Economia

Mais Oportunidade: Programa Microcrédito injeta R$ 8 milhões na economia potiguar

O GOVERNO DO RN INJETOU MAIS DE R$ 8 MILHÕES NA ECONOMIA POTIGUAR DE JANEIRO À JULHO ATRAVÉS DO MICROCRÉDITO. FOTO: ELISA ELSIE

De janeiro até julho deste ano, o Governo do RN injetou na economia potiguar mais de R$ 8,1 milhões através do programa do Microcrédito Empreendedor Potiguar através da Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN-RN). A iniciativa foi responsável por beneficiar quase 2,5 mil empreendedores nas diversas regiões do estado.

A região Seridó lidera o número de contratações de microcrédito por micro e pequenos empreendedores através da AGN. Ao todo, são 763 negócios que receberam recursos este ano e que somados totalizam R$ 2,6 milhões.

A região Agreste é a segunda com 590 empreendedores atendidos para um investimento total de R$ 1,8 milhão. Em seguida, a Oeste aparece com 549 empreendedores beneficiados com um investimento total de R$ 1,7 milhão. As regiões do Litoral e Central completam a lista e juntas, somam 535 empreendedores atendidos para uma injeção de recursos superior a R$ 1,9 milhão.

O comércio é o setor com o maior número de contratações de crédito, sendo o ramo de alimentos, varejo e prestadores de serviços os principais. Outras áreas da economia, em breve, passarão a ter linhas próprias de microcrédito, como cultura, apicultura. O setor de startups também deverá ser beneficiado com ações da Agência de Fomento.

Para a diretora-presidente da Agência de Fomento, Márcia Maia, o montante de recursos aportado mostra como o Governo do Estado, através da AGN, tem dado ênfase à geração de oportunidades através de uma visão também social da economia.

“Empreender é a saída para muitas pessoas, seja em momentos de crise ou não. Por isso, dar oportunidade para que elas possam desenvolver suas ideias e seus negócios é fortalecer a autoestima dos empreendedores locais e promover a microeconomia nas cidades e regiões para que nosso Rio Grande do Norte se desenvolva em todos os aspectos, inclusive social”, avaliou a presidente.

Os financiamentos da Agência são direcionados a micro e pequenos empreendedores formais ou informais. O interessado passa por um processo de análise de crédito e do negócio. Se aprovado, recebe os recursos contratados por meio de operação financeira de crédito para investir de forma sustentável em seu empreendimento. Os prazos para pagamento variam de acordo com a atividade produtiva e a natureza física ou jurídica do contratante.


Deixe um Comentário