Política

Ministério das Comunicações libera recursos para ampliar sinal de TV Digital e fibra ótica no RN

FOTO: REPRODUÇÃO/TWITTER

O Ministério das Comunicações lançou nesta segunda-feira (26) mais uma etapa do Digitaliza Brasil. O evento, realizado em um hotel de Natal, contou com a participação do ministro Fábio Faria; do secretário nacional de Radiodifusão, Maximiliano Martinhão, além de prefeitos e vereadores de municípios do Rio Grande do Norte.

Aqui no RN, 32 municípios já aderiram ao programa e vão poder trocar todas as antenas analógicas por digitais. O Ministério das Comunicações vai garantir os equipamentos de transmissão com toda a instalação incluída.

Nessa etapa, serão incluídos mais dois estados, Paraíba e Maranhão. O ministério anunciou ainda que vai disponibilizar a instalação de mais dois canais de TV aberta em cada município, com a exibição de conteúdo público. Além disso, as emissoras de TV poderão ampliar o alcance e chegar a mais cidades, com a digitalização. Por exemplo, municípios que só contam com um canal poderão chegar até oito.

“O Digitaliza Brasil é um programa que visa concluir o processo de digitalizaçãoda TV analógica em nosso país, foi lançado com o objetivo de cobrir 1.638 municípios em todo o Brasil”, afirmou Maximiliano Martinhão, secretário de Radiodifusão.

Infovia

Já o Projeto Infovia Potiguar fortalece a inclusão digital na rede de instituições de educação do Estado e inclui, também, a UFRN e o IFRN. São sete redes metropolitanas contempladas, recebendo a instalação de fibra ótica para conexão de alta qualidade: Mossoró, Caícó, Currais Novos, Santa Cruz, Açu/Ipanguaçu, Ceará-Mirim, São Gonçalo do Amarante, João Câmara e Pau dos Ferros.

“Nós teremos internet mais rápida e beneficiaremos escolas, universidades, hospitais”, afirmou o ministro ao anunciar a liberação de mais R$ 10 milhões para o projeto.

Na lista de entidades beneficiadas estão oito escolas, unidades de saúde, complexo penal, as universidades Estadual do Rio Grande do Norte (Uern) e Federal Rural do Semiárido (Ufersa), o Instituto Federal (IFRN) e órgãos da administração pública.

O Infovia Potiguar é desenvolvido pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), com apoio do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e do Ministério das Comunicações (MCom). Com a instalação da rede de fibra ótica no interior do estado, a velocidade da conexão deve chegar 100 Gbps (Gigabits).



Comente aqui