo. Mestre nas lições profissionais, exemplo de homem honrado, estudioso e cidadão comprometido com a causa do Direito. Nosso Ministro Delgado escreveu uma história irretocável e de grandes legados.

Neste momento da sua partida, choramos todos nós. Sentimo-nos órfãos do nosso ministro, que deixa muita saudade.

Em nome do Juiz Federal Magnus Augusto Costa Delgado, seu filho, externamos nossas condolências ao seus familiares e amigos.

O ministro Delgado permanecerá entre nós, com tudo que aprendemos com ele e que reproduzimos como referência de inesquecível jurista.

Natal, 9  de setembro de 2021

Juízes Federais, Servidores, Mediadores, Conciliadores, Residentes e Estagiários

Blog do BG


Comente aqui