Coluna

Meio Ambiente e Sustentabilidade

ÁLVARO DIAS E O MEIO AMBIENTE

O prefeito Álvaro Dias teve uma atitude republicana e mostrou que está sintonizado com um tema que está na ordem do dia em todo o mundo – o  meio ambiente. Focado em tornar Natal a capital mais limpa do Brasil, projeto que abraçou em parceria com  o “Instituto Cidade Limpa”, o chefe do Executivo natalense anunciou  essa semana que Prefeitura de Natal aderiu ao “World Cleanup Day”, ou Dia Mundial da Limpeza, que acontecerá dia 21 de setembro.

APÓS LANÇAR O PROJETO PLANTA NATAL, O PREFEITO ÁLVARO DIAS VESTE A CAMISA DO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

Álvaro destaca que a prefeitura realiza um trabalho profícuo na área de limpeza, mas que é importante o engajamento de todos no Dia Mundial da Limpeza.  “Precisamos contar com a mobilização de toda a população e o Dia Mundial da Limpeza é uma oportunidade para que essa mensagem seja divulgada. É muito importante mantermos o meio ambiente limpo para a população e para o futuro da nossa cidade. Temos que transformar a preservação em um hábito, como estamos fazendo, por exemplo, com o desenvolvimento do projeto Planta Natal”, comentou o prefeito, citando o programa que está se encaminhando para plantar 20 mil árvores na capital…

ALIÁS

….. Álvaro Dias já determinou que as secretarias municipais se integrem ao movimento. A cidade participa pela segunda vez do evento que é organizado mundialmente.  O apoio da Prefeitura vai envolver o trabalho das Secretarias de Educação (SME), Turismo (Setur), Limpeza Urbana (Urbana), Meio Ambiente (Semurb), Trânsito (STTU), Saúde (SMS) e Comunicação (Secom). A cidade estará mobilizada também com cerca de 6.000 voluntários de ONG’s, associações, estudantes, professores, empresários, profissionais liberais, entre outros.

TEM MAIS

…. As ações em Natal acontecerão no trecho entre a praia de Ponta Negra e da Redinha, com outros dois pontos distribuídos entre os bairros do Alecrim e Cidade Alta. Esses locais serão os principais alvos dessa ação, mas o objetivo é que a mensagem chegue até grande parte da sociedade natalense. Todos podem participar, desde que atentem para o uso de equipamentos e materiais necessários para a coleta do lixo, como também estejam atentos para destinar os resíduos coletados até os pontos oficiais da Urbana, para que esses materiais não tenham um destino inadequado.

COLUNA NA 96 FM

A diretora do Instituto Cidade Limpa, Nayara Azevedo, que todas as terças-feiras faz uma coluna sobre meio ambiente no programa “Jornal 96”, liderado pelo jornalista Diógenes Dantas, na 96 FM, destacou como é o projeto de marketing que norteará a campanha para tornar Natal a Capital Mais Limpa do Brasil, interligando, assim, todo o segmento do turismo na nossa cidade.

Veja abaixo o áudio da coluna veiculada nesta terça-feira, 27, na 96 FM:

URBANA

Para se ter ideia da quantidade de resíduos que a população natalense produz, a Urbana revela que, diariamente, são coletados, em média, 36 toneladas de resíduos sólidos entre as praias de Ponta Negra e da Redinha, incluindo Via Costeira, Miami, Areia Preta, Praia do Meio e Praia do Forte. O custo operacional para essa limpeza, até 2018, era de quase R$ 600 mil/mês, ou R$ 19 mil/dia. Esses valores incluem mão de obra, transporte e destinação do lixo.

“A Prefeitura realiza um trabalho profícuo na área de limpeza, num esforço diário muito grande. No entanto, precisamos contar com a mobilização de toda a população e o Dia Mundial da Limpeza é uma oportunidade para que essa mensagem seja divulgada. É muito importante mantermos o meio ambiente limpo para a população e para o futuro da nossa cidade. Temos que transformar a preservação em um hábito, como estamos fazendo, por exemplo, com o desenvolvimento do projeto Planta Natal”, comentou o prefeito, citando o programa que está se encaminhando para plantar 20 mil árvores na capital.

ABRAÇAÇO

Neste domingo, dia 01, várias entidades ambientais se reúnem para realizar o 1º Abraço no Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, que acontecerá das 9h às 11h30, nas entradas do prolongamento da Prudente de Moraes, de Cidade Nova e do Cepema, antigo Horto Pitimbu.

O objetivo da ação é alertar a população sobre a gravidade dos problemas de contaminação do lençol freático em níveis elevados de nitrato, devido a falta de conclusão da Estação de Tratamento de Esgoto por parte da Prefeitura de Natal/Semurb.

No entorno do parque existem 10 poços da CAERN que representam cerca de 65% do volume de água consumidos pela população das zonas Leste, Oeste e Sul de Natal. Só na região Oeste moram, aproximadamente, 400 mil habitantes.

A programação para o 1º Abraço no Parque da Cidade, consta de concentração às 9h; explicação sobre o movimento às 9h30. O Abraço começa às 10h e, em seguida, das 10h30 às 11h30, será realizada blitz de adesivagem nos carros e distribuição de árvores. Vista roupa confortável com cores que remetam à natureza, leve a sua garrafa com água, boné, protetor solar, calce tênis e escolha a entrada que ficar melhor para você participar!

PORTO DE NATAL

Após dois anos de pesquisa, o professor Milton França, ambientalista e assessor pedagógico da Secretaria Municipal de Educação de Natal, encontra solução para o porto de Natal.

O professor baseou suas pesquisas em imagens de satélite e estudou a limitação clara de calado superior e inferior dos navios de grande porte e cruzeiros, além da ponte Newton Navarro, que também inviabilizava a entrada deles.

Milton sugere a criação de uma península de 14 hectares de área na área protegida estuarina. Ele viu na área capacidade para a construção de um cais de 1.100 metros em linha, tanto para grandes navios de cargas quanto de passageiros, além de espaço para a instalação de uma marina na face interna nova da península.

O CIPLATEM – Complexo Integrado Portuário, Logístico, Ambiental, Turístico, Energético e de Mobilidade de Natal, tem o intuito de concentrar as atividades portuárias em um único complexo, que inclui o gerenciamento ambiental de áreas de preservação às comunidades tradicionais que habitam o entorno.

PROFESSOR MILTON FRANÇA ESTUDOU A LIMITAÇÃO CLARA DE CALADO SUPERIOR E INFERIOR DOS NAVIOS DE GRANDE PORTE E CRUZEIROS

ECOPONTOS

O Ecoponto é um projeto de extensão vinculado ao Departamento de Ecologia do Centro de Biociências (CB), da UFRN, e promove a arrecadação de resíduos para reciclagem.

A ideia é coletar os resíduos sólidos que não costumam ser reciclados e direcioná-los para empresas especializadas em reciclagem. No primeiro semestre deste ano foram coletados 139 quilos de materiais que receberam o devido direcionamento para descarte. 

Pontos de Coleta – Ecopontos Centro de Convivências

Os produtos coletados são buchas, canetas, cápsulas de café e óleo, e os pontos de coleta desses objetos ficam localizados no CB, próximo ao bebedouro central e a lanchonete e, também, no Centro de Convivência, perto da Livraria da UFRN.

Além da coleta de resíduos sólidos para reciclagem, o projeto Ecoponto também realiza palestras em escolas de Natal, para conscientizar a comunidade sobre a importância do descarte responsável do lixo. Os interessados em conhecer melhor o projeto, podem acessar as páginas no Facebook ou no Instagram, @ecoponto_ufrn. Para tirar dúvidas, mandar sugestões e sugerir parcerias, o contato é o e-mail ecopontoufrn@gmail.com.

“RECICLEJÁ”

O Sindicato de Reciclagem e Descartáveis do RN (Sindrecicla) lançou este ano o aplicativo RecicleJá, com o intuito de aproximar empresas recicladoras de geradores de resíduos recicláveis.

O aplicativo conecta escolas, associações, condomínios de demais geradores de resíduos recicláveis com empresas de reciclagem.

O RecicleJá foi desenvolvido através do Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias ( PROCOMPI), por intermédio através do IEL/RN e está disponível para download pelo Google Play (Android) e App Store (IOS).

“CANEQUE-SE”

Desde 2018 a UNI/RN estabeleceu a meta de não disponibilizar mais copos descartáveis. A iniciativa se deu na preocupação da instituição em reduzir seu impacto na geração de resíduos plásticos.

Assim, a universidade convida toda comunidade acadêmica a adotar práticas mais sustentáveis no campus, levando sua caneca ou squeeze para a aula e colaborando com a campanha Caneque-se!

BIODIVERSIDADE

Nesta terça-feira, 27, foi lançado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, pela ONU Meio Ambiente e pela Rede Nacional de Pesquisa, o Atlas do Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira (https://www.sibbr.gov.br).

O SiBBr é o banco de dados de referência do governo brasileiro sobre a biodiversidade nacional e hoje apresenta informações de 160 mil espécies, com um número total de registros de ocorrência de cerca de 15 milhões.

A plataforma também disponibiliza informações sobre biomas, áreas protegidas no Brasil, coleções brasileiras, espécies ameaçadas, espécies nativas utilizadas na medicina ou na culinária e seu valor nutricional, que poderão ser acessados de forma livre pela sociedade.

FORÇA NACIONAL

A Força Nacional de Segurança Pública foi autorizada pelo Ministério da Justiça a dar suporte ao Ibama nas ações de combate ao desmatamento ilegal da floresta Amazônica. A operação vai ocorrer até o dia 31 de outubro, podendo ser prorrogada se necessário.

As equipes federais atuarão nos locais de alertas de desmatamento identificados pelo sistema Deter do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), no Estado do Pará e no Estado de Rondônia. 

AS EQUIPES FEDERAIS ATUARÃO NOS LOCAIS DE ALERTAS DE DESMATAMENTO IDENTIFICADOS PELO SISTEMA DETER DO INPE

Clique e acesse nos redes sociais:

Instituto Cidade Limpa

Instagram

Dia Mundial da Limpeza Natal


Deixe um Comentário