Geral

Idema fiscaliza Parrachos da Área de Proteção Ambiental Recifes de Corais

Fiscais do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA) intensificam as vistorias nos Parrachos de Rio do Fogo, Perobas e Maracajaú, localizados na Área de Proteção Ambiental Recifes de Corais (APARC). Com base em recomendação do Ministério Público Estadual (MPE), o Idema entregou, em novembro, as autorizações da atividade turística aos comunitários.

O objetivo é aliar o desenvolvimento econômico junto ao desenvolvimento sustentável da área. Para a realização da atividade turística, os autorizados devem cumprir as condicionantes necessárias para a regularização e preservação da área, como seguir as diretrizes do Plano de Manejo de Área de Proteção Ambiental dos Recifes de Corais, obedecer a limitação de QUOTAS de visitação diária, o sistema de rodízio, os pontos fixos de embarque, dentre outras.

Em período de alta estação, onde a procura por passeios aos Parrachos se intensifica, o Idema reforça o monitoramento da atividade. “A fiscalização do Idema tem sido constante na região. As pessoas precisam se conscientizar e respeitar o que foi determinado, sabendo que nossa prioridade é a preservação do meio ambiente”, disse o coordenador de fiscalização do Idema, Nivaldo Gomes.

A visitação dos Parrachos vem sendo discutida pelo Idema junto ao Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público Estadual (MPE), Procuradoria Geral do Estado (PGE), Capitania dos Portos e IBAMA, ressaltando a importância da participação conjunta de entidades para que a regularização da atividade seja efetiva. APARC A Área de Proteção Ambiental dos Recifes de Corais (APARC) foi criada em 2001, por meio do Decreto N° 15.746, com o objetivo de proteger a região marinha que abrange a faixa costeira dos municípios de Maxaranguape, Rio do Fogo e Touros, no litoral norte do Estado.

Com uma área de mais de 136 mil hectares, a APARC assegura a preservação da biodiversidade marinha presente na Unidade com a ocorrência de recifes de corais – considerado o mais diverso habitat marinho do mundo.


Deixe um Comentário