Segurança

Guarda Municipal prende homem após furto em estabelecimento comercial no Alecrim

OS GUARDAS MUNICIPAIS DERAM VOZ DE PRISÃO E CONDUZIRAM O SUSPEITO DE FURTO ATÉ A CENTRAL DE FLAGRANTES DA POLÍCIA CIVIL. FOTO: DIVULGAÇÃO

Uma guarnição do Grupamento de Ação Patrimonial da Guarda Municipal do Natal (Gapa/GMN) prendeu na sexta-feira (27), um homem de 28 anos suspeito de furtar objetos de uma loja no bairro do Alecrim. Os guardas realizaram a prisão a poucos metros da Base Regional da GMN, que fica na Praça Gentil Ferreira.

De acordo com informações repassadas pela Coordenação do Gapa/GMN, o detido teria entrado na Loja Narciso Enxovais e efetuado uma compra de pequeno valor. Porém, no momento de sair do estabelecimento comercial colocou um objeto de maior valor dentro da sacola de compras e saiu da loja com destino a rua. “Essas informações foram passadas pela gerência da loja que percebeu o furto e acionou a guarnição da GMN responsável pela segurança dos bairros do Alecrim e Cidade Alta”, informou o coordenador do Gapa/GMN, Elson Rodrigues.

O homem foi detido a poucos metros após sair da loja e quando teve os objetos da sacola, que estava na sua posse, averiguados foi constatado que a nota fiscal não correspondia com a quantidade de material que ele transportava.

Os guardas municipais deram voz de prisão e conduziram o suspeito de furto até a Central de Flagrantes da Polícia Civil onde foi registrada a prisão em flagrante delito. O preso deve responder por furto qualificado com abuso de confiança ou mediante fraude, escalada ou destreza.

“O trabalho de patrulhamento da Guarda no comércio de rua está atuando em duas frentes distintas, sendo uma delas o patrulhamento móvel com uso de viaturas circulando pelas ruas comerciais do Alecrim e Cidade Alta, e a segunda com guardas municipais fazendo ponto base na Praça Gentil Ferreira e imediações, sendo a Base Regional utilizada como ponto operacional das ações de segurança empreendidas pela GMN nos dois maiores polos do comércio de rua de Natal”, ressaltou o comandante de Segurança da GMN, Carlos Cruz.


Comente aqui