Mundo

Meghan Markle diz que pensou em cometer suicídio e não teve ajuda

EM ENTREVISTA À APRESENTADORA NORTE-AMERICANA OPRAH WINFREY, A ATRIZ E O MARIDO, PRÍNCIPE HARRY, FIZERAM REVELAÇÕES SOBRE A FAMÍLIA REAL. FOTO: REPRODUÇÃO

Em entrevista à apresentadora norte-americana Oprah Winfrey, transmitida no domingo (7/3), a atriz e duquesa de Sussex, Meghan Marke, revelou que teve pensamentos suicidas durante o período que viveu ao lado da família real do Reino Unido.

Ao lado do marido, o príncipe Harry, Meghan contou uma série de problemas que o casal e o filho, Archie, tiveram durante a convivência com a Coroa. Eles são casados desde 2018 e, em fevereiro de 2020, decidiram romper os laços com a família real, afirmando que não trabalhariam mais como membros da monarquia.

À Oprah, Meghan afirmou que se sentiu muito solitária e com a liberdade privada após entrar na família real: “Quando meu juntei àquela família foi a última vez, até virmos para cá [Estados Unidos], que vi meu passaporte, minha carteira de motorista, minhas chaves. Tudo isso é entregue a eles”, revelou.

Com a saúde mental abalada, a atriz chegou a pedir ajuda à Corte para receber tratamento médico, mas teve o pedido negado. A duquesa disse que “não queria continuar viva”. “Tive pensamentos suicidas constantes e claros”.

“Fui à instituição e disse que precisava buscar ajuda em algum lugar, disse que nunca tinha me sentido assim e precisava ir a algum lugar, e me disseram que não poderia, que não seria bom para a instituição”, revelou.

Metrópoles


Comente aqui