Luto

Messi chora morte de Maradona: “Um dia muito triste para o futebol”

O CAMISA 10 DO BARCELONA E DA SELEÇÃO ARGENTINA ESCREVEU: “ELE NOS DEIXA, MAS NÃO VAI, PORQUE DIEGO É ETERNO”. FOTO: REUTERS

Diego Armando Maradona morreu nesta quarta-feira (25/11), aos 60 anos, após sofrer parada cardiorrespiratória. Maior jogador argentino depois de Maradona, Lionel Messi não deixou de prestar homenagem à lenda.

“Ele nos deixa, mas não vai, porque Diego é eterno”, escreveu Messi.

O camisa 10 do Barcelona e da seleção argentina falou que 25 de novembro de 2020 é “um dia muito triste para todos os argentinos e para o futebol”.

Metrópoles


Comente aqui