Brasil

Jornalista que “se passou por gay” para fazer coach com a mulher de Eduardo Bolsonaro, sofre onda de críticas nas redes sociais

Heloísa Bolsonaro, casada com o deputado Eduardo Bolsonaro, passou a ser um dos assuntos mais comentados no Twitter nesta sexta-feira, 13. Heloísa chegou aos Training Topics, depois da reportagem desta sexta, do jornalista João Paulo Saconi na revista Época, contando sobre como foi participar por um mês de sessões de coaching online com Heloísa, que é psicóloga.

O presidente Jair Bolsonaro, pai de Eduardo, disse que o repórter “se passou por gay” no atendimento com a nora e que toda a conversa deveria ter ficado apenas entre os dois. O repórter está sofrendo ataques e ameaças de bolsonaristas nas redes sociais.

O filho Eduardo fez coro às reclamações do pai e também usou as redes sociais para criticar a imprensa. “Minha esposa foi enganada por um mau caráter que se diz jornalista”, começou. “João Paulo Saconi usou da sua boa fé e profissionalismo para manipulá-la e fabricar matéria com o único intuito de assassinar a reputação da família do presidente”, completou.

Na reportagem, Saconi conta que, ao custo de R$ 1.350, em seu curso de autoconhecimento (o mais barato), a coach cita o marido como um “case de sucesso” e indica leituras de canais de influenciadores digitais da extrema-direira para “acompanhar menos notícias tristes”, como o site Brasil Paralelo, usado pelo marido para estudar História do Brasil na preparação para a sabatina que fará no Senado ante de assumir a embaixada em Washington.

Internautas têm publicado diversas ameaças contra o jornalista, por conta da repercussão de sua reportagem e das críticas do presidente. “Por vários crápulas como você, é que todas as mídias do grupo Globo estão cada vez mais sendo chacota do Brasil. Credibilidade zero”, escreveu um perfil. “Vasculhem a vida desse canalha. Dele e da família. Vamos ver como ele vai se sentir”, escreveu outro.

Outra hashtag que configura entre as mais comentadas é a #familiaMarinholixo que foi utilizada na publicação de Eduardo.

Veja algumas críticas dos internautas:

Defesa

O psicólogo Eliseu Neto, que também é assessor legislativo de uma liderança do PPS no Senado, escreveu ao presidente retrucando suas críticas. “O nome disso é jornalismo, @jairbolsonaro. E sua nora está ferindo o código de ética da psicologia, prometendo cura de algo que não existe. Faremos a denúncia ao @cfp_psicologia”, disse, citando o Conselho Federal de Psicologia. 

Na reportagem, Saconi revela que, nos últimos meses, Heloísa utilizou as redes sociais para declarar apoio à chapa Psicólogos em Ação, que concorria à eleição do Conselho Federal de Psicologia até ser derrotada no fim de agosto. O grupo que ganhou a preferência de Heloísa tem como principal nome a psicóloga Rozangela Alves Justino, defensora do método de “reorientação sexual” conhecido como “cura gay”.


1 Comentário

Deixe um Comentário