BASTIDORES

Intertv demitiu hoje jornalista que recebeu prêmio de jornalismo do MPRN nesta segunda-feira

O REPÓRTER OSCAR XAVIER FOI MAIS UM NOME A DEIXAR A EMISSORA POTIGUAR. FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

O ano de 2019 vai findar com uma nuvem negra pairando sobre o céu da InterTV Cabugi. Na última sexta-feira, 6, boa parte da equipe foi mandada para rua. Nesta segunda-feira, 9, a emissora potiguar demitiu a editora do Bom Dia RN Fran Almeida e o repórter esportivo Oscar Xavier.

Um detalhe que não pode passar despercebido: o repórter demitido, Oscar Xavier, um dos vencedores do VII Prêmio de Jornalismo do MPRN na categoria Telejornalismo, com a matéria “Corridas de Rua”.

Em seu Instagram, o repórter postou uma foto onde aparece sorridente e grato pela 3ª colocação na premiação do MP:

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Nos bastidores, o comentário é de que o repórter esportivo teria se recusado a aderir ao modelo “vídeo-repórter” e seguir para a rua com o celular para cumprir suas pautas gravadas em estilo selfie. O novo estilo de reportagem na InterTV Cabugi foi implementado em novembro. Com Iphone e microfone próprio para o aparelho, o repórter grava e edita as matérias sem auxílio de cinegrafista, editores e equipe de produção.

Na sexta, 6, a produtora Ludmila Lacerda, que vibrou com seu crédito nas reportagens sobre o RN veiculadas durante o Jornal Nacional apresentado por Lídia Pace, no dia 30 de novembro, foi mandada embora. No mesmo dia, a produtora da sucursal em Mossoró Jeniffer Rocha, também foi demitida.

Além das produtoras e repórteres, 8 cinegrafistas foram para a rua. O Chefe de Reportagem Felipo Cunha entregou seu pedido de demissão da emissora e está cumprindo aviso prévio.

A onda macabra não para por aí, isso porque os cortes na afiliada da Globo no RN devem continuar até janeiro.


Comente aqui