Mundo

Harry e Meghan rompem em definitivo com família real e devolvem cargos

DUQUE E A DUQUESA DE SUSSEX NÃO VOLTARÃO COMO MEMBROS ATIVOS DA FAMÍLIA REAL, DISSE O PALÁCIO DE BUCKINGHAM EM COMUNICADO NESTA SEXTA. FOTO: REUTERS

O príncipe Harry e a atriz americana Meghan Markle, sua esposa, não retornarão às funções reais. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (19/2) em um comunicado oficial do Palácio de Buckingham.

Em março do ano passado, o casal pediu afastamento e foi acordado que em um prazo de 12 meses haveria uma revisão sobre a decisão. Com a separação definitiva da realeza, o casal terá que abrir mão de títulos honorários, patrocínios reais e responsabilidades com instituições da nobreza.

“A Rainha escreveu confirmando que, ao se afastar do trabalho da Família Real, não é possível continuar com as responsabilidades e deveres inerentes a uma vida de serviço público”, diz trecho do comunicado publicado hoje (19/2).

Os papéis militares, da comunidade e de associações de caridade do duque e da duquesa de Sussex serão devolvidos à rainha, que reorganizará e dividirá as responsabilidades sociais com outros membros ativos da família. Ademais, Harry e Meghan não poderão mais usar o título de Sua Alteza Real ou usar “royal” em sua marca (a Sussex Royal).

A declaração oficial diz ainda que “enquanto todos estão tristes por sua decisão, o duque e a duquesa continuam sendo membros muito queridos da família”.

Metrópoles


Comente aqui