Geral

Internas da João Chaves recebem certificado de alfabetização

PRESAS PARTICIPARAM DO PROGRAMA BRASIL ALFABETIZADO

As Secretarias de Educação e Justiça e Cidadania do RN entregam nesta terça-feira (04/09), certificados de alfabetização do Programa Brasil Alfabetizado (ciclo 2016), a 28 presas do Complexo Penal Feminino Dr. João Chaves, em Natal.

A atuação do programa nos presídios vem contribuir para diminuição do índice de vulnerabilidade das detentas, trazendo uma mudança de comportamento, crescimento pessoal, redução da taxa de reincidência e, consequentemente, a prevenção da criminalidade dentro e fora do cárcere.

As aulas foram iniciadas em novembro de 2017 e finalizadas em julho passado. Durante oito meses as internas da CPJC se dedicaram as atividades semanais do Programa, desenvolvidas pela gestão local e coordenadores de turmas do Brasil Alfabetizado no estado. Nesses momentos, era observado o aprendizado, desempenho dos estudantes, frequência, interesse da turma e dificuldades. Dentro do Sistema Penitenciário do RN, também foram alfabetizadas no programa, 11 internas do Complexo Estadual Agrícola, Dr. Mário Negócio, em Mossoró.

“O processo educacional dentro das unidades é mais um passo rumo à ressocialização das internas, contribui ainda para a auto estima, para que ela se enxergue como uma pessoa diferente, que terá novas oportunidades fora do Sistema Prisional, e nós estamos oferecendo instrumentos para isso”, comentou o titular da Sejuc, Mauro Albuquerque.

Para a secretaria de educação, Cláudia Santa Rosa, “essa ação é muito importante para promover a educação no âmbito dessas unidades prisionais e possibilitar uma oportunidade de aprendizado e crescimento pessoal”.

SOBRE O PROGRAMA

O Programa de alfabetização de Jovens e adultos constitui uma ampla ação de alfabetização desenvolvida pela SEEC, em parceria com o Programa Brasil Alfabetizado – MEC/FNDE, destinado a jovens, adultos e idosos não escolarizados que ainda se encontram fora do domínio significativo da prática social do ler e escrever.
Só em Natal, o programa atendeu 3.344 alfabetizados, distribuídos em 214 turmas. Na região de Mossoró, foram 1.370, em 92 turmas, entre as zonas rural e urbana.


Deixe um Comentário