Geral

Governo propõe reajuste escalonado a policiais penais e Sindicato responde: “Proposta vergonhosa”

UMA NOVA REUNIÃO ENTRE OS REPRESENTANTES DO SINDASP E O GOVERNO DO RN DEVE ACONTECER NESTA QUARTA, 11. FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Em reunião na tarde desta terça-feira, 10, o Governo do Estado apresentou proposta aos policiais penais do Rio Grande do Norte, condicionada à suspensão do movimento paredista. Pela proposta, o índice total é de 23% a ser aplicado aos salários conforme o seguinte escalonamento: 2,5% a partir de março de 2020; 2,50% a partir de novembro de 2020; 3,5% a partir de março de 2021; 3,50% a partir de novembro de 2021; 4,5% a partir de março de 2022; e 4,58% a partir de novembro de 2022.

Segundo o secretário-chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves, o índice apresentado é igual ao acordado anteriormente com a Polícia Militar porque se trata da única instituição da Segurança Pública com carreira em formato linear, semelhante à Polícia Penitenciária. “Observamos a sistemática das carreiras de Segurança Pública do Estado, apesar de reconhecer as atribuições específicas de cada categoria de polícia”, explicou.

“O governo não acatou o projeto que foi construído nos últimos meses pelo Sindasp-RN e, agora, apresentou outra proposta. Então, convocamos todos para que possamos analisar, discutir e deliberar”, disse Vilma Batista, presidente do Sindasp-RN.

A presidente do Sindasp-RN ressalta que é de fundamental importância que todos os policiais penais se façam presentes em frente à Governadoria nesta quarta-feira, 11, a partir das 9h30.



Comente aqui