Polícia

Guarda Municipal detém mulheres por depredação do patrimônio público

AS MULHERES CHEGARAM A QUEBRAR UMA PORTA DE VIDRO DA UPA EM CIDADE SATÉLITE, ALÉM DE AMEAÇAR FUNCIONÁRIOS DA UNIDADE. FOTO: DIVULGAÇÃO: GMN

Agentes da Ronda Saúde da Guarda Municipal do Natal (RondaS/GMN) detiveram no início da noite dessa sexta-feira, 15, duas mulheres suspeitas de quebrar uma porta de vidro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de Cidade Satélite e ameaçar funcionários da unidade de saúde.

De acordo com informações repassadas pela guarnição da GMN, as duas mulheres chegaram na UPA em estado alterado querendo atendimento imediato, ameaçando os servidores e chegando até mesmo a depredar o patrimônio público.

A viatura de patrulhamento do RondaS/GMN foi acionada e ao chega na UPA as duas suspeitas já tinham se evadido, porém de posse das características das mulheres os guardas municipais iniciaram diligências na região e conseguiram identificar as suspeitas nas proximidades de um matagal em Cidade Satélite. “Elas resistiram a voz de prisão, porém foram contidas pela guarnição e reconhecidas pelas vítimas”, contou um dos guardas.

As detidas apresentavam sinais de embriaguez e foram conduzidas a Central de Flagrantes da Polícia Civil onde foram autuadas pelos crimes de depredação do patrimônio público, ameaça, desacato e resistência a prisão.

O subcomandante de Segurança da GMN, Carlos Cruz, informou que o patrulhamento preventivo do RondaS atua 24h dando assistência a todas as unidades municipais de saúde da capital. “Nossos guardas estão atentos e qualquer alteração podem ser acionados via 190 ou mesmo pelo telefone operacional das viaturas que as unidades de saúde dispõe”, comentou.



Deixe um Comentário