CORONAVÍRUS

Jogos de futebol e de basquete no exterior voltam a receber torcida

PAÍSES COMO ESTADOS UNIDOS E INGLATERRA TÊM, AOS POUCOS, ABERTO OS PORTÕES PARA OS FÃS ACOMPANHAREM SEUS TIMES IN LOCO. FOTO: DIVULGAÇÃO

Uma das primeiras medidas que possibilitaram a volta dos esportes em meados do ano passado era de que os jogos seriam disputados sem a presença de torcedores nos estádios, como parte do protocolo para evitar aglomerações. Dessa forma, os times tiveram de ser criativos para substituir o calor humano das arquibancadas, chegando a criar situações inusitadas. No entanto, após medidas de lockdown bem-sucedidas e avanços em programas de vacinação, alguns países e ligas não terão mais que se contentar com substitutos para a paixão dos torcedores.

No último sábado, o estádio Wembley recebeu 4 mil torcedores para acompanhar a semifinal da Copa da Inglaterra, entre Leicester e Southampton. O público foi o maior desde que a entrada de fãs em estádios foi proibida desde março do ano passado. Apesar de o número ser pequeno em relação à capacidade total do gigante londrino (90 mil pessoas), o confronto foi apenas o primeiro de uma série de três-eventos teste que o governo irá fazer como forma de averiguar a viabilidade do retorno progressivo de fãs aos estádios.

O próximo será a final da Carabao Cup, entre Manchester City e Tottenham, também em Wembley, no dia 25 deste mês. O confronto abrigará 8 mil torcedores. E, por último, o plano é de que a Final da Copa da Inglaterra, entre Chelsea e Leicester, em 15 de maio, receba 21 mil torcedores.

Para que o plano seja concretizado, no entanto, o governo britânico está fazendo um detalhado monitoramento dos torcedores que têm comparecido ao estádio Wembley. Entre as exigências para que seja permitida a entrada, estão a apresentação de um teste de fluxo lateral feito até 24 horas antes da realização do jogo e dois testes PCR — um antes da partida e outro feito cinco dias depois. Além disso, no estádio, as medidas de distanciamento social estão sendo mantidas, ventilação está sendo fornecida e o comportamento dos torcedores, tanto na chegada quanto na saída dos eventos, será observado por meio de câmeras de vigilância.

Tais testes só estão sendo possíveis por causa das medidas bem-sucedidas de distanciamento social implementadas no Reino Unido. Em 19 de janeiro, registrou 1.359 mortes por Covid, número que caiu para 22 de acordo com dados disponibilizados pelo Worldometers.info, uma queda de mais de 95%.

A vacinação no Reino Unido já contemplou mais de 95% da população com 50 anos ou mais e planeja vacinar o resto de sua população adulta (21 milhões de pessoas) até o fim de julho. Com uma população de 67.89 milhões de pessoas, 48.66% delas já foram vacinadas. Em comparação, o Brasil, com 212.56 milhões, vacinou apenas 11.66% de sua população, de acordo com dados da Our World in Data.

Metrópoles


Comente aqui