Polícia

Homem suspeito de chefiar organização criminosa em Alagoas é preso em Natal

FOTO: DIVULGAÇÃO/SSP

Policiais civis do Rio Grande do Norte deram cumprimento, nesta terça-feira (23), a um mandado de prisão preventiva em desfavor de André da Silva Teixeira, mais conhecido como ‘Gago’, ‘Fanem’ ou ‘Coroa’, de 40 anos, natural da cidade de Pão de Açúcar, em Alagoas. A prisão dele foi efetuada durante a Operação ‘Marmota’.

De acordo com a PCRN, ele é apontado como chefe de uma organização criminosa, atuante em Alagoas, sendo o principal alvo desta operação. André da Silva foi detido na zona norte de Natal. No momento da abordagem, ele tentou fugir, mas foi alcançado pela equipe. Em Alagoas, foram presas oito pessoas; resultando em nove suspeitos presos, além da apreensão de armas e drogas.

A operação contou com a participação da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), da Divisão Especial de Investigação e Capturas (DEIC), da Polícia Civil de Alagoas (PCAL) e do 7º Batalhão de Polícia Militar de Alagoas. A ação faz parte da HÓRUS do programa V.I.G.I.A. da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e da Segurança Pública (SEOPI/MJSP).

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181, ou dos números da DEICOR: (84) 3232-2862 e/ou (84) 98135-6796 (WhatsApp).

Operação ‘Marmota’

Segundo a polícia, a operação foi intitulada ‘Marmota’ para fazer alusão ao roedor, que tem como hábito: cavar buracos e hibernar por até nove meses. A organização criminosa regional tem ligação com uma conhecida facção criminosa nacional e, assim como as marmotas, cavava buracos em terrenos próximos dos pontos de comércio das drogas, visando esconder os entorpecentes e, desta forma, despistar as forças de segurança.


Comente aqui