Polícia

Militar do Exército é confundido com bandido e espancado em Cruzeta (RN), mas acaba preso por porte ilegal de arma

FOTO: DIVULGAÇÃO

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte abriu uma investigação nesta semana para apurar o caso de uma agressão a um militar do Exército por populares de uma comunidade rural do município de Cruzeta, na região Seridó do Estado.

O caso aconteceu no último domingo (1º), e os relatos iniciais dão conta de que o militar – um soldado recruta – foi espancado após ter sido confundido com um bandido da região.

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de que o recruta estava perdido na região e foi pedir informações a populares. Neste momento, ele foi confundido com o bandido e em seguida espancado pelos moradores.

O militar tinha em mãos uma arma de fogo, um revólver, que não tinha registro de posse. Pelo porte ilegal, o militar foi detido, mas liberado em seguida após pagar fiança.



Comente aqui