ELEIÇÕES 2022

Militantes do MDB histórico não aceitam aliança com PT no Rio Grande do Norte

FOTO: DIVULGAÇÃO

Integrantes do MDB histórico estão se rebelando contra um possível acordo do partido, atualmente presidido pelo deputado federal Walter Alves, com o PT da governadora Fátima Bezerra. Esse movimento verifica-se preponderantemente na região do Seridó, onde as raizes do MDB são profundas.

Recentemente o ex-presidente da República, Luiz da Silva esteve em Natal para um encontro com líderes do MDB mas a conversa com Walter Alves e Garibaldi Filho não foi conclusiva.

Aconteceram apenas articulações preliminares com vistas às eleições do próximo ano.

Militantes do MDB que ainda seguem orientações deixadas pelo líder maior da legenda, Aluízio Alves, de radicalizar contra o PT, não assimilam esse possível entendimento entre dois partidos antagônicos que historicamente digladiam-se e têm sido contundentes adversários políticos.

Afirmam, os emedebistas (chamados bacuraus), que não aceitam que o MDB faça acordo com o seu mais tradicional adversário, mesmo que isso tenha acontecido em algumas oportunidades. Inclusive, ameaçam não participar da próxima campanha eleitoral caso o MDB se una com o PT da governadora Fátima Bezerra no Rio Grande do Norte.

Com informações do Blog de Joaquim Pinheiro


Comente aqui