Política

Jean Paul enquadra presidente da Petrobras e diz que gasolina encareceu com venda de refinarias

FOTO: DIVULGAÇÃO/PT

Durante audiência pública realizada na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado nesta terça-feira (23), o senador Jean Paul Prates (PT-RN), líder da Minoria, enquadrou o presidente da Petrobras, general Joaquim Silva e Luna, e apontou que o aumento do preço da gasolina está diretamente ligado à venda de refinarias pela estatal.

Diante de Silva e Luna, Jean Paul destacou que o processo de venda de oito refinarias, aprovado durante o governo de Jair Bolsonaro, impulsionou a política de preço de paridade de importação (PPI), implementada desde os tempos de Michel Temer. Essa PPI é duramente criticada pela Federação Única dos Petroleiros (FUP) e apontada como a principal causa da disparada dos preços dos combustíveis.

“É a venda das nossas refinarias que faz o governo federal lutar tanto pela paridade de preços internacionais no lugar de praticar um preço mais baixo para o mercado interno e para a população brasileira. Quem está sendo penalizada é a dona de casa que não tem um botijão de gás e é obrigada a buscar alternativas que colocam em risco sua vida”, afirmou Jean Paul, que é o presidente da Frente Parlamentar de Recursos Naturais e Energia.

Dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/subseção FUP) apontam que, nos últimos cinco anos, o PPI promoveu aumentos muito acima da inflação na gasolina (39% acima), no botijão do gás de cozinha (47% acima) e no diesel (alta de 32%).

Portal Forum


Comente aqui