Educação

Instituto Campus Party e UFRN lançam projeto de inclusão tecnológica

O INCLUDE DESTINA-SE A PROMOVER CURSOS E OFICINAS DE DIVERSAS ÁREAS DO CAMPO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. FOTO: INSTITUTO CAMPUS PARTY

O Instituto Campus Party, em parceria com o Instituto Metrópole Digital (IMD) e outros setores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), inaugura neste sábado, 17, o Projeto Include, ação social voltada à inclusão tecnológica de estudantes de famílias de baixa renda. A iniciativa também conta com apoio do Serviço Social do Comércio (SESC-RN).

Voltado à construção de laboratórios de robótica comunitários, por meio de parcerias, o Include destina-se a promover cursos e oficinas de diversas áreas do campo da Tecnologia da Informação (TI) para alunos de 10 a 18 anos de idade. Na seleção, a prioridade é dada àqueles que estejam em situação de vulnerabilidade socioeconômica e que residam nos bairros vizinhos à UFRN.

Segundo o professor Júlio Melo, docente coordenador do Projeto, a ação contará com um laboratório cuja finalidade é incluir os jovens participantes no meio tecnológico, através de aulas teóricas e práticas sobre computação, robótica educacional, programação, criação de games, segurança de rede, realidade aumentada, impressão3D, entre outros assuntos.

“O grande problema dos nossos jovens não é inclusão digital, como era há dez anos. Atualmente, o problema é inclusão tecnológica. Ainda existe um gap socioeconômico entre ele e a tecnologia que lhe interessa”, conta o professor.

Ensino

As aulas do Projeto Include acontecerão na Escola do SESC, localizada no bairro de Potilândia. São ofertadas, semestralmente, 75 vagas, sendo 25 destas voltadas aos alunos da própria Escola do Sesc e as outras 50 destinadas a jovens das comunidades vizinhas. A cada seis meses serão formadas três turmas de 25 alunos, que assistirão às aulas por dois dias durante a semana.

Os cursos serão ministrados por estudantes de graduação da UFRN oriundos de áreas interdisciplinares, que atuarão como bolsistas no Include. Para este semestre, o Projeto prevê o início das aulas para o mês de setembro, estendendo-se até dezembro.


Deixe um Comentário