Geral

Homem que matou ex-mulher por não aceitar fim de relacionamento vai à juri popular nesta quarta

DÉCIO FONSECA SOBRINHO INGERIU VENENO APÓS MATAR TEREZA RAQUEL, SENDO CONDUZIDO AO HOSPITAL E PRESO EM SEGUIDA. FOTO: REPRODUÇÃO

Décio Fonseca Sobrinho, réu confesso pelo crime de feminicídio, irá à juri popular nesta quarta-feira, 13, no Fórum Miguel Seabra Fagundes, a partir 9h. O criminoso relatou ter matado a ex-companheira, Teresa Raquel, de 30 anos, por não aceitar o fim do relacionamento com a mulher com quem conviveu por 10 anos.

De acordo com o processo, Tereza Raquel havia saído com um rapaz, tendo o réu, em seguida, pulado o muro da residência da vítima com uma faca, e aguardado o retorno desta. A vítima foi estrangulada até a morte.

Dentro do “Mês Nacional do Júri”, atividade que mobiliza tribunais de todo o país em um mutirão de julgamentos de crimes dolosos contra a vida, o réu será julgado na sessão do Tribunal do Júri relacionada ao caso ocorrido em abril deste ano, no conjunto Vale Dourado, zona Norte de Natal.


1 Comentário

Deixe um Comentário