Brasil

Ligue 180 recebe denúncia de que marido bolsonarista agrediu ex-secretária de Damares

FOTO: ILUSTRAÇÃO

O Ligue 180, canal para relatos de violência contra a mulher ligado ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), recebeu denúncia anônima de que o jornalista bolsonarista Oswaldo Eustáquio teria agredido a sua esposa, Sandra Terena, que é ex-secretária de Igualdade Racial da pasta comandada por Damares Alves.

A coluna entrou em contato com Eustáquio, que nega a acusação. “Fui pego de surpresa por essa informação”, afirmou ele, que disse ter ficado sabendo da história pelo contato da reportagem. “Essa denúncia é tão absurda quanto protocolar no McDonald’s um pedido de impeachment de um ministro.”

Ele chamou a mulher para também falar ao telefone. “Estou abismada com isso. Não procede, graças a Deus”, disse Sandra. “Estamos casados há 15 anos, temos três filhos”, segue ela.

“Seria a mesma coisa que eu fazer uma denúncia anônima e dizer que a Mônica Bergamo bateu no marido dela. O anonimato, que seria utilizado para o bem da nação, está sendo usado para vinganças que passam distante da realidade”, argumenta o jornalista.

Sandra e Eustáquio, que foi preso em julho no âmbito do inquérito do STF (Supremo Tribunal Federal) que apura atos antidemocráticos no país, sempre foram próximos de Damares.

Folha de S Paulo


Comente aqui