Interior do RN

Governo do RN promove campanha educativa na região da Barragem de Oiticica

O OBJETIVO DA AÇÃO É PROMOVER CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE CUIDADOS DA BACIA HIDRÁULICA DA BARRAGEM, ALÉM DA VEGETAÇÃO LOCAL. FOTO: REPRODUÇÃO

O governo do estado, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos – Semarh realiza nesta quarta-feira, 20, o dia “D” da campanha educativa de conhecimento a mais uma etapa da obra da Barragem de Oiticica. O objetivo é mobilizar a população local a participar de palestras, orientações e cuidados sobre a supressão vegetal da bacia hidráulica da barragem. Essa etapa consiste na retirada da vegetação nativa da área que será inundada, necessária para evitar que o material orgânico comprometa a qualidade da água que chegará até os beneficiados pelas obras da barragem.

Nesta fase, alguns animais podem começar a migrar em busca de abrigos, aumentando a chance de ocorrências com cobras, escorpiões, aranhas, entre outros. Além disso, problemas com caça, tráfico de animais silvestres, transporte de lenha, bem como queimadas podem ser tornar comuns e todos precisam estar orientados a como proceder em cada situação. Com as orientações aos moradores locais por meio da campanha educativa, o governo do RN visa mostrar a importância da responsabilidade ambiental compartilhada com todos, em defesa da conservação das nossas áreas protegidas, preservando ao máximo nossa fauna e nossa flora.

Mobilização nas comunidades

Como preparatório ao dia “D” da campanha educativa, desde o início de outubro a Semarh vem realizando reuniões nas comunidades do entorno das obras da barragem, compreendidos os municípios de Jucurutu, São Fernando e Jardim de Piranhas. Durante esses encontros, a equipe da coordenação de infraestrutura da secretaria (Coinfra) encaminhou estratégias de comunicação e articulação para o dia “D” da campanha educativa, além da consolidação de parcerias envolvendo instituições públicas e da sociedade civil para a campanha de informações aos moradores rurais. Vale ressaltar que as reuniões prévias foram planejadas pela Semarh em atenção aos pedidos do Movimento dos Atingidos e Atingidas pela Construção do Complexo Barragem de Oiticica e sindicatos locais. Ao todo, foram contempladas com as visitas cerca de 30 localidades, dos três municípios.


Deixe um Comentário