Segurança

Guarda Municipal de Natal prende suspeito de agressão corporal contra companheira

FOTO: DIVULGAÇÃO

Agentes da Ronda Saúde da Guarda Municipal do Natal (GMN) prenderam no início da madrugada dessa quarta-feira (19), um homem suspeito de agredir com socos a própria companheira. A agressão chegou a ocasionar um corte no supercílio da vítima que teve que ser levada a Unidade de Pronto Atendimento do Pajuçara (UPA), onde os guardas conseguiram deter o suspeito.

De acordo com relato da guarnição de patrulhamento da GMN, os guardas foram acionados assim que a mulher chegou à UPA com o ferimento e a suspeita de ser uma agressão doméstica. De imediato, o suspeito que estava no local foi detido pela guarnição, enquanto um dos agentes foi colher o depoimento da vítima.

Segundo a vítima, o relacionamento afetivo com o suspeito tinha aproximadamente 9 meses, porém quando a companheira decidiu terminar a relação o detido não aceitou e partiu para ameaça e agressão. “A mulher agredida relatou que a partir daí o seu companheiro a agrediu com soco e a ameaçou de morte. Também contou que não era a primeira vez que sofria agressão do companheiro”, contou um dos guardas.

Ao perceber que a mulher estava sangrando, o homem decidiu conduzir a mesma para atendimento médico, sendo, em seguida, preso pelos guardas municipais e conduzido à Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher, na zona Norte da capital. O suspeito foi enquadrado na Lei Maria da Penha, que trata da violência doméstica, e vai responder por lesão corporal dolosa.

Patrulha Maria da Penha

A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) tem em operação a Patrulha Maria da Penha em Natal. Após formar 100 guardas municipais para atuar no patrulhamento e proteção às mulheres vítimas de violência doméstica, as viaturas estão a cumprindo o roteiro de visita domiciliar e rondas na cidade.

A Patrulha Maria da Penha segue regularmente as rotas de patrulhamento e monitoramento nas residências onde estão as mulheres vítimas de violência ou grave ameaça, como também age no sentido de promover visitas tranquilizadoras com aconselhamento de segurança e encaminhamento aos serviços especializados da rede de proteção e atendimento à mulher do município. “Destaco aqui a sensibilidade da gestão Municipal em reconhecer a importância dessa Patrulha de proteção para as mulheres de Natal ”, concluiu a secretária da Semdes, Mônica Santos.


Comente aqui