Cidades

Moradores são notificados por lançamento de água servida que se acumulava próximo à linha férrea

FOTO: DIVULGAÇÃO

Os moradores de 23 imóveis da Rua Coronel José Revoredo, no bairro do Potengi, zona Norte de Natal, foram notificados pela secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo para acabar com o lançamento de água servida em via pública. Os efluentes lançados corriam pela rua e estavam se acumulando na base da linha férrea nas proximidades do local, e poderiam comprometer a segurança do transporte ferroviário. A denúncia foi feita pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU).

E na manhã desta quarta-feira (24), as equipes da fiscalização estiveram no local para vistoriar e tamponar as tubulações de quem por ventura ainda estivesse descumprindo a determinação. De acordo com informações da supervisão de água de solo da Semurb (SPASO), das 23 notificações realizadas, apenas quatro imóveis estavam em descumprimento e tiveram suas tubulações tamponadas.

O tamponamento consiste na vedação do cano que lança o efluente para a via pública. O descarte de água servida na rua além de ser ilegal, acarreta danos à saúde da população e traz prejuízos para os cofres públicos. A água servida é toda aquela proveniente do chamado esgoto doméstico ou comercial, ou seja, que resulta do uso de pias, banheiros, máquinas de lavar roupas, pias de cozinha, lavagem de veículos, entre outras.

“A operação foi exitosa e grande maioria da comunidade atendeu a determinação da Semurb fazendo cessar voluntariamente os lançamentos dos efluentes, que poderiam comprometer a segurança na base da linha do trem que faz o trajeto Natal-Extremoz”, explica o supervisor da SPASO, Gustavo Szilagyi.

A  multa para os moradores que insistirem na infração é de R$ 2.149 reais. Qualquer pessoa que presenciar situação similar pode denunciar na Ouvidoria da Semurb pelo telefone (84) 3616-9829, de segunda a sexta, das 8h às 16h. Lembrando que as denúncias podem ser feitas de forma anônima.


Comente aqui