Cidades

Guarda Municipal flagra homem retirando madeira de área de Proteção Ambiental na Zona Sul

FOTO: DIVULGAÇÃO

Agentes do Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (GMN) flagraram nessa segunda-feira (18), um homem retirando madeira da Zona de Proteção Ambiental 01 (ZPA), onde se encontra inserido o Parque da Cidade do Natal. A prática trata-se de crime ambiental punido com sanções administrativas e penais.

De acordo com relatos dos agentes da guarnição Ambiental da GMN, a viatura de patrulhamento foi acionada pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) que recebeu denúncia de um popular informando a retirada de madeira da ZPA 01, mais precisamente no limite da Zona de Proteção com a Avenida Abreu e Lima, bairro Pitimbu, na zona Sul da capital.

Na oportunidade, os guardas municipais flagraram o suspeito com o veículo acoplado a uma carroça estacionado no limite da ZPA, sendo que na parte da carroceria já estava acomodada quatro toras de madeira verde com cerca de cinco metros cada uma. A madeira estava sendo retirada com a ajuda de um facão que estava na posse do suspeito no momento do flagrante do guardas.

O coordenador do Gaam/GMN, Isaac Cruz, disse que a primeira medida dos guardas foi a suspensão do corte dos vegetais, em seguida o infrator foi identificado pela guarnição e lavrado o auto de constatação do crime ambiental, sendo o detido informado das penalidades e encaminhado à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) para tomada das medidas administrativas cabíveis.

Para denunciar a prática de crime ambiental o cidadão pode ligar para o número 190 Ciosp e informar o tipo de delito e o local para que os guardas municipais sejam acionados e inibam a ação criminosa. O infrator flagrado cometendo crime ambiental responde administrativamente e criminalmente pelo crime cometido. “É importante que a sociedade denuncie, pois o crime ambiental afeta todo o ecossistema ao qual estamos inseridos”, concluiu o coordenador do Gaam/GMN.



Comente aqui