Geral

Marcelo Queiroz é homenageado durante solenidade em comemoração aos 120 anos da Junta Comercial do Estado

O PRESIDENTE DA FECOMÉRCIO RECEBEU A HOMENAGEM JUNTO COM EX-PRESIDENTES E PESSOAS QUE CONTRIBUÍRAM AO LONGO DOS ANOS PARA A HISTÓRIA DA JUCERN

O presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, foi um dos homenageados com a medalha do Mérito Monsenhor Walfredo Gurgel, durante a solenidade em comemoração aos 120 anos da Junta Comercial do RN, que aconteceu na manhã desta sexta-feira, 13, na sede da entidade. Além de Queiroz, também foram homenageados com a medalha, ex-presidentes e pessoas que contribuíram ao longo dos anos para a história da Jucern, como o servidor mais antigo, Alberto Rodrigues Santos.

“Agradeço, sensibilizado, pela homenagem recebida, que leva o nome de um dos governadores com mentalidade mais desenvolvimentista que este estado já teve. Além disso, gostaria de parabenizar a todos os que fazem, e que fizeram, esta história de sucesso e evolução da nossa Junta Comercial, um ícone do mercado formal, legalizado e que tem, ao longo do tempo, buscado se modernizar e se tornar ágil e efetivo como os tempos atuais exigem. Parabéns ao atual presidente, Carlos Augusto Maia e à governadora Fátima Bezerra pela valorização que vem sendo dada ao órgão, que é reconhecido como um importante instrumento na política de estímulo ao desenvolvimento econômico do nosso estado”, declarou Queiroz.

A Junta Comercial do Estado do Rio Grande do Norte foi criada em 13 de setembro de 1899, com o advento da Lei Estadual nº 132. Anos mais tarde, com a Lei Estadual nº 3.715, de 10 de dezembro de 1968, foi transformada em autarquia, e passou a fazer parte da administração indireta, com vinculação à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, antiga Secretaria de Indústria e Comércio, de acordo com a legislação estadual.

O principal objetivo das Juntas Comerciais é registrar o nascimento de cada novo negócio, dando existência legal e possibilitando mais oportunidades de crescimento. “Em seus 120 anos, a Jucern evoluiu muito e deixou de prestar aquele serviço meramente cartorial. Hoje, vem contribuindo decisivamente para o desenvolvimento do estado, quando consegue prestar seus serviços com eficiência, como a abertura de uma empresa em menos de uma hora”, afirmou o presidente da Jucern, Carlos Augusto Maia.

Ressaltando que a Junta Comercial do Rio Grande do Norte é uma das quatro mais ágeis no processo de abertura de empresas do país, a governadora Fátima Bezerra disse que “a atividade da Junta Comercial é um dos principais termômetros da nossa atividade econômica. Quanto mais trabalho a Jucern tiver, maior é o sinal do crescimento da economia do Rio Grande do Norte. Quero deixar os meus parabéns a essa instituição que vem trabalhando para desburocratizar e descentralizar o registro empresarial do nosso estado”, finalizou.A solenidade que marcou os 120 anos da Junta Comercial do Rio Grande do Norte contou ainda com a presença do secretário de Desenvolvimento Econômico do RN, Jaime Calado; do vice-presidente da Jucern, Daltro Paiva; além de ex-presidentes da entidade, autoridades políticas e empresariais; e funcionários do órgão.


Deixe um Comentário