TV

Marcius Melhem é acusado de abuso sexual por colegas de trabalho da Rede Globo

FOTO: DIVULGAÇÃO

O ator, humorista e diretor de TV, Marcius Melhem, é acusado de abuso sexual e assédio moral por colegas de trabalho dentro da Rede Globo. Entre as vítimas está Dani Calabresa. Segundo as vítimas. Melhem tinha comportamento agressivo, tentava trancar e agarrar atrizes em salas.

Marcelo Adnet saiu em defesa das atrizes que acusaram Marcius Melhem por assédio moral. As primeiras denúncias contra o humorista vieram à tona em dezembro do ano passado, e um pouco depois o ator que integrava o núcleo de humor da Globo deixou a emissora, meses após pedir licença para acompanhar tratamento de saúde da filha. Adnet reagiu após a advogada que defende as vítimas relatar que Melhem tentou agarrar à força cinco atrizes, para as quais enviou mensagens classificadas como inadequadas. “Todo meu apoio e solidariedade às vítimas”, escreveu. O caso lembra o de José Mayer, denunciado em 2017 pela figurinista Su Tonani, e que acabou tendo o contrato rescindido.

Em entrevista para a colunista Monica Bergamo, do jornal “Folha de S.Paulo”, Mayra Cotta afirmou que as vítimas já receberam apoio de aproximadamente 30 pessoas após denunciarem Melhem, integrante de programas como “Escolinha do Professor Raimundo” e “Tá no Ar”. “São seis vítimas de assédio sexual e seis testemunhas. Há vítimas de assédio moral”, detalhou. Ainda de acordo com a advogada, o ator “criava um ambiente de trabalho tóxico. As pessoas se sentiam presas, sem conseguir se livrar daquilo. Ele usava situações de trabalho para tentar agarrá-las à força, inclusive usando de violência”. “A linha foi cruzada, a zona cinzenta ficou a quilômetros de distância”, acrescentou a advogada.

Pure People


Comente aqui