Interior do RN

Guamaré e mais três municípios instituem o Consórcio de Sanidade Agropecuária- SIM Sertão e Mar

FOTO: DIVULGAÇÃO

O município de Guamaré vive um momento considerado histórico e de superação na agricultura familiar. Em meio à pandemia da Covid-19, a luta capitaneada pelo prefeito Adriano Diógenes, em favor da criação de um consórcio intermunicipal para garantir a organização do setor agrícola ganhou a adesão dos municípios de Galinhos, Pedro Avelino e Jandaíra, instituindo por assembleia por vídeo conferência, nesta segunda-feira, 18, o Consórcio de Sanidade Agropecuária- SIM Sertão e Mar, com sede no distrito de Baixa do Meio. A Fetarn e o Sebrae-RN são parceiros importantes da iniciativa pioneira na região.

O consórcio chega para atender a necessidade de agregação de valor aos produtos locais e formalizar o setor, incluindo a inspeção da produção dos pequenos agricultores, da pecuária e pesca. Para o prefeito Adriano Diógenes, que assume a presidência do consórcio em mais alguns dias, a informalidade no setor inviabilizava inserção da produção local nos Programas de Compras Governamentais.

“Estima-se que aproximadamente 2,5 milhões de reais deixam de ser contratados anualmente, no âmbito destes programas, como consequência dessa lacuna institucional, que impossibilita a aquisição principalmente de produtos de origem animal e das abelhas, dentre outros”, destacou o prefeito e presidente da nova entidade.

Para o agrônomo Joseraldo do Vale, que presta assessoria ao município de Guamaré pela Fetarn e assumirá a diretoria administrativa do consórcio, a criação do Serviço de Inspeção Municipal – SIM e posteriormente do consórcio chega para viabilizar a comercialização da produção no mercado institucional e na rede de supermercados. O secretário municipal de Desenvolvimento Rural de Guamaré, José Reginaldo também acompanhou o prefeito Adriano Diógenes na assembleia por vídeo conferência para instalação do consórcio. 

Durante a assembleia virtual, a representante do SEBRAE RN, Cátia Lopes, Analista de Políticas Públicas Sebrae-RN parabenizou o pioneirismo de Guamaré e destacou a adesão dos prefeitos de Jandaíra, Marina Dias, Pedro Avelino, José Alexandre e do município de Galinhos, Francinaldo Silva. O projeto também contou com o respaldo das câmaras municipais. 

Desafio com a pandemia 

“Percorremos uma jornada desafiadora e quase impossível, considerando as adversidades de uma situação de Pandemia, mas não desistimos da caminhada, aprovando as Leis do SIM, o Protocolo de Intenções, e demais instrumentos legais nas quatro Câmaras municipais, tornando possível a realização dessa assembleia para a instalação do Consórcio Intermunicipal de Inspeção de produtos de origem animal – SIM-Sertão e Mar”, destacou o prefeito Adriano Diógenes.

Sobre o consórcio

O Consórcio Intermunicipal – SIM “Sertão e Mar” abrange uma população de 30.232 habitantes, segundo o IBGE. Desse total, 14.827 habitantes residem na área rural, que possui mais de 54 estabelecimentos mapeados, nos setores de aquicultura e pesca, mel e produtos das abelhas, avicultura, suinocultura, caprinocultura e bovinocultura de leite.

Participaram da assembleia virtual que instituiu o consórcio, além dos prefeitos dos quatro municípios, Roberto Papa, Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Rio Grande do Norte – SFA/RN, Jocelino Dantas, Secretário de Política Agrícola da Fetarn, Nadjaluce Barros, Consultora Credenciada do Sebrae-RN, Cátia Muniz, Analista de Políticas Públicas Sebrae-RN e Ivaneide Ferreira, Consultora Credenciada do Sebrae-RN. A prefeita de Jandaíra, Marina Dias Marinho é a vice-presidente na nova entidade.

Pontencialidades dos quatro municípios

JANDAÍRA – Fruticultura irrigada é base econômica, com grande potencial de agregação de valor, uma vez que, através do Projeto Governo Cidadão, será implantada na Comunidade do Cabeço, uma cozinha comunitária para produção de Doces, geleias e afins;

A meliponicultura (criação de abelhas nativas sem ferrão) está em franca expansão, sendo o Município a Sede da Rota do Mel de Abelha Jandaíra do Ministério do Desenvolvimento Regional. Também através do Projeto Governo Cidadão, o Município terá um Centro de beneficiamento para Mel de Abelhas Nativas, o primeiro desse modelo no Estado, fortalecendo toda cadeia produtiva; 

A piscicultura de tanques já está implantada no município e tem potencial para crescimento, bem como a caprino-ovinocultura, com a implantação do SIM, que irá regulamentar os empreendimentos da agricultura familiar que desenvolvem estas atividades. Espera-se com o Consócio, que outras cadeias produtivas possam ser estimuladas e desenvolvidas, como por exemplo, a bovinocultura leiteira, na produção de queijos artesanais, agregando valor a este setor.

GUAMARÉ – Cadeias produtivas aquicultura (camarão), pesca marítima e produção de tilápia em tanque;

Meliponicultura e apicultura; avicultura, olericultura, suinocultura; fruticultura, agricultura agroecológica ou orgânica, produção agropecuária de base familiar seja: caprinocultura, ovinocultura, bovinocultura de corte e leiteira;

PEDRO AVELINO – Meliponicultura, apicultura; piscicultura (tilapia em tanque escavado); avicultura, olericultura, suinocultura, fruticultura, agricultura orgânica;

Produção agropecuária de base familiar seja: caprinocultura, ovinocultura, bovinocultura de corte e leiteira.

GALINHOS – Camarão, pesca marítima, piscicultura (tilapia em tanque escavado), Meliponicultura, apicultura, avicultura, olericultura, suinocultura,  fruticultura, agricultura agroecológica ou orgânica;

Produção agropecuária de base familiar seja: caprinocultura, ovinocultura, bovinocultura de corte e leiteira.



Comente aqui