Brasil

Glenn Greenwald xinga repórteres e editores e clima fica tenso no jornal O Globo

TUDO POR CONTA DE UMA MATÉRIA SOBRE INVESTIGAÇÕES DE MOVIMENTAÇÕES NA CONTA BANCÁRIA DO MARIDO DELE, O DEPUTADO FEDERAL DAVID MIRANDA. FOTO: DIVULGAÇÃO

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) divulgou nota na noite da sexta-feira (13) repreendendo a reação do jornalista do The Intercept , Glenn Greenwald, a uma reportagem publicada pelo jornal O Globo sobre investigações de movimentações na conta bancária do marido dele, o deputado federal David Miranda (PSOL).

Em publicação nas redes sociais, Greenwald classificou os repórteres e editores do O Globo como “corruptos” que publicaram um “artigo lixo”. Segundo a Abraji, após essa publicação a repórter Juliana Dal Piva passou a receber mensagens que a acusavam de receber propina para publicar textos que intimidassem a Vaza Jato.

“Lamentamos que um jornalista lance mão de expedientes dos quais ele próprio é vítima frequente – acusações e descredibilização – contra outros colegas, ultrapassando o limite da crítica ao trabalho feito”, afirmou nota da associação, que declarou solidariedade a Juliana e a João Paulo Saconi, que também assinou reportagem.

Poucas horas depois, o jornalista utilizou as redes sociais para responder à nota, falando que seria crítico aos meios de comunicação independente de quem se chateasse ou lamentasse, “Igualar críticas a jornalistas com ameaças de prisão ou violência é obsceno. Já disse muitas vezes: a Globo tem muitos bons repórteres, mas tb causou grandes danos”, publicou.

iG


Deixe um Comentário