Cidades

Internações na Maternidade Januário Cicco estão suspensas por superlotação

OS 23 LEITOS DA UTI NEONATAL ENCONTRAM-SE OCUPADOS E 7 BEBÊS PREMATUROS OCUPAM AS SALAS DE PARTO. FOTO: EBSERH

A Maternidade Escola Januário Cicco, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (MEJCUFRN – Ebserh), informou, nesta terça-feira (28), que se encontra com sua Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal superlotada e suspendeu a internação de novos pacientes.

Atualmente, os 23 leitos da UTI Neonatal encontram-se ocupados e 7 bebês prematuros ocupam as salas de parto e o centro cirúrgico obstétrico da instituição, aguardando transferência ou vaga na UTI. Assim, a instituição está 30% acima de sua capacidade.

Até presente momento, não há previsão de quando o caso será normalizado.

Nos casos de novos pacientes, a recomendação da unidade é que as grávidas priorizem outras Maternidades do Estado, pois a MEJC não tem estrutura para novos internamentos neste momento.

Em Natal, existem outras três unidades médicas que realizam partos. São elas: Maternidade Municipal Doutor Araken Irerê Pinto, no Tirol, Hospital Municipal da Mulher e Maternidade Leide Morais e o Hospital Santa Catarina, ambos no bairro Potengi.


Deixe um Comentário