Tecnologia

Ministério do Turismo estuda investimento em sustentabilidade

ATUALMENTE, O BRASIL CONTA COM 334 UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DO TIPO, SENDO APENAS 53 ABERTAS À VISITAÇÃO. FOTO: GETTY IMAGES/ISTOCKPHOTO

O Ministério do Turismo avalia a possibilidade de investir no segmento de Turismo sustentável no Brasil. Para isso, na última sexta-feira, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, se reuniu com o arquiteto dinamarquês Bjarke Ingels e uma comitiva do grupo Be-Nômade. A empresa é responsável pela consolidação de Tulum, na Riviera Maya, no México, como destino sustentável.

Durante a reunião, foi exposto ao grupo o cenário do turismo no país e a diversidade de parques nacionais, inseridos em diferentes biomas brasileiros e que apresentam grande potencial para receber projetos sustentáveis. Atualmente, o Brasil conta com 334 unidades de conservação do tipo, sendo apenas 53 abertas à visitação.

“O Turismo tem um papel crucial na retomada do crescimento econômico, e estamos desenvolvendo medidas nos mais diversos campos – conectividade, infraestrutura, redução do custo Brasil – para garantir que o setor de viagens desenvolva todo o seu potencial e contribua para o desenvolvimento do país”, disse o ministro.

Bjarke Ingels é considerado o arquiteto mais importante da atualidade e tem entre os seus atuais trabalhos a implantação de duas cidades do futuro: uma nas Ilhas Fuji (Japão) e outra na Arábia Saudita. Os desafios do dinamarquês incluem a construção de uma das novas Torres Gêmeas de Nova Iorque e as novas sedes do Google na Califórnia e em Londres.

Na ocasião, Bjarke Ingels apresentou projetos de sua autoria espalhados pelo mundo e que envolvem o conceito sustentável, com foco no respeito aos povos e à cultura local. Ele ressaltou que a rica biodiversidade brasileira e a diversidade cultural habilitam o país a receber um de seus trabalhos.

Panrotas



Deixe um Comentário