Economia

Lucro da Petrobras em 2019 é o maior da história no primeiro ano do governo Bolsonaro

LUCRO RECORDE E SUSPENSÃO TEMPORÁRIA DA GREVE DOS PETROLEIROS. FOTO: ILUSTRAÇÃO/GETTY

A categoria está orientando para que sejam realizadas nesta quinta-feira assembleias nas unidades estaduais para ratificar uma decisão da cúpula da Federação Única dos Petroleiros (FUP), de suspender a paralisação que começou no início do mês.

O motivo é uma audiência de conciliação programada para esta sexta-feira, em Brasília, no Tribunal Superior do Trabalho (TST). Os petroleiros tem expectativa que a estatal recue em algumas posições, como a demissão de mil funcionários que controlavam a unidade de fertilizantes do Paraná, e também faça ajustes no acordo coletivo apresentado à categoria no fim de 2019. Se não houver acordo, a paralisação deve ser retomada.

Também nesta quarta, a Petrobras divulgou lucro recorde em 2019, R$ 40 bi, o maior de toda a história da companhia. O lucro líquido ficou 55,7% superior ao de 2018. Estyão por trás desse lucro recorde algumas melhorias nos núcleos operacionais e vendas robustas de ativos, como revela a diretora da área financeira da companhia, Andrea Almeida.

O lucro recorde poderia ter sido ainda maior, se não fossem alguns fatores, como por exemplo o aumento de despesas financeiras para o gerenciamento da dívida, crescimento nas baixas contábeis e queda no barril de petróleo do tipo brent no mercado internacional.

Jovem Pan



Deixe um Comentário